UNOPS e consórcio de estados firmam parceria nas áreas de compras e infraestrutura em saúde

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) e o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central (BrC) assinaram nesta terça-feira (6), em Brasília, acordo para cooperarem na busca de soluções integradas para o fortalecimento do consórcio nas áreas de compras de medicamentos e infraestrutura em saúde.

Assinatura de acordo entre o Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) e o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central (BrC), em Brasília (DF). Foto: UNOPS

Assinatura de acordo entre o Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) e o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central (BrC), em Brasília (DF). Foto: UNOPS

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) e o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central (BrC) assinaram nesta terça-feira (6), em Brasília, acordo para cooperarem na busca de soluções integradas para o fortalecimento do consórcio nas áreas de compras de medicamentos e infraestrutura em saúde.

O documento foi assinado na Assembleia Geral dos Governadores, pelo diretor regional adjunto do UNOPS, Giuseppe Mancinelli; pelos governadores do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, de Goiás, Ronaldo Caiado, e de Mato Grosso, Mauro Mendes; e pelos vice-governadores do Distrito Federal, Paco Britto, e do Maranhão, Carlos Brandão Junior. Integram ainda o consórcio e vão participar da iniciativa os governos de Rondônia e do Tocantins.

O Memorando de Entendimento (MOU) permitirá que as organizações possam estudar a colaboração nas seguintes áreas: compras sustentáveis na área da saúde; melhores práticas para gestão de logística e infraestrutura na área da saúde; melhores práticas na gestão de projetos na área da saúde.

Azambuja ressaltou, antes da assinatura, que “o UNOPS é um organismo referendado” que vai apoiar o consórcio na organização e melhora das metodologias de compras de medicamentos.

Na ocasião, Mancinelli explicou que o organismo tem ampla experiência nas áreas de compras de medicamentos e infraestrutura em saúde. Como exemplo, citou que, na Guatemala, processos de compras de medicamentos apoiados pelo UNOPS tiveram economia de 54,58% para o Instituto Guatemalteco de la Seguridad Social (IGSS) em relação a um orçamento oficial estimado. Ou seja, o Instituto economizou 138 milhões de dólares com referência aos preços pagos anteriormente por medicamentos similares.

No Brasil, o escritório já atuou no apoio à construção de centros socioeducativos; na elaboração de projetos para hospitais universitários; na criação de metodologias de orçamento para obras de patrimônio histórico; na construção de infraestrutura de apoio à igualdade de gênero; na indicação e viabilização de modelos de financiamento adequados para equipamentos públicos urbanos; e na melhora de processos de compras de medicamentos e gestão hospitalar.

UNOPS

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) é um organismo operacional das Nações Unidas. Em todo o mundo, o escritório apoia o sistema ONU, seus parceiros e governos a fornecer soluções nas áreas de assistência humanitária, desenvolvimento, paz e segurança. Sua missão é ajudar as pessoas a melhorarem suas condições de vida e os países a alcançarem a paz e o desenvolvimento sustentável, alinhado com os objetivos da Agenda 2030.

O UNOPS enfoca seu trabalho na implementação de projetos e está comprometido com os valores das Nações Unidas e com a eficiência do setor privado. Os serviços prestados pelo UNOPS abrangem as áreas de infraestrutura, gerenciamento de projetos, compras, gestão financeira e recursos humanos. Os parceiros solicitam os serviços para complementar suas próprias capacidades, aumentar a velocidade, reduzir riscos, promover a relação custo-benefício e melhorar a qualidade de seus projetos em diferentes áreas.