Voluntários de Petrópolis realizam seminário em apoio a Década de Afrodescendentes da ONU

Durante o seminário, intitulado “Reflexões para Ações na Década Internacional de Afrodescendentes (2015-2024), o diretor do Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio), Maurizio Giuliano, enviou uma mensagem em vídeo alertando para a gravidade do racismo e da discriminação racial.

Ocorreu no último dia 25 de novembro, em Petrópolis, um seminário sobre a Década Internacional de Afrodescendentes (2015-2024), com palestras e oficinas para elaboração de projetos culturais em diversas áreas do conhecimento. A iniciativa é de um grupo de voluntárias e voluntários da cidade da Serra Fluminense.

Os coordenadores de cada oficina fomentaram ideias para a elaboração de projetos e, em um segundo momento, os participantes realizaram o passo a passo do projeto.

Durante o seminário, intitulado “Reflexões para Ações na Década Internacional de Afrodescendentes (2015-2024), o diretor do Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio), Maurizio Giuliano, enviou uma mensagem em vídeo.

“A ONU se soma à sociedade civil brasileira, a pessoas e organizações como vocês, para denunciar um fenômeno muito grave: o racismo e a discriminação racial – que matam”, alertou Maurizio. Confira a mensagem em vídeo acima.


Comente

comentários