UNICEF apoia cerca de 500 crianças e mulheres retiradas da área sitiada em Homs, na Síria

Cerca de 380 crianças foram vacinadas e aquelas identificadas como vulneráveis foram acompanhadas até um lugar seguro para impedir que fossem separadas de suas famílias.

Menino sírio deslocado em foto de fevereiro de 2012. Crédito da imagem: UNICEF/Alessio Romenzi

Menino sírio deslocado em foto de fevereiro de 2012. Crédito da imagem: UNICEF/Alessio Romenzi

Pelo menos 500 mulheres e crianças estão entre os civis evacuados, nos últimos dias, do centro histórico de Homs, na Síria, numa operação conjunta da ONU com o Crescente Vermelho no país.

Segundo um trabalhador humanitário do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) no terreno, Tarek Hefnawy, as crianças evacuadas “pareciam frágeis e magras”.

Cerca de 380 crianças foram vacinadas e aquelas identificadas como vulneráveis foram acompanhadas até um lugar seguro para impedir que fossem separadas de suas famílias e colocadas, novamente, em risco.

O representante do UNICEF na Síria, Youssouf Abdel Jelil, demonstrou preocupação “com o destino das crianças que permanecem presas em Homs e em outras comunidades sitiadas por toda a Síria”, alertando que “as partes em conflito devem proteger as crianças, respeitar o cessar-fogo e facilitar a entrega de ajuda humanitária”.

Cerca de 20 grávidas estavam entre as pessoas evacuadas. Antes da operação, o UNICEF estimava que mil crianças estivessem sitiadas em Homs.