UNESCO inclui 10 novos nomes no Registro Nacional do Brasil do Programa Memória do Mundo

Evento, no Arquivo Nacional do Rio de Janeiro, aconteceu nesta quinta-feira (11).

Imagem do arquivo nacional de Nise da Silveira, parte do programa da UNESCO. Foto: Divulgação

Imagem do arquivo nacional de Nise da Silveira, parte do programa da UNESCO. Foto: Divulgação

Neste quinta-feira (11), dez novos documentos e fundos documentais foram incluídos no Registro Nacional do Brasil do Programa Memória do Mundo, da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).

Em cerimônia no Arquivo Nacional do Rio de Janeiro, Certificados do Registro foram entregues para:

  • Acervo Documental e Iconográfico de Abdias Nascimento, proposto pelo Instituto de Pesquisa e Estudos Afro-Brasileiros (Ipeafro).
  • Acervo Educador Paulo Freire (1921-2013), proposta conjunta pela sra. Ana Maria Araújo Freire e pelo Instituto Paulo Freire.
  • Arquivo Pessoal Nise da Silveira, proposto pela Sociedade Amigos do Museu de Imagens do Inconsciente.
  • Cartas Andradinas, proposto pela Fundação Biblioteca Nacional / Ministério da Cultura.
  • Coleção Francisco Curt Lange de Documentos Musicais, proposta pelo Museu da Inconfidência / IBRAM / Ministério da Cultura.
  • Fundo Plínio Salgado, proposto pelo Arquivo Público e Histórico do Município de Rio Claro.
  • O Jornal Abolicionista A Redempção (1887-1899), proposto pelo Arquivo Público do Estado de São Paulo.
  • Primeiro Empréstimo Externo Brasileiro, proposto pela Superintendência de Administração do Ministério da Fazenda no Estado do Rio de Janeiro (SAMF/RJ) – Museu da Fazenda Federal. Superintendência de Administração do Ministério da Fazenda no Estado do Rio de Janeiro (SAMF/RJ) – Museu da Fazenda Federal.
  • Série “Aforamentos”, proposto pelo Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro.
  • Série “Falas do Trono (1826-1889) – Fundo Assembleia Geral Legislativa do Império”, proposto pelo Senado Federal.

O programa da UNESCO reconhece como patrimônio da humanidade documentos, arquivos e bibliotecas de grande valor internacional, regional e nacional, inscrevendo-os nos Registros e conferindo-lhes certificados que os identificam, tendo como objetivo estimular a preservação e a ampla difusão desse acervo.