UNFPA oferece selo de qualidade a serviços e profissionais de saúde do oeste do Paraná

Selo reconhecerá iniciativas e profissionais que garantem os direitos dos adolescentes nos atendimentos de saúde. Foto: PublicDomainArchive/Pixabay.

Foi lançado na última segunda-feira (25) edital de abertura de inscrições para equipes e serviços de saúde do oeste do Paraná que queiram receber selo em reconhecimento ao atendimento oferecido a adolescentes.

A iniciativa “Chega Mais – Selo de Qualidade de Serviços para Adolescentes” é uma certificação oferecida pelo Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e que chega ao oeste paranaense por meio de uma parceria com a ITAIPU Binacional.

Podem se inscrever profissionais e serviços de saúde dos 51 municípios que aderiram ao projeto Prevenção e Redução da Gravidez Não Intencional na Adolescência nos Municípios do Oeste do Paraná, outra parceria entre o UNFPA e a ITAIPU Binacional.

O selo é concedido a partir de critérios de qualidade que envolvem desde acesso a um serviço livre de discriminação; a integração em diferentes frentes de atendimento; a educação permanente de profissionais; e a participação social.

A certificação reconhece iniciativas novas e também as que já fazem parte do conjunto de serviços oferecidos pelos municípios. O selo é também uma oportunidade para que outros serviços possam vir a se qualificar na busca pela garantia de direitos de milhares de adolescentes.

Podem participar equipes de Estratégias Saúde da Família (ESF); equipes e serviços de saúde municipais; Centros de Atenção Psicossocial; Maternidades; Centros de Especialidades Odontológicas; dentre outros.

Ficam impedidos de concorrer à certificação instituições de saúde suplementar; Organizações Sociais prestadoras de serviços de saúde na rede pública no Estado do Paraná; e as Organizações das Comissões Avaliadoras.

Como solicitar o selo

“Chega Mais – Selo de Qualidade de Serviços para Adolescentes” é uma iniciativa UNFPA Brasil e ITAIPU Binacional. Imagem: UNFPA Brasil.

Para se inscrever, é necessário que as equipes sejam formadas por ao menos um servidor municipal, responsável pela inscrição.

O edital, com todos os detalhes e prazos, está disponível aqui.

Após ler o edital, é necessário fazer o download de um modelo de relato de experiência, disponível aqui.

Com o relato preenchido e salvo em PDF, e com as informações de todos os membros da equipe, é possível enviar a inscrição por meio do formulário que está disponível aqui.