UNESCO manifesta preocupação com grande número de incêndios no Pantanal

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), por meio do Centro do Patrimônio Mundial (WHC) e do Programa O Homem e a Biosfera (MAB), disse observar com atenção e preocupação o grande número de incêndios têm atingido a região ecológica do Pantanal nas últimas semanas.

O pantanal é uma das seis Reservas da Biosfera localizadas no Brasil. Foto: Flickr/Denis Gustavo

O pantanal é uma das seis Reservas da Biosfera localizadas no Brasil. Foto: Flickr/Denis Gustavo

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), por meio do Centro do Patrimônio Mundial (WHC) e do Programa O Homem e a Biosfera (MAB), disse observar com atenção e preocupação o grande número de incêndios têm atingido a região ecológica do Pantanal nas últimas semanas.

Segundo informações prestadas por especialistas e bombeiros do local, bem como dados de satélite do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), várias dezenas de milhares de hectares deste território (equivalente a oito vezes a área da cidade de São Paulo) têm sido destruídas como resultado de incêndios desde julho.

A UNESCO afirma que, de acordo com as informações disponíveis, alguns desses incêndios podem estar ocorrendo no sítio do Patrimônio Mundial “Área de Conservação do Pantanal” e na Reserva da Biosfera do Pantanal, ou em áreas ao seu redor.

O WHC da UNESCO e o secretariado do Programa MAB elogiaram os esforços das autoridades competentes para lidar com a situação e disseram estarem prontos para mobilizar apoio técnico e financeiro.

“É importante fazer tudo o que for humanamente possível para superar este flagelo que ameaça a biodiversidade daquela que é também a maior zona úmida do planeta”, afirmaram o diretor do WHC, Mechtild Rössler, e o secretário do MAB, Miguel Clüsener-Godt.

O Pantanal se estende principalmente pelos estados brasileiros de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, e pelos territórios da Bolívia e do Paraguai.

Em 2000, parte dessa região ecológica, a chamada “Área de Conservação do Pantanal”, que representa 1,3% do Pantanal brasileiro, foi inscrita na Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO. No mesmo ano, 26,4 milhões de hectares foram designados Reserva da Biosfera da UNESCO.

Terceira maior reserva da biosfera do mundo, a Reserva da Biosfera do Pantanal abriga uma diversidade de flora e fauna particularmente valiosa, contendo pelo menos 4,7 mil espécies descritas. Além disso, quase 2 milhões de pessoas vivem no sítio do Patrimônio Mundial e na Reserva da Biosfera.