UNESCO destaca as vozes de mulheres ao imaginar o mundo pós-pandemia

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) convidou as principais pensadoras, artistas e ativistas de diversas áreas, que vão desde a climatologia às relações internacionais, passando pela física e pelos estudos africanos, para expressar suas opiniões sobre os desafios e as oportunidades que o mundo enfrentará após a pandemia da COVID-19.

Os primeiros vídeos publicados hoje oferecem uma perspectiva feminina sobre questões relacionadas ao meio ambiente, à educação e às relações internacionais que vêm à tona durante a atual crise mundial. A UNESCO optou por destacar as perspectivas femininas em seus primeiros vídeos, uma vez que, com muita frequência e em muitas partes do mundo, o pensamento sobre essas questões prementes continua sendo dominado por vozes masculinas.

As seis primeiras mulheres inspiradoras apresentadas no Fórum de Ideias da UNESCO são: Katharine Hayhoe (Canadá), cientista do clima, diretora do Centro de Ciências Climáticas da Texas Tech University, professora de ciências políticas e defensora da Terra da ONU; Fadia Kiwan (Líbano), professora de ciências políticas, diretora-geral da Organização das Mulheres Árabes e membro do Comitê Científico do Programa da UNESCO Management of Social Transformations (UNESCO-MOST); Sara Purca (Peru), pesquisadora do Instituto do Mar Peruano, vencedora do Prêmio L’Oréal-UNESCO Para Mulheres na Ciência no Peru (2017); N’Dri Assie-Lumumba (Costa do Marfim), professora do Centro de Estudos e Pesquisas Africana da Universidade de Cornell e presidente do Comitê Científico Consultivo do Programa UNESCO-MOST; Sakiko Fukuda-Parr (Japão), professora de relações internacionais e diretora do Painel Independente da Universidade de Oslo sobre Governança Global para a Saúde; e Márcia Barbosa (Brasil), física, diretora da Academia Brasileira de Ciências e vencedora do Prêmio L’Oréal-UNESCO Para Mulheres na Ciência (2013).

Nos próximos meses, novas contribuições de mulheres e homens de destaque de todas as partes do mundo, que trabalham em uma ampla variedade de disciplinas, serão incluídas na plataforma do Fórum de Ideias da UNESCO.

Ao produzir sua série Fórum de Ideias, a UNESCO cumpre sua missão como um laboratório aberto e inclusivo de ideias, que tem como objetivo contribuir para o pensamento estratégico sobre os programas da Organização. A UNESCO também espera que essa série inspire os formuladores de políticas nacionais e ofereça uma contribuição positiva à governança global.