UNICEF e Brasil iniciam pesquisa inédita sobre desastres e infância

Levantamento será usado para elaborar propostas de proteção de crianças e adolescentes antes, durante e depois dos desastres.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e o Governo brasileiro iniciam levantamento inédito sobre ações de redução de riscos de desastres e condições de atendimento às crianças e adolescentes em situações de emergência. A pesquisa Desastres e Infância online pode ser respondida por coordenadores de Proteção e Defesa Civil até o dia 30 de janeiro de 2013.

Os resultados vão ser usados para a elaboração de propostas de proteção das crianças e adolescentes antes, durante e após os desastres.

O UNICEF vai contribuir com sua experiência de seis décadas de atuação nas maiores e mais complexas emergências em todo o mundo – como o terremoto no Haiti, em 2010; o tsunami no sudeste asiático, em 2004; e a seca no Chifre da África, em 2011 –, promovendo e garantindo os direitos de crianças e adolescentes, bem como disseminando a experiência brasileira e incentivando intercâmbios com agentes de outros países.

A iniciativa é promovida juntamente com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República; a Secretaria Nacional de Defesa Civil do Ministério da Integração Nacional; o Núcleo de Tecnologias e Educação a Distância em Saúde e do Departamento de Saúde Comunitária da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará; e o Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastres da Universidade Federal de Santa Catarina.

Para responder a pesquisa, clique aqui.

Informações para a imprensa

Alexandre Amorim
aamorim@unicef.org | (61) 3035-1947

Letícia Sobreira
lsobreira@unicef.org | (61) 3035-1917