UNICEF apoia ações de proteção da primeira infância em unidades socioeducativas do RJ

O Departamento Geral de Ações Socioeducativas (DEGASE) do estado do Rio de Janeiro recebe até quinta-feira (19) a Semana do Bebê, agenda proposta pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) em parceria com estados e municípios.

A intenção é mobilizar as unidades socioeducativas a promover atividades sobre maternidade, paternidade e a primeira infância com os adolescentes que cumprem medidas socioeducativas e suas famílias.

O evento, que foi realizado pela primeira vez no DEGASE em 2016, tem o objetivo de valorizar a proteção da primeira infância. Foto: Rio Solidário/Marcia Costa

O evento, que foi realizado pela primeira vez no DEGASE em 2016, tem o objetivo de valorizar a proteção da primeira infância. Foto: Rio Solidário/Marcia Costa

O Departamento Geral de Ações Socioeducativas (DEGASE) do estado do Rio de Janeiro recebe até quinta-feira (19) a Semana do Bebê, agenda proposta pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) em parceria com estados e municípios.

A abertura do evento ocorreu nesta quarta-feira (18), na Escola de Gestão Socioeducativa Paulo Freire, na Ilha do Governador, na capital fluminense.

Participaram da mesa de abertura representantes de UNICEF, DEGASE, Instituto Alana, Secretarias Municipais de Educação e Saúde, Coordenadoria Judiciária de Articulação das Varas da Infância e Juventude e Idoso (CEVIJ), Defensoria Pública e Centro de Criação de Imagem Popular (CECIP).

No primeiro dia, foi promovida uma ação de reconhecimento de paternidade por meio do projeto “Pai Presente”, da Corregedoria Nacional de Justiça. O projeto, atuante em unidades escolares e socioeducativas, tem o objetivo de estimular o reconhecimento de paternidade de pessoas sem o registro.

O evento, que foi realizado pela primeira vez no DEGASE em 2016, tem o objetivo de valorizar a proteção da primeira infância e tornar o direito à sobrevivência e ao desenvolvimento de crianças de até 6 anos prioridade na agenda dos serviços e políticas públicas.

A intenção é mobilizar as unidades socioeducativas a promover atividades sobre maternidade, paternidade e a primeira infância com os adolescentes que cumprem medidas socioeducativas e suas famílias.

A cada edição, ocorrem discussões sobre temas como mortalidade infantil, aleitamento materno, gravidez na adolescência, paternidade, formação de vínculo e estimulação do bebê, por meio da organização de oficinas, atividades lúdicas e culturais.

Serão realizadas atividades com os socioeducandos no Centro de Socioeducação Dom Bosco (Cense Dom Bosco), no Centro de Socioeducação Professor Antônio Carlos Gomes da Costa (Cense PACGC) e na Escola João Luiz Alves (EJLA).