UNESCO lança campanha no Brasil sobre direitos humanos

A campanha via Facebook, Compartilhando Direitos Humanos, começa nesta terça-feira (9) e se estende até o domingo (14). Participe, escolha um artigo da Declaração de Direitos Humanos com o qual você mais se identifica e expresse o que sente em relação ao artigo escolhido.

Pôster da Declaração Universal publicado pela ONU em 1949. Foto: ONU

Pôster da Declaração Universal publicado pela ONU em 1949. Foto: ONU

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), lançou, nesta terça-feira (9) a campanha Compartilhando Direitos Humanos, como parte de suas atividades de comemoração do Dia dos Direitos Humanos, comemorado mundialmente em 10 de dezembro.

Seu objetivo é popularizar o conteúdo da Declaração Universal dos Direitos Humanos a um público mais amplo. Desde sua aprovação, em 1948, a Declaração foi traduzida para mais de 360 idiomas e inspirou as constituições de muitos Estados e democracias recentes.

Para a campanha, a UNESCO desenvolveu um aplicativo para o Facebook que possibilita ao internauta escolher com qual artigo da Declaração de Direitos Humanos mais se identifica e expressar o que sente em relação ao artigo escolhido. A avaliação pode ser feita com relação e um ou mais artigos. A participação é aberta a todos.

“Compartilhar a ideia dos direitos humanos criando condições para a sua implementação é, em nossa opinião, a melhor forma de celebrar o Dia. Ainda mais quando damos voz à manifestação das pessoas sobre os artigos, possibilitando-lhes dar um significado a seu sentimento individual”, explica a Representante Adjunta e Diretora da Área Programática da UNESCO no Brasil, Marlova Jovchelovitch Noleto.

Uma balanço da campanha, que vai até o domingo, dia 14, será divulgado na página UNESCO na Rede no Facebook mostrando os artigos mais comentados ao longo da campanha e os sentimentos associados a eles.

Conheça o aplicativo aqui: http://bit.ly/app_dir_humanos

A Declaração Universal de Direitos Humanos na íntegra e as ações das Nações Unidas no tema estão disponíveis no site: http://www.dudh.org.br/