UNFPA e ITAIPU capacitam profissionais de saúde, educação e assistência social no Paraná

Cerca de 200 profissionais de saúde, educação e assistência social que trabalham com o atendimento de adolescentes devem participar das duas primeiras oficinas do projeto Prevenção e Redução da Gravidez Não Intencional na Adolescência nos Municípios do Oeste do Paraná. As atividades serão realizadas em 10 e 11 de junho, nas cidades de Pato Bragado e Medianeira, respectivamente, e têm como tema Adolescências e Direitos.

Entre os objetivos da ação estão o fortalecimento da autoconfiança de profissionais da rede de atendimento, a formação com relação aos direitos e a construção de uma rede qualificada e acolhedora para adolescentes em unidades de saúde, escolas e nos serviços de assistência social. Serão feitas atividades participativas, com troca de experiências e informações. Também haverá exercícios e práticas para despertar a criatividade dos integrantes para soluções de problemas e fortalecimento das capacidades sociais e emocionais.

As ações de formação fazem parte do eixo Saúde do projeto Prevenção e Redução da Gravidez Não Intencional na Adolescência nos Municípios do Oeste do Paraná. Foto: EBC/Marcello Casal Jr

As ações de formação fazem parte do eixo Saúde do projeto Prevenção e Redução da Gravidez Não Intencional na Adolescência nos Municípios do Oeste do Paraná. Foto: EBC/Marcello Casal Jr

Cerca de 200 profissionais de saúde, educação e assistência social que trabalham com o atendimento de adolescentes devem participar das duas primeiras oficinas do projeto Prevenção e Redução da Gravidez Não Intencional na Adolescência nos Municípios do Oeste do Paraná. As atividades serão realizadas em 10 e 11 de junho, nas cidades de Pato Bragado e Medianeira, respectivamente, e têm como tema Adolescências e Direitos.

Entre os objetivos da ação estão o fortalecimento da autoconfiança de profissionais da rede de atendimento, a formação com relação aos direitos e a construção de uma rede qualificada e acolhedora para adolescentes em unidades de saúde, escolas e nos serviços de assistência social. Serão feitas atividades participativas, com troca de experiências e informações. Também haverá exercícios e práticas para despertar a criatividade dos integrantes para soluções de problemas e fortalecimento das capacidades sociais e emocionais.

Para a oficina do dia 10, em Pato Bragado, são esperados profissionais dos municípios de Guaíra, Terra Roxa, Mercedes, Nova Santa Rosa, Marechal Cândido Rondon, Pato Bragado, Entre Rios do Oeste, São José das Palmeiras e Santa Helena. No dia 11, em Medianeira, participam equipes dos municípios de Missal, Itaipulândia, Ramilândia, Medianeira, Matelândia, São Miguel do Iguaçu, Serranópolis do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu e Foz do Iguaçu.

A realização dessa mesma oficina ainda está prevista para acontecer em outros três territórios durante o mês de julho, alcançando, assim, as 51 cidades que participam do projeto. A participação é gratuita e as vagas são limitadas a profissionais indicados pelo próprio município. Ainda em 2019, outras cinco atividades de temas diferentes ligados à adolescência serão realizadas. A previsão é de que, no total, mais de 500 especialistas passem pelo ciclo de capacitações.

As ações de formação fazem parte do eixo Saúde do projeto Prevenção e Redução da Gravidez Não Intencional na Adolescência nos Municípios do Oeste do Paraná. Iniciado em 2018, o projeto também prevê atividades em Educação, Gestão do Conhecimento e Comunicação. As capacitações têm foco no desenvolvimento socioeconômico, criando e ampliando oportunidades para que adolescentes e jovens ajudem na construção de serviços acolhedores de saúde e também tenham garantidas condições de ampliar suas habilidades para a vida e competências sociais e emocionais.