UNICEF lança relatório sobre os 30 anos da Convenção sobre os Direitos da Criança

Em marco aos 30 anos da Convenção sobre os Direitos da Criança, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) lança amanhã (12), em Brasília, um relatório com dados sobre os avanços e os desafios dos direitos da criança e do adolescente no contexto brasileiro desde a ratificação do documento.

Segundo o UNICEF, em 30 anos, Brasil alcançou uma redução histórica da mortalidade infantil e efetivou outros diretos, mas perdeu milhares de crianças para a violência e possui outros desafios pela frente.

A Convenção, adotada por 196 países, é o tratado de direitos humanos mais ratificado da história. No Brasil, ela inspirou o Artigo 227 da Constituição Federal de 1988 e o Estatuto da Criança e do Adolescente, de 1990.

30 anos da Convenção sobre os Direitos da Criança. Foto: UNICEF | Dejongh.

30 anos da Convenção sobre os Direitos da Criança. Foto: UNICEF | Dejongh.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) lança, dia 12 de novembro, em Brasília, o relatório “30 anos da Convenção sobre os Direitos da Criança: avanços e desafios para meninas e meninos no Brasil”.

Em uma coletiva à imprensa, Florence Bauer, representante do UNICEF no Brasil, apresenta as principais conquistas e desafios do Brasil nos últimos 30 anos em relação aos direitos de crianças e adolescentes.

O relatório mostra o que avançou no país, os problemas que ainda persistem e os novos desafios enfrentados por crianças e adolescentes hoje.

Avanços e desafios dos direitos das crianças no Brasil

O Brasil teve uma redução histórica da mortalidade infantil e alcançou outras conquistas, mas perdeu milhares de crianças para a violência. Ao mesmo tempo, o mundo mudou e crianças e adolescentes enfrentam muitos novos desafios: a migração forçada, as mudanças climáticas, os problemas crescentes de saúde mental e suicídio, entre outros.

Tratado mais ratificado da história, assinado por 196 países, a Convenção sobre os Direitos da Criança colocou crianças e adolescentes como sujeitos de direitos.

No Brasil, ela inspirou o Artigo 227 da Constituição Federal de 1988 e o Estatuto da Criança e do Adolescente, de 1990.

Serviço

O que: Coletiva à imprensa e lançamento do relatório “30 anos da Convenção sobre os Direitos da Criança: avanços e desafios para meninas e meninos no Brasil”;

Quando: Terça-feira, 12 de novembro de 2019, às 10h;

Onde: Sede do UNICEF no Brasil – SEPN 510, Bloco A, 2º andar, Brasília, DF;

Coletiva contará com a presença da representante do UNICEF no Brasil, Florence Bauer.

Contatos para a imprensa

Ester Correa Coelho

Oficial de Comunicação | UNICEF Brasil

Telefone: (61) 3035 1973

E-mail: escorrea@unicef.org

Elisa Meirelles Reis

Oficial de Comunicação | UNICEF Brasil

Telefone: (61) 3035 1979

Telefone: (61) 98166 1649

E-mail: ereis@unicef.org