UNICEF alerta para graves violações dos direitos das crianças no Mali

Fundo das Nações Unidas para a Infância pede 33,6 milhões de dólares para suprir emergências provocadas por crise alimentar, deslocamento forçado e conflito armado.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) alerta para as graves violações dos direitos das crianças no norte do Mali, e pede 33,6 milhões de dólares para respostas de emergência.

“As crianças no norte do Mali já não estão à beira de um desastre. Agora o desastre está aqui”, disse o Vice-Representante do UNICEF no país, Frederic Sizaret. “Muitas estão sofrendo de desnutrição e deslocamento, muitas estão fora da escola, e agora há relatos de graves violações dos direitos das crianças.”

O Mali está entre as várias nações da região do Sahel, na África Ocidental, que está sofrendo com a crise alimentar resultante da seca prolongada. A parte norte do país também tem sido testemunha de confrontos entre as forças governamentais e rebeldes tuaregues desde janeiro, levando ao deslocamento em massa de civis. A maioria dos que foram obrigados a deixar as aldeias busca refúgio em países vizinhos.