UNICEF e BNDES firmam parceria para prevenção da COVID-19 em oito capitais

Parceria entre Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e empresas do setor privado destinará recursos financeiros para medidas de prevenção da COVID-19 entre famílias mais vulneráveis de Belém (PA), Fortaleza (CE), Manaus (AM), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), São Luís (MA) e São Paulo (SP).

Os primeiros repasses totalizam 6 milhões de reais e permitirão compra e distribuição de kits com suprimentos fundamentais de higiene e cestas básicas. O UNICEF também distribuirá folhetos com informações sobre como se proteger da COVID-19 e cuidar da saúde e do bem-estar das famílias, em especial aquelas com crianças e adolescentes. As doações atenderão aproximadamente 121 mil pessoas.

Foto: UNICEF

Parceria entre o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e empresas do setor privado destina recursos financeiros para medidas de prevenção da COVID-19 entre as famílias mais vulneráveis, em diversas capitais brasileiras. Os primeiros repasses totalizam R$ 6 milhões, unindo esforços das empresas Arteris, CGN, EDF Renewables, Essencis e Termoverde (Grupo Solví), Gemini Energy e Omega Energia. Os recursos estão sendo destinados ao UNICEF por meio da linha de Investimentos Sociais de Empresas (ISE) do BNDES.

O objetivo da parceria é a compra e a distribuição de kits com suprimentos fundamentais de higiene – sabonete, detergente líquido, álcool em gel e água sanitária – e cestas básicas para as famílias que mais precisam. Como parte da conscientização sobre os cuidados necessários neste momento de pandemia, o UNICEF também distribui, juntamente com os kits, folhetos com informações sobre como se proteger da COVID-19 e cuidar da saúde e do bem-estar das famílias, em especial aquelas com crianças e adolescentes. As doações atendem, aproximadamente, 121 mil pessoas nas cidades de Belém, Fortaleza, Manaus, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Luís e São Paulo.

No Brasil, o UNICEF tem articulado uma intensa força-tarefa com diversos atores do setor privado, movimentos sociais, governos, organizações e celebridades para ampliar seu trabalho e fazer chegar a ajuda a milhares de pessoas, priorizando as áreas da saúde, água, saneamento, proteção e educação.

“Embora crianças e adolescentes não sejam os mais afetados pelo coronavírus diretamente, como em toda crise humanitária, eles sofrem muito de maneira indireta. Estamos felizes em ter BNDES, Arteris, CGN, EDF Renewables, Essencis e Termoverde, Gemini Energy e Omega Energia conosco nessa mobilização pelos direitos de crianças, adolescentes e famílias”, afirmou a representante do UNICEF no Brasil, Florence Bauer.

De acordo com o superintendente da Área de Gestão Pública e Socioambiental do BNDES, Júlio Leite, a linha ISE, que viabilizou os investimentos, busca ampliar a responsabilidade social das empresas, estimulando-as, por meio de condições financeiras atraentes, a ir além das meras obrigações ambientais e sociais previstas em legislação.

“Diante do avanço da COVID-19, incentivamos as empresas a realizarem ações relacionadas à mitigação dos impactos da pandemia. Algumas delas demonstraram interesse em apoiar o projeto emergencial do UNICEF, utilizando recursos já contratados no banco para aumentar de forma relevante a quantidade de famílias atendidas e, portanto, a eficácia e o impacto da iniciativa”, explicou o executivo.

Em cada cidade, o UNICEF é responsável pela compra dos itens de higiene, saúde e cestas básicas, priorizando comércios locais e favorecendo a economia e o desenvolvimento da região. Fica a cargo do UNICEF, também, a distribuição dos kits para as famílias nas comunidades, realizada por parceiros e organizações locais em cada município.

Sobre o BNDES
O BNDES é o principal instrumento do Governo Federal para financiamento de longo prazo aos diversos segmentos da economia brasileira. Também estrutura projetos de desestatização (PPPs, concessões e privatizações) para atrair investimentos que melhorem a infraestrutura do País. Seus apoios são condicionados à geração de externalidades, isto é, impactos socioambiental e econômico para o Brasil.

Sobre a Arteris
A Arteris S.A. é uma das principais companhias do setor de concessões de rodovias do Brasil, com cerca de 3.200 km em operação. Por meio de suas sete concessionárias, a Arteris administra rodovias localizadas nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Paraná, importante eixo econômico e industrial do País. A companhia é responsável pela operação de cinco concessionárias federais: Fernão Dias, Régis Bittencourt, Litoral Sul, Planalto Sul e Fluminense. Também detém as concessionárias estaduais Intervias e ViaPaulista, que atuam no interior de São Paulo. A Arteris é controlada pela espanhola Abertis e pela canadense Brookfield e mantém programas permanentes de conscientização. A empresa recebeu o Prêmio Denatram de Educação no Trânsito, com o Projeto Escola Arteris, programa com foco na humanização do trânsito por meio da cidadania, ética e convívio social. Saiba mais: http://www.arteris.com.br.

Sobre CGN
A CGN Brasil é uma empresa multinacional do setor de energia limpa, afiliada à China General Nuclear Energy International Holdings Limited. A empresa entrou no mercado brasileiro em 2019 e estabeleceu uma filial brasileira, com capacidade instalada total em operação de 1,182 milhão de quilowatts. Em 18 de outubro de 2019, a CGNBE venceu com sucesso um projeto greenfield no Brasil. Em termos de capacidade instalada de energia eólica e solar, já alcançaram o segundo lugar no Brasil.

Sobre EDF Renewables do Brasil
A EDF Renewables é uma empresa internacional líder em energias renováveis, com capacidade instalada bruta de 13 GW em todo o mundo. Seu desenvolvimento é focado em energia eólica e solar fotovoltaica. A EDF Renewables opera principalmente na Europa e na América do Norte, mas continua crescendo ao se mudar para regiões emergentes promissoras, como Brasil, China, Índia, África do Sul e Oriente Médio. A empresa tem posições fortes em energia eólica offshore, mas também em outras áreas da indústria de energias renováveis, como energia distribuída e armazenamento de energia. A EDF Renewables desenvolve, constrói, opera e mantém projetos de energias renováveis, tanto para si como para terceiros. A maioria de suas subsidiárias internacionais tem a marca EDF Renewables. A EDF Renewables é a subsidiária do Grupo EDF especializada no desenvolvimento de energia solar e eólica. No Brasil desde 2015, a EDF Renewables encontra-se entre as líderes do país no setor de energia renovável, totalizando mais de 1GW em projetos instalados ou em construção de energia solar e eólica em Minas Gerais e na Bahia.

Sobre Essencis e Termoverde
A Essencis Soluções Ambientais, oferece ao mercado brasileiro multissoluções ambientais para o setor privado e público, com disposição final de resíduos classe I (perigosos) e II (não perigosos), estação para tratamento de chorume gerado da decomposição dos resíduos, estação de tratamento de efluente, incineração, blendagem e valorização energética de resíduos para coprocessamento, descaracterização de produtos, assessoria fiscal e proteção à marca; manufatura de sucata eletrônica e de catalizador automotivo, dessorção térmica para descontaminação de solo com hidrocarboneto, e biogás – creditado para geração de crédito de carbono, além da gestão de áreas impactadas. Em 2019 a UVS Essencis Caieiras inaugurou seu Centro de Educação Ambiental, possibilitando o desenvolvimento de novos projetos socioambientais no município.

A Termoverde Caieiras é a maior termelétrica movida a biogás de aterro sanitário do Brasil e uma das maiores do mundo, situada na Central de Tratamento e Valorização Ambiental da Essencis localizada no município de Caieiras-SP, no km 33 da Rodovia Bandeirantes. A usina é um investimento de mais de R$ 100 milhões do Grupo Solví, que atua nos segmentos de gestão de resíduos, saneamento e energia renovável, presente em 16 estados brasileiros também está no Peru, na Argentina e na Bolívia. A Termoverde Caieiras tem potência instalada de 29,5 MW e gera energia limpa a partir do resíduo depositado no aterro sanitário da Essencis.

A usina utiliza como combustível para a geração de energia o gás metano do biogás decorrente da decomposição dos resíduos orgânicos depositados no aterro. A geração de energia a partir do metano é uma forma sustentável de valorização dos gases do aterro, além de gerar créditos de carbono. Sua produção é de 230 mil MWh ao ano, energia equivalente para atender uma cidade de cerca de 300 mil habitantes com energia elétrica sustentável.

Sobre Gemini Energy
A Gemini Energy é uma companhia gestora de sistemas de transmissão, e tem como principal missão manter em pleno funcionamento suas de linhas de transmissão de energia interligadas ao sistema elétrico brasileiro transportando a energia de acordo com os parâmetros de qualidade e serviço determinados pela Aneel, assim como atua com os maiores níveis de governança corporativa e compliance. As principais linhas da Gemini Energy cobrem aproximadamente 1500 km em diversos Estados no Brasil.

Sobre a Omega Energia
A Omega Energia é uma plataforma brasileira que investe em energia 100% limpa e renovável, por meio de desenvolvimento, geração e comercialização de energia. Com a premissa de criar valor tangível para todos os seus stakeholders, desde sua fundação em 2008, a Omega trabalha continuamente pelo propósito de fornecer energia sustentável e contribuir com a prosperidade do País. Presente em seis Estados brasileiros, seu portfólio operacional soma 1,2 GW de capacidade instalada, a partir de ativos 100% renováveis.