Terremoto no Haiti, 4 anos depois: ONU apoia projeto de agricultura urbana

Missão de paz contribui com iniciativa da Oxfam que doa sementes e outros materiais para a produção de hortas dentro de pneus. Beneficiários têm alimentação mais rica e variada e já pensam em gerar renda.

Missão de paz da ONU no Haiti apoia projeto de agricultura urbana da ONG Oxfam para a redução da insegurança alimentar. Imagem: TV ONU

Missão de paz da ONU no Haiti apoia projeto de agricultura urbana da ONG Oxfam para a redução da insegurança alimentar. Imagem: TV ONU

Quatro anos após o terremoto que mergulhou o Haiti em uma crise humanitária ainda mais profunda, as Nações Unidas continuam trabalhando em diversas frentes no país. Entre as ações para ajudar a reduzir a insegurança alimentar, a Missão da ONU para a Estabilização no país (MINUSTAH) apoia o projeto de uma organização não governanal parceira, a Oxfam, no desenvolvimento de agricultura urbana.

Legumes e temperos crescem agora dentro de penus reutilizados e várias pessoas beneficiam de uma alimentação mais rica e variada. Algumas delas já pensam em negócios que podem nascer das suas hortas para melhorar a sua qualidade de vida. Assista ao vídeo produzido pela TV ONU e legendado em português pelo Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio).

O Haiti foi atingido por um terremoto de 7,3 graus na escala Richter em 12 de janeiro de 2010. Estima-se que 220 mil pessoas morreram, incluindo 102 funcionários das Nações Unidas – a maior perda já registrada em missão. Dentre as 21 vítimas brasileiras, o vice-representante especial do secretário-geral da ONU, Luiz Carlos da Costa. O tremor também provocou o deslocamento de cerca de 1,5 milhão de pessoas. Para saber mais sobre as atividades dos trabalhadores das forças de paz, clique aqui.