União Internacional de Telecomunicações lança iniciativa para impulsionar cidades inteligentes

A União Internacional de Telecomunicações (UIT) e a Comissão Econômica das Nações Unidas para a Europa (UNECE) lançaram a iniciativa global United for Smart Sustainable Cities (U4SSC), cujo objetivo é impulsionar a adoção de tecnologias de informação e comunicação para cidades mais inteligentes e sustentáveis.

Cidades brasileiras têm criado projetos para adoção de lâmpadas de LED. Foto: Wikicommons/AnneMarie (CC)

Iniciativa da UIT pretende ajudar a atingir a meta 11 dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas, que prevê tornar as cidades e assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis. Foto: Wikicommons/AnneMarie (CC)

A União Internacional de Telecomunicações (UIT) e a Comissão Econômica das Nações Unidas para a Europa (UNECE) lançaram em meados de maio a iniciativa global United for Smart Sustainable Cities (U4SSC), cujo objetivo é impulsionar o uso das tecnologias de informação e comunicação nas políticas públicas para uma transição rumo a cidades inteligentes e sustentáveis.

A iniciativa pretende ajudar a atingir a meta 11 dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas, que prevê tornar as cidades e assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis.

A ação global U4SSC, que está aberta a todas as agências das Nações Unidas, municipalidades, indústrias, academia e outros atores relevantes, focará na integração das tecnologias de informação e comunicação nas operações urbanas e na adoção de padrões internacionais e indicadores de desemprenho.

“As tecnologias de informação e comunicação tornaram-se centrais para a inovação em cada esfera da atividade social e econômica, tornando a colaboração essencial na maximização da contribuição dessas tecnologias para o desenvolvimento sustentável”, disse o secretário-geral da UIT, Houlin Zhao.

“A iniciativa global U4SSC reunirá atores dos setores privado e público para garantir uma aplicação coerente e integrada das tecnologias da informação e comunicação dentro de cidades inteligentes e sustentáveis”, disse o vice-secretário-geral da UIT, Malcolm Johnson.

“Vivemos em um mundo conectado e vemos novos mercados e produtos fascinantes nos quais produtos e serviços físicos e tecnologias digitais se fundem e se movem juntos”, disse o secretário-executivo da UNECE, Christian Friis Bach.

“A revolução digital pode nos ajudar a criar transporte inteligente, sistemas de energia inteligentes, eficiência de energia e sociedades transparentes e abertas. Pode nos ajudar a criar o desenvolvimento sustentável. Mas para conseguir isso precisamos de confiança e previsibilidade, e padrões comuns e neutros que possam trabalhar entre fronteiras e tecnologias.”

A U4SSC foi lançada em fórum da UIT e da UNECE realizado em Roma, na Itália, em 18 e 19 de maio. As organizações apresentaram na ocasião indicadores de desemprenho desenvolvidos para mostrar o grau de “inteligência” e de sustentabilidade das cidades, em linha com os ODS das Nações Unidas. Dubai, Cingapura, Manizales, Montevidéu, Buenos Aires, Valência, Rimini e outras cidades selecionadas já concordaram em testar esses indicadores.

O fórum foi concluído com a Declaração de Roma, que apresentou dez pontos para a transição das cidades tradicionais para as cidades “inteligentes” e sustentáveis. A declaração promove o uso dos indicadores e padrões técnicos a serviço dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável no contexto urbano, e enfatiza o valor de modelos de governança inclusivos nas cidades.

Saiba mais sobre a iniciativa clicando aqui.