Transporte marítimo é ‘espinha dorsal’ da economia global, diz ONU em data especial

“Todas as pessoas no mundo se beneficiam desse transporte, mas poucas percebem isso. Nós enviamos alimentos, tecnologia, medicamentos e memórias. Como a população mundial continua crescendo, especialmente nos países em desenvolvimento, o transporte marítimo eficiente e de baixo custo tem um papel essencial no crescimento e desenvolvimento sustentável’’, disse o secretário-geral da ONU em mensagem para o Dia Marítimo Mundial.

Navios em Porto de Radès, na Tunísia. Foto: Banco Mundial/Dana Smillie

Navios em Porto de Radès, na Tunísia. Foto: Banco Mundial/Dana Smillie

Marcando o Dia Marítimo Mundial, celebrado nesta quinta-feira (29), funcionários da ONU ressaltaram a importância crucial desse tipo de transporte para a economia global e para o enfrentamento dos desafios da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

“O transporte marítimo é a espinha dorsal do comércio e da economia global”, disse o dirigente máximo da ONU, Ban Ki-moon, em uma mensagem sobre a data.

Ele também ressaltou que indústria do transporte marítimo é muito importante para a implementação dos objetivos da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

“Todas as pessoas no mundo se beneficiam desse transporte, mas poucas percebem isso. Nós enviamos alimentos, tecnologia, medicamentos e memórias. Como a população mundial continua crescendo, especialmente nos países em desenvolvimento, o transporte marítimo eficiente e de baixo custo tem um papel essencial no crescimento e desenvolvimento sustentável’’, acrescentou, ressaltando que “essa é uma história que precisa ser contada”.

Além disso, de acordo com o secretário-geral, o transporte marítimo ajuda a garantir que os benefícios do mercado e do comércio sejam uniformemente distribuídos.

“Nem um país é totalmente suficiente, e todas as nações dependem do transporte marítimo para vender o que possuem e para consumir o que precisam. Muito do que usamos e consumimos em nossa vida diária é transportado pelo mar sob a forma de matérias-primas, componentes ou artigos acabados”, frisou.

Ban lembrou que os postos de trabalho e os meios de subsistência de bilhões de pessoas no mundo em desenvolvimento, assim como os padrões de vida no mundo industrializado e em desenvolvimento, dependem de navios e transporte.

O secretário-geral observou ainda que a indústria naval tem desempenhado um papel importante nas melhorias dramáticas dos padrões de vida globais, tirando milhões de pessoas da pobreza aguda nos últimos anos.

O secretário-geral destacou que a Organização Marítima Internacional (OMI) – a agência especializada da ONU para a segurança marítima e a proteção do ambiente – desempenha um papel vital como órgão regulador internacional de uma indústria que abrange o mundo inteiro.

O secretário-geral da OMI, Kitack Lim, destacou que o transporte tem um papel importante na transformação do impulso gerado pela Agenda 2030 e pelo Acordo de Paris sobre as mudanças climáticas em melhorias tangíveis nas vidas das pessoas.

“Na economia de hoje, pessoas de todo o mundo confiam em navios para transportar mercadorias, combustível, alimentos, bens e produtos que elas precisam. O transporte marítimo é a espinha dorsal do comércio internacional e um dos mercados globais”, disse.

“Navios nunca antes estiveram tão tecnologicamente equipados, tão sofisticados e levaram tanta carga, bem como nunca foram tão seguros e favoráveis ao meio ambiente como são atualmente.”

“É graças a essa frota global e força de trabalho de mais de um milhão de trabalhadores marítimos que a importação e exportação de mercadorias, na escala necessária para sustentar o mundo moderno, acontece”, acrescentou.

Neste ano, o Dia Mundial Marítimo é comemorado sob o tema ‘Transporte: indispensável para o mundo’.