Territorialização e Aceleração dos ODS será tema de curso para gestores públicos

O projeto “Territorialização e Aceleração dos ODS”, resultado de parceria entre a Petrobras e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), iniciará 2020 com um trabalho conjunto com os municípios selecionados para a segunda etapa da iniciativa.

Estão previstas, ao longo do primeiro semestre, nove atividades presenciais nos estados de Rio de Janeiro, Sergipe, Espírito Santo e São Paulo. Representantes da sociedade civil organizada, de governos e do setor privado participarão do “Programa Presencial de Capacitação”, curso de 40 horas que capacita os gestores a se tornarem multiplicadores dos ODS para implementar um plano de trabalho local com base na Agenda 2030.

A erradicação da pobreza é um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Foto: Agência Brasil / Marcello Casal Jr

A erradicação da pobreza é um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Foto: Agência Brasil / Marcello Casal Jr

O projeto “Territorialização e Aceleração dos ODS”, resultado de parceria entre a Petrobras e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), iniciará 2020 com um trabalho conjunto com os municípios selecionados para a segunda etapa da iniciativa.

Estão previstas, ao longo do primeiro semestre, nove atividades presenciais nos estados de Rio de Janeiro, Sergipe, Espírito Santo e São Paulo. Representantes da sociedade civil organizada, de governos e do setor privado participarão do “Programa Presencial de Capacitação”, curso de 40 horas que capacita os gestores a se tornarem multiplicadores dos ODS para implementar um plano de trabalho local com base na Agenda 2030.

O plano de atividades do curso presencial será composto por dez atividades relacionadas ao alinhamento estratégico aos ODS de organismos e instrumentos públicos. O PNUD promoverá nos encontros o Seminário de Discussão de Diagnósticos dos ODS, rodas de diálogo e fornecerá insumos para a implementação de mais cinco projetos locais voltados ao desenvolvimento sustentável.

Em janeiro, as atividades serão na cidade de Teresópolis (RJ) e reunirão gestores dos municípios de Cachoeiras de Macacu, Itaboraí e Maricá. No mês de fevereiro, se reunirão, em Aracaju (SE), representantes das cidades de Barra dos Coqueiros, Nossa Senhora do Socorro e São Cristovão. No mesmo mês, também ocorrerão encontros no Espírito Santo, com gestores dos municípios de Anchieta, Linhares e São Mateus.

Em março, será a vez dos representantes das cidades de Cubatão, Caraguatatuba e Ubatuba participarem das atividades. Para o mês de abril, estão previstas atividades com gestores públicos de Duque de Caxias, São Gonçalo e Saquarema, no estado do Rio de Janeiro.

Ainda em abril, o curso acontecerá novamente em Sergipe, com representantes dos municípios de Carmópolis, Itaporanga D´ajuda, Laranjeiras e Riachuelo. Em maio, o curso terá novamente como público os gestores do estado do Rio de Janeiro (Campos dos Goytacazes, Macaé, Rio das Ostras, São Francisco de Itabapoana e São João da Barra) e de São Paulo (Ilhabela e São Sebastião).

Neste ano, o curso já foi aplicado em Brasília para representantes de cidades de Pernambuco. Os gestores públicos dos 116 municípios que fazem parte do projeto também já participaram do curso online sobre a Agenda 2030 e os ODS, desenvolvido no âmbito do projeto.

Projeto

As atividades do projeto “Territorialização e Aceleração dos ODS” tiveram início em janeiro de 2019. O foco tem sido a ampliação das capacidades locais dos municípios selecionados para fortalecer o desenvolvimento econômico, social e ambiental dessas cidades, com base na Agenda 2030. Ações integradas entre os governos, a sociedade civil organizada e o setor privado também são fortalecidas por meio do projeto.

Na primeira fase de implementação do projeto, 116 municípios, das cinco regiões do país, participaram das atividades de mobilização e disseminação da Agenda 2030.

Até novembro deste ano, mais de 2300 gestores públicos e representantes da sociedade civil organizada e do setor privado participaram do curso online sobre a Agenda 2030. O objetivo foi uniformizar o conhecimento sobre o tema para os participantes, de modo a incentivar a replicação dos conceitos nos territórios.

TERRITÓRIOS SELECIONADOS – 2ª FASE – PROJETO BRA/18/013

TOTAL: 28 MUNICÍPIOS (5 Estados)

PERNAMBUCO
Cabo de Santo Agostinho, Ipojuca

RIO DE JANEIRO 1
Itaboraí, São Gonçalo, Cachoeira de Macacu, Maricá, Saquarema, Duque de Caxias

SERGIPE
Barra dos Coqueiros, Nossa Senhora do Socorro, São Cristovão, Laranjeiras, Riachuelo, Itaporanga D’ajuda, Carmópolis

RIO DE JANEIRO 2
São Francisco de Itabapoana, Campos dos Goytacazes, São João da Barra, Macaé, Rio das Ostras

ESPÍRITO SANTO
São Mateus, Linhares, Anchieta

SÃO PAULO
Cubatão, Caraguatatuba, Ubatuba, Ilhabela, São Sebastião