UNAIDS recebe prêmio de ciência e medicina concedido por organização norte-americana

O Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) recebeu na semana passada (9) em Palm Springs, nos Estados Unidos, o prêmio de ciência e medicina concedido pela organização Desert AIDS Project.

A homenagem foi feita durante o 25º Prêmio Anual Humanitário Steve Chase. A diretora-executiva adjunta para gestão e governança do UNAIDS, Gunilla Carlsson, representou o programa da ONU na ocasião.

O Desert AIDS Project oferece serviços de prevenção, tratamento e cuidados para pessoas vivendo com HIV e afetadas pelo vírus em toda a área de Palm Springs.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) recebeu na semana passada (9) em Palm Springs, nos Estados Unidos, o prêmio de ciência e medicina concedido pela organização Desert AIDS Project.

A homenagem foi feita durante o 25º Prêmio Anual Humanitário Steve Chase. A diretora-executiva adjunta para gestão e governança do UNAIDS, Gunilla Carlsson, representou o programa da ONU na ocasião.

“O UNAIDS está profundamente honrado em receber o Prêmio de Ciência e Medicina de uma organização como o Desert AIDS Project, que fez, e continua a fazer, uma incrível contribuição para a resposta à AIDS”, disse Gunilla.

“Aceitamos este prêmio em nome de todas as pessoas que trabalham para garantir que ninguém seja deixado para trás ou excluído dos serviços de HIV que salvam vidas”, completou.

A diretora para gestão e governança do UNAIDS foi ao palco acompanhada de Musah Lumumba El-nasoor, líder de equipe da Aliança Jovem da África Oriental e do Sul sobre Saúde Sexual e Reprodutiva e HIV.

“O UNAIDS está mobilizando apoio político, estabelecendo o ritmo e a agenda global, para garantir que a ciência seja combinada com os recursos e ferramentas necessários para fornecer resultados para todas as pessoas, incluindo aquelas à margem da sociedade”, disse El-nasoor.

Batizada com o nome de um dos primeiros financiadores do Desert AIDS Project, o designer Steve Chase, a cerimônia anual é o maior evento de arrecadação de fundos, e um evento importante no calendário social de Palm Springs.

Steve Chase morreu de uma doença relacionada ao HIV em 1994, aos 52 anos, e marcou a história do Desert AIDS Project por seu trabalho filantrópico e capacidade de mobilizar pessoas. A primeira cerimônia do Prêmio Steve Chase foi realizada em sua homenagem, no ano de 1995.

O Desert AIDS Project oferece serviços de prevenção, tratamento e cuidados para pessoas vivendo com HIV e afetadas pelo vírus em toda a área de Palm Springs.

Criado por um grupo de voluntários em 1984, o projeto está atualmente arrecadando fundos para expandir sua sede. Com o apoio de voluntários e doadores, espera-se que os fundos recentemente arrecadados ajudem a atender às necessidades de cuidados de saúde de 10 mil pessoas, muitas destas, pessoas vivendo com HIV.

A premiação teve a participação de cerca de 2 mil pessoas e faturou mais de 1 milhão de dólares, que serão acrescentados aos 13 milhões de dólares já arrecadados anteriormente. São necessários 20 milhões de dólares para concretizar o plano de expansão do Project AIDS Desert.

“Se todos nós, incluindo o Desert AIDS Project, trabalharmos juntos com a liderança das Nações Unidas e, principalmente do UNAIDS, alcançaremos o que antes era considerado impossível: o fim da AIDS”, disse David Brinkman, presidente-executivo do Desert AIDS Project.

Entre os vencedores do prêmio de Ciência e Medicina do ano passado estão Michael Gottlieb, Desmond Tutu e Anthony Fauci.


Comente

comentários