Votação presidencial bem-sucedida é ‘passo crítico’ na transição da Tunísia, diz ONU

Secretário-geral da Organização elogiou processo eleitoral presidencial bem-sucedido e disse esperar que “espírito de inclusão” continue.

Votação na Tunísia para a Assembleia Constituinte, em outubro de 2011. Foto: PNUD/Noeman Al-Sayyad (arquivo)

Votação na Tunísia para a Assembleia Constituinte, em outubro de 2011. Foto: PNUD/Noeman Al-Sayyad (arquivo)

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, elogiou nesta terça-feira (23) o povo tunisino pela realização bem-sucedida do segundo turno da eleição presidencial, no último dia 21 de dezembro. Ele parabenizou o vencedor do pleito, Beji Caid Essebsi.

“Este evento histórico é um passo crítico na transição do país e uma clara demonstração do desejo do povo por um governo responsável e representativo”, disse um comunicado emitido pelo porta-voz de Ban Ki-moon.

O secretário-geral expressou a “esperança de que o povo tunisino e as suas autoridades recém-eleitas continuem a abraçar o espírito de inclusão que tem guiado a transição até o momento”.

Reiterando a disponibilidade das Nações Unidas para continuar apoiando as autoridades tunisianas frente aos desafios que o país enfrenta e ao processo de consolidação da democracia e do desenvolvimento econômico, Ban Ki-moon felicitou as autoridades eleitorais locais por seus esforços contínuos na finalização do processo.