Vila Militar do Rio inaugura Espaço Cultural Sérgio Vieira de Mello

Iniciativa, que homenageia o brasileiro Sérgio Vieira de Mello, ex-funcionário da ONU morto em 2003 no atentado terrorista de Bagdá, abriga mostras e estande da campanha UNA-SE pelo fim da violência contra as mulheres, das Nações Unidas.

Foi inaugurado nesta segunda-feira (18/07) o Espaço Cultural Sérgio Vieira de Mello, na Vila Militar, zona oeste do Rio de Janeiro. O objetivo é proporcionar acesso à cultura numa das regiões menos favorecidas da cidade. O espaço homenageia o ex-Alto Comissário de Direitos Humanos da ONU, assassinado num atentado a bomba, em Bagdá, em 2003.

O local vai abrigar exposições, campanhas e outras iniciativas das Nações Unidas. A mostra “Esporte, Desenvolvimento e Paz”, que inaugurou o espaço, retrata o trabalho dos boinas-azuis brasileiros no Haiti.

Espaço Sérgio Vieira de Mello é de multiuso e abriga exposição permanente de 'Rondon, o Marechal da Paz'. Foto: UNIC Rio/Pedro Capello

Espaço Sérgio Vieira de Mello é de multiuso e abriga exposição permanente de 'Rondon, o Marechal da Paz'. Foto: UNIC Rio/Pedro Capello

Nesta entrevista para a Rádio ONU, o coronel Pedro Aurélio de Pessôa, comandante do Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB), falou sobre a importância do entendimento da cultura local para o sucesso das missões de paz.

[audio:http://downloads.unmultimedia.org/radio/pt/ltd/mp3/2011/1107214i.mp3%5D

“A cultura em si é algo fundamental no preparo intelectual do peacekeeper, do soldado da paz, portanto, o centro se sentiu na obrigação de oferecer à sociedade esse volume de informações úteis que a ONU disponibiliza, mas que ainda é muito pouco conhecido do público em geral.”

O Espaço Sérgio Vieira de Mello é de multiuso, e abriga também a exposição permanente “Rondon, o Marechal da Paz”.

No local, há oportunidades para aulas, prática esportiva e eventos, onde a Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres, ONU Mulheres, montou o estande “UNA-SE pelo fim da violência contra as mulheres”.

Visitantes recebem fitinha da campanha 'UNA-SE pelo fim da violência contra mulheres'. Foto: UNIC Rio/Pedro Capello

Visitantes recebem fitinha da campanha 'UNA-SE pelo fim da violência contra mulheres'. Foto: UNIC Rio/Pedro Capello

A coordenadora de Projetos da ONU Mulheres, Júnia Puglia, comentou a parceria com os militares, que vai proporcionar treinamento para os soldados da paz.

“Significa que essas pessoas vão sair para suas missões com mais clareza de como abordar a questão de gênero nos lugares onde elas estão, para ter uma visão diferenciada da situação de mulheres e homens e como lidar e como abordar os temas específicos de mulheres e homens, especialmente de mulheres que são ainda um grupo mais vulnerável nessas situações.”

A promoção da campanha durante os Jogos Mundiais Militares é o primeiro resultado de uma parceria da entidade com as Forças Armadas brasileiras.

(Damaris Giuliana, do Rio de Janeiro para a Rádio ONU)