UNOPS e parceiros entregam 2 mil cestas com itens de higiene e limpeza para famílias de Rondônia

Começaram a ser entregues nesta segunda-feira (27) 2 mil cestas com kits de higiene e limpeza para famílias de Porto Velho (RO). O kit é composto por papel higiênico, creme dental, palha de aço, sabonete e água sanitária.

As cestas foram compradas pelo Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) com recursos de termos de ajuste de conduta e ações civis públicas ajuizadas pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) na Justiça do Trabalho da 14ª Região.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Começaram a ser entregues nesta segunda-feira (27) 2 mil cestas com kits de higiene e limpeza para famílias de Porto Velho (RO). O kit é composto por papel higiênico, creme dental, palha de aço, sabonete e água sanitária.

As cestas foram compradas pelo Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) com recursos de termos de ajuste de conduta e ações civis públicas ajuizadas pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) na Justiça do Trabalho da 14ª Região.

O Corpo de Bombeiros está distribuindo as doações para organizações que as entregarão para famílias que necessitam dos itens.

Segundo o vice-procurador chefe do MPT em Rondônia e Acre, Carlos Alberto Lopes de Oliveira, as cestas são essenciais neste momento de pandemia, tendo em vista o aumento do desemprego e da precarização do trabalho.

“A distribuição dos itens priorizará as comunidades mais necessitadas e que preferencialmente não tenham sido contempladas em outras ações desta natureza, buscando também atingir regiões mais distantes dos centros urbanos, inclusive comunidades ribeirinhas.”

De acordo com o presidente do TRT14, desembargador Osmar J. Barneze, o tribunal tem atuado com responsabilidade socioambiental, “não podendo fechar os olhos” para a situação de pessoas em vulnerabilidade.

Segundo o Corpo de Bombeiros de Rondônia, a distribuição dos itens será feita em parceria com a Secretaria de Ação Social do estado, seguindo um cronograma de entrega por horário, evitando aglomerações.

“A fome vêm aumentando na América Latina e, como consequência da pandemia, essa situação tende a se agravar. Por essa razão, ações como esta são tão importantes”, afirmou a representante do UNOPS no Brasil, Claudia Valenzuela, citando o relatório “Estado da segurança alimentar e nutrição no mundo 2020 (SOFI),” publicado este mês por agências da ONU.