UNICEF: Adolescentes brasileiros discutem acesso a água, saneamento e higiene em evento no Tadjiquistão

Os dois brasileiros que participaram do Fórum Infanto-Juvenil sobre Água, Saneamento e Higiene em Duchambe, capital do Tdajiquistão, são Alessa Suzimono, 16, do Ceará, e Djeison Rique Barazetti, 17, do Mato Grosso.

Alessa, 16, e Djeison, 17, representam o Brasil no Fórum Infanto-Juvenil. Foto: UNICEF.

Alessa, 16, e Djeison, 17, representam o Brasil no Fórum Infanto-Juvenil. Foto: UNICEF.

Dois adolescentes brasileiros participaram do Fórum Infanto-Juvenil sobre Água, Saneamento e Higiene em Duchambe, capital do Tadjiquistão, de 6 a 8 de junho. O fórum, organizado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), em parceria com a sociedade civil e o governo do Tadjiquistão, reuniu 60 adolescentes de 13 países em preparação para a Conferência Internacional de Alto Nível “Água para a Vida”, realizada no mesmo local nos dias 9 e 10 de junho, com a presença de lideranças mundiais, incluindo o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.

Entre os objetivos do Fórum Infanto-Juvenil, está a troca de experiências sobre os desafios e possibilidades para garantir o direito a água de qualidade, ao saneamento e à higiene para todas as crianças e adolescentes, em todos os lugares e em todas as fases da vida nas suas casas, escolas e comunidade. Como resultado do encontro, os adolescentes vão preparar uma “Chamada para Ação”, que será apresentada às autoridades presentes na Conferência Internacional, como um alerta sobre o impacto do acesso à água em sua vida.

Os dois brasileiros presentes no fórum do Tadjiquistão são Alessa Suzimono, 16, do Ceará, e Djeison Rique Barazetti, 17, do Mato Grosso. Alessa e Djeison integram o grupo de adolescentes que apoiam a Secretaria dos Direitos Humanos na preparação da 10ª Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, prevista para o segundo semestre de 2015, em Brasília. Em seus municípios e Estados, eles mobilizam outros adolescentes para as conferências municipais e estaduais.