UNESCO diz estar pronta para apoiar reconstrução de Notre-Dame após incêndio devastador

Dois terços do telhado da catedral de Notre-Dame, em Paris, “se foram” após o incêndio devastador na tarde de segunda-feira (15), mas especialistas em cultura das Nações Unidas disseram estar prontos para ajudar no que for necessário para a reconstrução da estrutura icônica. Esta foi a mensagem de Mechtild Rössler, diretora do Centro de Patrimônios da Humanidade da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), após visitar o local nesta terça-feira (16).

Catedral de Notre-Dame após incêndio em Paris. Seções da catedral estavam passando por extensas reformas. Foto: UNESCO/George Papagiannis

Catedral de Notre-Dame após incêndio em Paris. Seções da catedral estavam passando por extensas reformas. Foto: UNESCO/George Papagiannis

Dois terços do telhado da catedral de Notre-Dame, em Paris, “se foram” após o incêndio devastador na tarde de segunda-feira (15), mas especialistas em cultura das Nações Unidas disseram estar prontos para ajudar no que for necessário para a reconstrução da estrutura icônica. Esta foi a mensagem de Mechtild Rössler, diretora do Centro de Patrimônios da Humanidade da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), após visitar o local nesta terça-feira (16).

Em entrevista ao UN News, Rössler disse ter visto pessoas chorando do lado de fora do símbolo da cidade e da nação, ainda tentando entender a escala do desastre.

“Vi muitas e muitas pessoas saindo do metrô em direção a Notre-Dame, tenho que dizer que muitas ainda estão em estado de choque, porque não se trata apenas de um prédio da comunidade cristã, mas de todos nós”, disse. “Realmente, é um símbolo universal e é o centro da França. Acho que isso está chocando as pessoas profundamente e elas perderam algo que é parte de suas identidades”.

Rössler afirmou que uma equipe de especialistas da UNESCO está pronta para investigar a estabilidade das pedras e possíveis danos a vitrais, ecoando um comunicado da diretora-geral da UNESCO, Audrey Azoulay, anunciando que uma “rápida avaliação” será realizada o mais rápido possível com autoridades.

Após visitar o local na noite de segunda-feira, Azoulay disse estar com o “coração partido”. A catedral é parte do Patrimônio da Humanidade conhecido oficialmente como “Paris, Margens do Sena”, adicionado à lista de patrimônios em 1991.

“Notre-Dame representa um incrível patrimônio historicamente, arquitetonicamente, e espiritualmente, universal. É também um monumento do patrimônio literário, um local que é único em nosso imaginário coletivo”, disse a chefe da UNESCO.

Segundo Azoulay, as chamas que cercaram a catedral, mas que aparentam ter deixado as pedras medievais intactas, “nos lembram do poder do patrimônio que conecta uns aos outros”. “Estamos recebendo mensagens de apoio de todo o mundo”.

A catedral, cuja construção começou na década de 1160 e se estendeu por mais de um século, é considerada o maior exemplo do estilo gótico francês de arquitetura, com inovadoras abóbodas e pilares, vitrais e ornamentos esculpidos.


Comente

comentários