UNODC participa de debate sobre políticas de drogas e saúde em Jundiaí

O seminário teve como objetivo inserir o debate sobre as políticas de drogas e seu impacto na saúde nas atividades do município para a comemoração dos avanços do Movimento da Luta Antimanicomial no Brasil.

Seminário sobre política de drogas abre Mês da Luta Antimanicomial de Jundiaí, São Paulo. Foto: UNODC

Seminário sobre política de drogas abre Mês da Luta Antimanicomial de Jundiaí, São Paulo. Foto: UNODC

A cidade de Jundiaí, em São Paulo, deu início à programação do Mês da Luta Antimanicomial de Jundiaí, na última quarta-feira (13). Na abertura do evento ocorreu a realização do seminário “Da Coerção à Coesão: por uma política sobre drogas pública e não segregativa”, fazendo menção ao documento técnico publicado pelo Escritório da ONU sobre Drogas e Crime (UNODC) em 2010, que ressalta a importância dos cuidados médicos para lidar com os dependentes químicos.

O seminário teve como objetivo inserir o debate sobre as políticas de drogas e seu impacto na saúde nas atividades do município para a comemoração dos avanços do Movimento da Luta Antimanicomial no Brasil. A rede municipal de saúde mental de Jundiaí passa por um processo de reorganização e ampliação do atendimento, conforme preconizado pelo Ministério de Saúde para a organização da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS). A abertura do evento contou com a participação do Secretário Municipal de Saúde, Luís Carlos Casarin.

“É importante que essas discussões e reflexões sobre políticas de drogas estejam ocorrendo em âmbito nacional, pois essa rediscussão também tem sido bastante frequente no cenário internacional”, destacou a oficial de Programa de Saúde e Desenvolvimento do UNODC, Nara Santos. Ela ressaltou ainda que no ano que vem será realizada a Sessão Especial da Assembleia Geral das Nações Unidas sobre o Problema Mundial das Drogas – UNGASS 2016 – e que essas discussões locais são muito importantes e podem contribuir bastante para o debate na medida em que oferecem subsídios para a discussão que ocorrerá entre os Estados-membros da ONU.