Tráfico de cocaína e heroína rende 200 mil dólares por minuto

O chefe da agência das Nações Unidas contra o crime destacou os números globais alcançados pelo crime organizado transnacional, pedindo a aplicação universal da Convenção da ONU para combater o flagelo.

Cocaína apreendida. Foto: ONU.O chefe da agência das Nações Unidas contra o crime destacou os números globais alcançados pelo crime organizado transnacional, pedindo a aplicação universal da Convenção da ONU para combater o flagelo. O Diretor Executivo do Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime (UNODC), Yury Fedotov, ressaltou que o crime organizado “cresceu para proporções globais”.

Países se reuniram em Viena (Áustria) para uma reunião da ONU, com duração de uma semana, dando início a uma análise do progresso global uma década após a aprovação da Convenção da ONU contra o Crime Organizado Transnacional na cidade italiana de Palermo. Abrindo a reunião, Fedotov disse que, embora o pacto seja uma ferramenta poderosa, é subutilizado. Atualmente, 157 Estados ratificaram a Convenção. O Diretor do UNODC disse que uma maior conscientização é necessária para ajudar os Estados a fazer uma utilização mais eficaz do tratado.

A Convenção prevê novas possibilidades de cooperação, incluindo investigações transfronteiras, bem como a definição de crime organizado transnacional que pode ser aplicado de forma ampla para incluir novas e emergentes formas de crime, como tráfico de recursos naturais ou falsificação de medicamentos. O UNODC disse que o tratado pode atingir os criminosos na área mais prejudicial, cortando-lhes a vital força financeira através de medidas de combate à lavagem de dinheiro, busca a bens saqueados e quebra de sigilo bancário.

De acordo com a sua Avaliação da Ameaça do Crime Organizado Transnacional de 2010, o UNODC concluiu que o tráfico de droga continua sendo a linha mais lucrativa de negócio para os criminosos. Cocaína traficada da região andina até a América do Norte e Europa rende mais de 70 bilhões de dólares anualmente, e a heroína traficada do Afeganistão para a Europa tem um valor de rua de mais de 30 bilhões de dólares. Isto significa que os traficantes de cocaína e heroína ganham quase 280 milhões de dólares por dia, ou 200 mil dólares por minuto.