UNFPA Brasil avalia o seu programa para o país e impacto alcançado

A avaliação irá abranger todas as atividades planejadas e realizadas durante o período de 2012-2014 dentro de cada área do programa do UNFPA e os impactos das ações isoladas e integradas em cada temática para o desenvolvimento do país e a prática da promoção de direitos.

Foto: UNFPA

Foto: UNFPA

O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) no Brasil começou em julho a fase de planejamento da avaliação de seu 5º Programa de País (2012-2015) com um encontro em Brasília entre a equipe avaliadora, o escritório de país do UNFPA e representantes de instituições nacionais que integram o grupo de referência que acompanhará todo o processo. A avaliação acontece até dezembro com o objetivo de analisar o desempenho das áreas programáticas e posicionamento estratégico da instituição no país nos últimos três anos.

A avaliação irá abranger todas as atividades planejadas e realizadas durante o período de 2012-2014 dentro de cada área do programa do UNFPA – saúde e direitos reprodutivos, juventude, cooperação sul-sul, dinâmica populacional e desenvolvimento sustentável – e os impactos das ações isoladas e integradas em cada temática para o desenvolvimento do país e a prática da promoção de direitos.

O 1º Programa de País do UNFPA no Brasil aconteceu entre os anos 1992 e 1997, todos foram realizados em parceria com o governo brasileiro, em especial com a Agência Brasileira de Cooperação do Ministério das Relações Exteriores (ABC/MRE), e outros órgãos federais, estaduais e municipais.

De acordo com o representante do UNFPA no Brasil, Jaime Nadal, “esse processo de avaliação é essencial para nossa reflexão sobre como podemos avançar e ser mais estratégicos para o país. Estamos a serviço do Brasil e o que queremos é que nosso programa seja relevante para o desenvolvimento”.