UNICEF lança chatbot para responder principais dúvidas sobre coronavírus

Diante da pandemia do novo coronavírus, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), em parceria com a empresa de tecnologia e engajamento digital Talk2U e a empresa de inteligência artificial e automação de comunicação Ilhasoft, lança uma experiência interativa virtual em que usuários podem tirar suas dúvidas sobre a COVID-19.

O chatbot é lançado como forma de promover um ambiente online de informações seguras e confiáveis, em combate às notícias falsas que circulam nas redes. Foto: UNICEF/BRZ/Ueslei Marcelino

O chatbot é lançado como forma de promover um ambiente online de informações seguras e confiáveis, em combate às notícias falsas que circulam nas redes. Foto: UNICEF/BRZ/Ueslei Marcelino

Diante da pandemia do novo coronavírus, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), em parceria com a empresa de tecnologia e engajamento digital Talk2U e a empresa de inteligência artificial e automação de comunicação Ilhasoft, lança uma experiência interativa virtual em que usuários podem tirar suas dúvidas sobre a COVID-19.

Por meio do aplicativo de mensagens WhatsApp (http://wa.me/556130351963?text=oi), os usuários podem fazer perguntas e receber respostas baseadas nas orientações e dados das comunicações oficiais do Ministério da Saúde, da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do UNICEF.

Entre as dúvidas que podem ser respondidas, estão formas de contágio, sintomas, quando consultar um médico, comunicação com crianças sobre o tema e até como lidar com o estresse.

O chatbot é lançado como forma de promover um ambiente online de informações seguras e confiáveis, em combate às notícias falsas que circulam nas redes.

“É essencial que as famílias tenham acesso a informação de qualidade diante desta situação, para que as medidas necessárias possam ser tomadas em prol do bem-estar e da saúde de suas crianças e seus adolescentes”, explica Florence Bauer, representante do UNICEF no Brasil.

Para isso, o chatbot busca abrir um canal de diálogo de fácil acesso com a população.

“Nossa contribuição foi gerar uma conversa que qualquer pessoa possa acompanhar e entender com facilidade, dentro de uma ferramenta com acesso rápido às informações e que alcance um impacto positivo na adesão a comportamentos preventivos que retardam o avanço do coronavírus”, diz Gastón Gertner, sócio-fundador e diretor de Operações da Talk2u.

A utilização de tecnologia para o combate do novo coronavírus também é um destaque do projeto.

“Nossas plataformas são muito flexíveis e podem ser aplicadas de uma forma muito simples e rápida. É essencial utilizarmos tecnologias inteligentes para diminuir os efeitos de uma situação de crise como esta”, completa Yves Bastos, líder de Expansão Internacional da Ilhasoft.