Violência no Complexo do Alemão é tema de vídeo comunitário

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

O jornal comunitário Voz das Comunidades produziu um vídeo mostrando que nem mesmo os moradores da cidade conhecem a gravidade da situação no Complexo do Alemão. Assista ao vídeo aqui.

Para Marlova Noleto, representante interina da UNESCO no Brasil, “a situação no Complexo do Alemão e outras comunidades do Rio de Janeiro exige atenção e compromisso imediatos de todos para interromper a escalada da violência”.

Teleférico do Alemão, zona norte do Rio. Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Teleférico do Alemão, zona norte do Rio. Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

O enfrentamento da violência no Complexo do Alemão, na cidade do Rio de Janeiro, tem afetado fortemente toda a comunidade, interrompendo vidas e o cotidiano de um grande número de pessoas.

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil se solidariza com os moradores da região e desenvolve diferentes ações em parceria com ONGs e outras instituições para reduzir a violência que se repete todos os dias nessa e em outras regiões da capital fluminense.

Recentemente, o jornal comunitário Voz das Comunidades produziu um vídeo mostrando que nem mesmo os moradores da cidade conhecem a gravidade da situação no Complexo do Alemão. Assista ao vídeo aqui.

Para Marlova Noleto, representante interina da UNESCO no Brasil, “a situação no Complexo do Alemão e outras comunidades do Rio de Janeiro exige atenção e compromisso imediatos de todos para interromper a escalada da violência”.

A UNESCO no Brasil desenvolve projetos de prevenção à violência e de inclusão no Complexo do Alemão em parceria com a Central Única de Favelas (CUFA), além de apoiar o trabalho do jornal Voz das Comunidades.


Mais notícias de:

Comente

comentários