UNAIDS recebe a Embaixadora de Boa Vontade Wanessa Camargo para planejar ações de apoio à iniciativa #ZeroDiscriminação

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

A cantora Wanessa Camargo esteve em Brasília (25/9) para se reunir com a equipe do UNAIDS Brasil e traçar o planejamento para seu apoio e participação em ações e campanhas previstas para este ano e para o início de 2019. No próximo dia 1º de dezembro, Dia Mundial contra a AIDS, Wanessa completará três anos como Embaixadora de Boa Vontade do UNAIDS.

Wanessa Camargo (ao centro) com a equipe do UNAIDS Brasil. Foto: UNAIDS

Wanessa Camargo (ao centro) com a equipe do UNAIDS Brasil. Foto: UNAIDS

A cantora Wanessa Camargo esteve em Brasília (25/9) para se reunir com a equipe do UNAIDS Brasil — o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS — e traçar o planejamento para seu apoio e participação em ações e campanhas previstas para este ano e para o início de 2019.

No próximo dia 1º de dezembro — Dia Mundial contra a AIDS —, Wanessa completará três anos como Embaixadora de Boa Vontade do UNAIDS, celebrando um período marcado por diversas ações de apoio à iniciativa #ZeroDiscriminação do UNAIDS e às ações de resposta à epidemia de HIV promovidas pelo organismo da ONU.

Durante a visita a Brasília, Wanessa se encontrou com a diretora do UNAIDS no Brasil, Georgiana Braga-Orillard, e teve a oportunidade de se reunir com toda a equipe para um momento de perguntas e respostas sobre os temas mais importantes do momento, em especial, a epidemia de HIV entre jovens e populações-chave e o impacto negativo do estigma e da discriminação sobre pessoas vivendo com HIV e sobre as populações mais vulneráveis à epidemia.

“Quero aproveitar o momento, aqui com toda a equipe do UNAIDS reunida, para agradecer mais uma vez por todo seu esforço e toda sua dedicação à resposta à AIDS”, disse a diretora do UNAIDS. “Seu engajamento com a visão de Zero Discriminação, que já era forte antes de sua nomeação como Embaixadora, tem nos ajudado bastante a levar essas mensagens para muito além do que conseguiríamos sozinhos.”

Um reencontro especial marcou esta visita de Wanessa ao UNAIDS. Três anos atrás, momentos antes de sua nomeação como Embaixadora do UNAIDS, a cantora se reuniu com cerca de dez jovens lideranças de populações-chave para a resposta ao HIV e à AIDS, na sede do UNAIDS, em Brasília. Entre esses jovens, estava a paraibana Ayune Bezerra, mulher trans e ativista, que acabara de participar do curso de formação de novas lideranças feito em parceria entre o UNAIDS e o Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/AIDS e das Hepatites Virais (DIAHV) do Ministério da Saúde.

Wanessa Camargo com a paraibana Ayune Bezerra, mulher trans e ativista. Foto: UNAIDS

Wanessa Camargo com a paraibana Ayune Bezerra, mulher trans e ativista. Foto: UNAIDS

Trabalhando atualmente como consultora do UNAIDS, Ayune falou sobre como a trajetória profissional de pessoas trans ainda é repleta de obstáculos. “Infelizmente, muitas e muitos de nós ainda sofrem com a violência, dentro e fora de casa. Ainda é muito difícil persistir nos estudos e alcançar a faculdade”, destacou Ayune. “A pessoa trans precisa, antes de tudo, aprender a sobreviver, para só então aprender a viver.”

“Desde o início da minha carreira, eu ouço e recebo muitas histórias dos meus fãs que relatam a dificuldade que ainda enfrentam simplesmente por serem quem são: trans, gays, lésbicas, bissexuais, dessa ou daquela religião”, contou Wanessa. “Eu vejo que avançamos em muitas frentes e fico feliz de ver que muito mais pessoas têm a coragem, como você, de dizer abertamente o que sentem ou como querem viver suas vidas. Mas nestes momentos de incerteza e de aumento da violência, nós temos que nos unir. A comunidade LGBTI precisar estar mais unida do que nunca, para celebrar as conquistas e para garantir que não tenhamos retrocesso: nenhum direito a menos! Nós temos que fazer essa pauta avançar ainda mais.”

Equipe do UNAIDS recebe a cantora e Embaixadora de Boa Vontade do Programa, Wanessa Camargo. Foto: UNAIDS

Equipe do UNAIDS recebe a cantora e Embaixadora de Boa Vontade do Programa, Wanessa Camargo. Foto: UNAIDS

Durante a visita, o UNAIDS apresentou a Wanessa o conteúdo de algumas campanhas e projetos previstos até o Dia Mundial contra a AIDS deste ano e até o Dia Mundial de Zero Discriminação (1º de março), além de peças e vídeos do projeto Luz, Câmera, Zero Discriminação, feito em São Paulo, em parceria com o MAC AIDS Fund e o município de São Paulo, uma das cidades signatárias da Declaração de Paris e do compromisso de acelerar a resposta ao HIV até 2020.

Os vídeos produzidos por participantes do curso de formação em audiovisual serão lançados em outubro, com apoio de Wanessa e dos também Embaixadores de Boa Vontade do UNAIDS, Mateus Solano e Glória Maria.

“Eu já fui parceira da MAC Cosmetics para a promoção do batom Viva Glam e fico feliz de saber que uma parte da renda obtida com a venda deste produto, que vai para esse fundo de AIDS da MAC, foi utilizada para uma ação como esta aqui no Brasil”, disse Wanessa. “Essa inclusão de pessoas trans e pessoas LGBT no mercado de trabalho é fundamental para garantirmos que todas as pessoas tenham oportunidades iguais de crescimento pessoal e profissional. Tenho certeza de que esses vídeos vão inspirar muitas outras pessoas e muitos empresários para que abram suas portas para esses profissionais.”

Para 2018, além de apoiar o lançamento destes vídeos, Wanessa irá apoiar o UNAIDS na mobilização de seus fãs e seguidores para mensagens sobre a importância da testagem para HIV — tema central adotado mundialmente pelo UNAIDS para celebrar o 30º aniversário do Dia Mundial contra a AIDS, celebrado todo 1º de dezembro.


Mais notícias de:

Comente

comentários