Trabalho conjunto é vital para atingir Objetivos de Desenvolvimento do Milênio até 2015, afirma ONU

Representantes das Nações Unidas ressaltam a países em desenvolvimento que erradicação da pobreza e melhoria do bem-estar econômico e social só serão alcançado por meio da cooperação.

Ministro das Relações Exteriores de Fiji, RatuInoke Kubuabola (dir.), entrega ao presidente da Bolívia, Evo Morales, a presidência do Grupo G77 e China. Foto: ONU/Paulo Filgueira

Para que os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) sejam alcançados no prazo determinado de 2015, o chefe das Nações Unidas, Ban Ki-moon, e o presidente da Assembleia Geral da ONU, John Ashe, pediram que os países em desenvolvimento trabalhem conjuntamente.

“Restam menos de dois anos até o fim de 2015”, disse Ban na cerimônia onde o ministro das Relações Exteriores de Fiji, RatuInoke Kubuabola, entregou ao presidente da Bolívia, Evo Morales, a presidência do “G77 e China” – bloco dos países em desenvolvimento – na sede da ONU na quarta-feira (8). “Dentro desse tempo temos que definir uma agenda de desenvolvimento pós-2015 unificada e universal e chegar a um acordo climático global”.

Ban ressaltou a importância de os membros do fórum trabalharem em conjunto com as ferramentas disponíveis para erradicar a pobreza, melhorar o bem-estar econômico e social e estabelecer as bases para um futuro sustentável.

“Os próximos 12 meses determinarão se somos capazes de cumprir as promessas até 2015 ou não”, disse Ashe, também lembrando a importância do trabalho em conjunto para o estabelecimento de bases para uma agenda de desenvolvimento pós-2015.

Marcando o 50º aniversário do G77 e China, Ashe elogiou o grupo pelo seu forte empenho na realização do trabalho em conjunto ao longo dos anos, mesmo quando os objetivos e as circunstâncias nacionais mudaram. “Vocês são um exemplo do poder da cooperação Sul-Sul e o início de uma maior colaboração que ainda está por vir.”