UNAIDS discute implementação de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável em Recife

O Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) participou no fim de abril (30) em Recife (PE) do 1º Diálogo Público sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

O evento foi organizado pela ONG Gestos – Soropositividade, Comunicação e Gênero, como co-facilitadora do Grupo Temático (GT) da Sociedade Civil para Agenda 2030, em parceria com a Associação Brasileira de ONGs (ABONG).

O objetivo do encontro foi fortalecer o diálogo entre organizações da sociedade civil, gestão pública, academia, imprensa e outros grupos sobre a importância dos objetivos que compõem a Agenda 2030.  

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) participou no fim de abril (30) em Recife (PE) do 1º Diálogo Público sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). O evento foi organizado pela ONG Gestos – Soropositividade, Comunicação e Gênero, como co-facilitadora do Grupo Temático (GT) da Sociedade Civil para Agenda 2030, em parceria com a Associação Brasileira de ONGs (ABONG).

O objetivo do encontro foi fortalecer o diálogo entre organizações da sociedade civil, gestão pública, academia, imprensa e outros grupos sobre a importância dos objetivos que compõem a Agenda 2030.

O evento abordou dimensões dos ODS, com foco especial nas questões de gênero, e também contou com a participação de representantes de ONU Mulheres, Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), Ordem dos Advogados de Pernambuco (OAB-PE), Associação Municipalista de PE (AMUPE), ABONG, entre outras organizações.

“O encontro foi um momento muito significativo para discutir os desafios e a importância da implementação da Agenda 2030. Considerando o contexto local de Pernambuco, é interessante ver os diversos atores da sociedade civil, poder público municipal e estadual e da academia discutindo os meios de implementação e monitoramento dos ODS”, disse o diretor interino do UNAIDS no Brasil, Cleiton Euzébio de Lima.

“Discutiu-se também a importância de fazer com que esta agenda esteja focada nas pessoas, por ser uma agenda integral que só será alcançada se todos os ODS forem trabalhados conjuntamente, sem deixar ninguém para trás”, completou.

Foram abordados temas como as parcerias e meios de financiamento da Agenda 2030 e os desafios e oportunidades para implementação dos ODS em Pernambuco. O diálogo ocorre no momento em que a Comissão Estadual (PE) dos ODS começa a se consolidar, depois de sua primeira reunião ordinária, e em que a Rede ODS Brasil também acaba de constituir um núcleo em Pernambuco.

O 1º Diálogo Público sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável tem o apoio financeiro da União Europeia e da Action for Sustainable Development (A4SD).

Durante o encontro, a Gestos lançou a publicação “A Agenda 2030 e o acesso à Justiça – Relatório sobre audiências de custódia em Pernambuco”, com dados sobre a implementação do ODS 16 (Paz e Justiça) no estado, análises sobre a população carcerária, panorama das execuções criminais e um estudo sobre as audiências de custódia como meio para garantir acesso à Justiça em Pernambuco.