UNICEF apoia premiação de professores e coordenadores pedagógicos do Brasil

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) passa a ser parceiro, em 2019, do Prêmio Educador Nota 10. Realizada desde 1998, a premiação se tornou o principal reconhecimento do trabalho de professores e gestores de escolas públicas e privadas de todo o Brasil.

A agência da ONU vai apoiar a iniciativa dando ênfase na necessidade de enfrentar a exclusão e o abandono escolares – problemas que atingem mais de 9 milhões de crianças e adolescentes brasileiros, segundo dados oficiais.

Prêmio nacional é referência no reconhecimento de educadores brasileiros. Foto: UNICEF/Raoni Libório

Prêmio nacional é referência no reconhecimento de educadores brasileiros. Foto: UNICEF/Raoni Libório

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) passa a ser parceiro, em 2019, do Prêmio Educador Nota 10. Realizada desde 1998, a premiação se tornou o principal reconhecimento do trabalho de professores e gestores de escolas públicas e privadas de todo o Brasil.

A agência da ONU vai apoiar a iniciativa dando ênfase na necessidade de enfrentar a exclusão e o abandono escolares – problemas que atingem mais de 9 milhões de crianças e adolescentes brasileiros, segundo dados oficiais.

O prêmio reconhece projetos implementados por professores da educação infantil ao ensino médio e também por coordenadores pedagógicos e gestores escolares. São escolhidos dez vencedores, que recebem cada um a quantia de 15 mil reais. Os educadores premiados também ganham um valor de mil reais destinado à escola onde os projetos são executados. A premiação também elege o Educador(a) do Ano, que recebe ainda mais recursos para a instituição onde trabalha.

O Prêmio Educador Nota 10 está com inscrições abertas até 27/05. Saiba como participar clicando aqui.

Desde 2018, Ítalo Dutra, chefe de Educação do UNICEF Brasil, integra a Academia de Jurados da premiação. O júri é formado por Ana Inoue, diretora do Centro de Estudar Acaia Sagarana/Instituto Acaia; Anna Helena Altenfelder, superintendente do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (CENPEC); Lino de Macedo, professor emérito do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP); e Rodrigo Hübner Mendes, superintendente do Instituto Rodrigo Mendes.

O Prêmio Educador Nota 10 foi criado em 1998 pela Fundação Victor Civita. Desde 2014, a instituição promove a premiação em parceria com Abril, Globo e Fundação Roberto Marinho.

A premiação tem o apoio da Nova Escola, Instituto Rodrigo Mendes e UNICEF e o patrocínio da Fundação Lemann e Somos Educação. Desde 2018, o Prêmio Educador Nota 10 é associado ao Global Teacher Prize, prêmio global de educação.


Comente

comentários