‘Um outro mundo é possível’: Série especial do IPC-IG e do Mercado Ético

Cada vez mais a discussão sobre estratégias para o crescimento inclusivo vem recebendo grande atenção por parte de governos de vários países. Formadores de opinião, pesquisadores e ativistas da sociedade civil também estão discutindo a inclusão como fator essencial ao crescimento econômico sustentável e responsável.

IPC-IG/PNUDDo IPC-IG/PNUD

Cada vez mais a discussão sobre estratégias para o crescimento inclusivo vem recebendo grande atenção por parte de governos de vários países. Formadores de opinião, pesquisadores e ativistas da sociedade civil também estão discutindo a inclusão como fator essencial ao crescimento econômico sustentável e responsável.

Sabe-se, entretanto, que aliar crescimento econômico ao combate à desigualdade e à pobreza é uma dificuldade comum nos países em desenvolvimento como o Brasil, a África do Sul, a China, a Índia, a Rússia e a Turquia. Para solucionar a equação que prejudica o desenvolvimento social são necessárias várias intervenções e iniciativas de políticas públicas que reduzam a desigualdade e permitam a geração de oportunidades de emprego e renda em ampla escala.

Para contribuir com o debate da promoção humana aliada ao desenvolvimento econômico, o Mercado Ético e o Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (IPC-IG/PNUD) unem-se mais uma vez para lançar, a partir de hoje (24/3), uma série especial de quinze artigos que focam na discussão de abordagens sobre o que é crescimento inclusivo e como alcançá-lo.

Todas as quintas-feiras, você encontrará aqui no Mercado Ético textos de pesquisadores e intelectuais das Nações Unidas, de representantes dos países em desenvolvimento e de acadêmicos das melhores universidades do mundo. Eles abordarão temas como a expansão do acesso a serviços de utilidade pública, como água potável, saneamento básico e eletricidade; agricultura familiar no Brasil; promoção do desenvolvimento rural sustentável, entre outros aprendizados sobre iniciativas bem-sucedidas de inclusão social ao redor do mundo.

Os países emergentes e os novos atores da cena mundial têm muito para compartilhar em termos de políticas sociais inovadoras. Assim, o Mercado Ético e o IPC-IG esperam que este diálogo contribua para a promoção de um desenvolvimento global mais justo e solidário.

Abaixo, segue o primeiro artigo da série Especial Crescimento Inclusivo: