Arquivo da tag: Educação de qualidade

O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU número 4 diz: “Assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos”.

O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU número 4 diz: “Assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos”.

 

Mais sobre este ODS em https://nacoesunidas.org/pos2015/ods4 e notícias sobre o tema abaixo.

Evento do UNICEF no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro (RJ). Foto: Reprodução

Evento do UNICEF no Rio apresenta manifesto contra violência dentro e no entorno de escolas

“Nós, jovens, queremos o fim da violência nas escolas.” Com essa frase, a jovem Lays dos Santos abriu o seminário nacional Educação é Proteção contra Violência, no último 17 de junho, no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro (RJ).

Para uma plateia de mais de 300 educadores, gestores e autoridades públicas e representantes da sociedade civil, Lays apresentou os principais pontos do Manifesto Jovem #EndViolence nas Escolas, escrito por 100 meninas e meninos de diferentes países, pedindo o fim da violência dentro e no entorno das escolas.

O manifesto faz parte da publicação “A educação que protege contra a violência”, apresentada durante o evento pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Workshop do UNFPA abordou questões de direitos humanos com profissionais que trabalham com empreendedorismo e empoderamento da juventude. Foto: UNFPA/Fabiane Guimarães

Fundo de População da ONU discute direitos humanos com profissionais de empreendedorismo

O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) promoveu em junho (27), em Brasília (DF), um workshop sobre direitos humanos para profissionais que trabalham com empreendedorismo e empoderamento da juventude.

Ao longo de um dia inteiro, 17 professores de diversas regiões do Brasil puderam aprender um pouco mais sobre igualdade racial e de gênero e direitos da população LGBTI. Os debates incluíram temas como racismo institucional e ações afirmativas.

Em vez de falar, por exemplo, em pontes e estradas, o UNOPS considera mais adequado pensar em mobilidade e conectividade, de modo a enfatizar os serviços que a infraestrutura permite oferecer. Foto: PEXELS (CC)/Aleksejs Bergmanis

O papel da infraestrutura para os objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU

Da água que bebemos ao modo como vamos para o trabalho ou para a escola, passando pela internet que temos nos celulares, a infraestrutura afeta todos os aspectos da nossa vida. Redes de saneamento básico, ruas, estradas, prédios de colégios ou hospitais, até nossas próprias casas, são exemplos de infraestruturas essenciais para as pessoas.

Apesar de sua importância, a infraestrutura não deve ser compreendida como um fim em si mesmo, mas como um meio para favorecer a prestação de serviços fundamentais e o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, aponta o Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS).

Qual é a educação que protege contra a violência? As alternativas a essa questão foram discutidas neste mês de junho, durante o seminário “Educação é proteção contra a violência”, promovido pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e a Cidade Escola Aprendiz no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro (RJ).

UNICEF: educação é estratégia crucial de proteção de crianças e adolescentes contra a violência

Qual é a educação que protege contra a violência? As alternativas a essa questão foram discutidas neste mês de junho, durante o seminário “Educação é proteção contra a violência”, promovido pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e a Cidade Escola Aprendiz no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro (RJ).

O seminário, que contou com a leitura do manifesto jovem #EndViolence, reuniu especialistas, autoridades, sociedade civil e lideranças adolescentes para discutir o impacto da violência na vida de crianças e adolescentes.

O seminário reuniu especialistas, autoridades, sociedade civil e lideranças adolescentes para discutir o impacto da violência na vida de crianças e adolescentes – e como a educação pode ser uma estratégia crucial de proteção.

Confira nessa matéria em vídeo do Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio).

Empreendedora australiana desenvolveu aplicativo que ensina conceitos de biologia e ecologia para crianças, por meio de um jogo eletrônico. Foto: My Green World

Australiana usa tecnologia para promover educação ambiental de crianças

A australiana Natalie Kyriacou, fundadora e diretora-executiva da empresa My Green World, foi finalista do prêmio Jovem Campeão da Terra de 2018, da ONU Meio Ambiente. A empreendedora tem uma missão: lembrar as pessoas da conexão intrínseca que elas possuem com a natureza e mostrar como a empatia pela biodiversidade é fundamental para o futuro da vida na Terra.

A jovem desenvolveu uma plataforma digital de conteúdos pedagógicos sobre biologia e ecologia, adaptados para crianças. Outro produto da sua companhia é o aplicativo World of the Wild, que ensina conceitos de conservação por meio de um jogo eletrônico.

Crianças na fila para refeição diária no Equador. Foto: Banco Mundial/Jamie Martin

ONU: 64% dos jovens latino-americanos vivem na pobreza ou em situação de vulnerabilidade

Em viagem a Bruxelas, a chefe da Comissão Econômica da ONU para a América Latina e o Caribe (CEPAL), Alicia Bárcena, pediu neste mês (19) um aprofundamento da cooperação entre a região e o continente europeu, como meio para superar desigualdades e investir no desenvolvimento sustentável. Dirigente lembrou que 64% dos jovens latino-americanos são de famílias pobres ou vulneráveis e não conseguem ingressar na classe média consolidada.

Foto: Marina Nolasco e Silva

ONU-HABITAT apoia projeto de pesquisa e extensão da Universidade Federal do Tocantins

O Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-HABITAT) apoia institucionalmente projeto de pesquisa e extensão sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e do curso de Direito da Universidade Federal do Tocantins (UFT).

O projeto tem como objetivo incentivar a formação de multiplicadores para fortalecer ações de sensibilização e implementação da Agenda 2030 no município de Palmas (TO), a partir da compreensão dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e suas metas.

Ao centro, a norte-americana Sofia Carson, atriz e apoiadora do UNICEF, durante visita a Pernambuco. Foto: UNICEF/Fagundes

Atriz de filmes da Disney visita projetos do UNICEF em Pernambuco

A atriz e cantora norte-americana Sofia Carson esteve em Pernambuco nesta semana para promover os direitos das crianças e adolescentes. A artista — que é apoiadora do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) — acompanhou atividades de empoderamento de meninas, educação e inclusão desenvolvidas pela agência da ONU e instituições parceiras no Recife e no semiárido pernambucano.

“É uma imensa honra estar no Brasil com o UNICEF para fazer o que eu puder para contribuir com esse trabalho tão inspirador e acabar com a violência contra as mulheres e as crianças”, disse a atriz, conhecida por sua atuação na franquia de filmes Descendentes, da Disney Channel, e na série Pretty Little Liars: The Perfectionists.

“Uma Vitória Leva à Outra” é um programa conjunto entre a ONU Mulheres e o Comitê Olímpico Internacional, em parceria com as ONGs Women Win e Empodera. Foto: ONU Mulheres

No Rio, agência da ONU oferece treinamento sobre esporte e empoderamento feminino

Em julho de 2019, a ONU Mulheres realizará no Rio de Janeiro (RJ) duas edições do treinamento sobre a metodologia Uma Vitória Leva à Outra, implementada pelo projeto homônimo que promove o empoderamento feminino por meio do esporte.

As organizações que participarem da capacitação poderão se candidatar como instituições multiplicadoras da iniciativa. Inscrições para o treinamento vão até 23 de junho.

Um muçulmano bósnio de luto ao lado do túmulo de seu filho em Vitez, na Bósnia-Herzegovina, em maio de 1994. O discurso de ódio nos Bálcãs foi determinante para a eclosão da guerra e o posterior genocídio. Foto: ONU/John Isaac

ONU lança plano de ação contra discurso de ódio

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, lançou nesta terça-feira (18), em Nova Iorque, uma estratégia e um plano de ação sobre o discurso de ódio. O lançamento ocorreu durante um informe aos Estados-membros da organização.

O objetivo da iniciativa é aprofundar a compreensão por parte de todas as entidades das Nações Unidas sobre o impacto insidioso do discurso de ódio e como os organismos podem abordá-lo de maneira mais eficaz em seu trabalho.

“O discurso do ódio é em si mesmo um ataque à tolerância, à inclusão, à diversidade e à própria essência de nossas normas e princípios de direitos humanos. Mais amplamente, isso prejudica a coesão social, corrói os valores compartilhados e pode lançar as bases para a violência, retardando a paz, a estabilidade, o desenvolvimento sustentável e o cumprimento dos direitos humanos para todos”, disse Guterres durante o lançamento.

Jovens negros são as principais vítimas e estão em situação de maior vulnerabilidade à violência no Brasil. Foto: EBC

Fundo de População da ONU pede mais investimentos nos 165 milhões de jovens da América Latina e Caribe

A América Latina e o Caribe têm hoje aproximadamente 165 milhões de pessoas entre dez e 24 anos de idade, de um total de 658 milhões de habitantes da região. Isso significa que uma em cada quatro pessoas da região é jovem. No caso do Brasil, são 49 milhões de jovens e adolescentes, cerca de 30% do total de latino-americanos e caribenhos nessa faixa etária.

Investir nesta população, garantir que ela tenha acesso à saúde — incluindo à saúde sexual e reprodutiva —, à educação e ao mercado de trabalho é investir no futuro e em sociedades mais produtivas, aponta publicação lançada nesta terça-feira (18) pelo Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA).

Educação e desigualdades no Brasil são tema de seminário promovido pela UNESCO, INSPER e Fundação Tide Setubal. Foto: Arquivo/Seed/Sergipe

Em São Paulo, UNESCO promove seminário sobre educação, desigualdades e democracia no Brasil

Em São Paulo (SP), a Fundação Tide Setubal, o INSPER e a UNESCO promovem o seminário ‘Democracia, Educação e Equidade: uma agenda para todos’. Ao longo dos dias 25 e 26 de junho, especialistas internacionais e brasileiros debaterão caminhos e soluções para enfrentar as desigualdades no acesso ao ensino e para fortalecer a justiça social no Brasil.

No seminário, será lançado o Indicador de Desigualdades e Aprendizagens (IDeA), novo instrumento de abrangência nacional, criado para auxiliar o Brasil a verificar as exclusões causadas pelo baixo nível de aprendizagem e pela desigualdade de aprendizagem (esta com recortes de nível socioeconômico, raça e gênero).

Projeto 'Vamos Nessa', do UNODC, usa esporte para promover uma cultura de paz e desenvolver habilidades pessoais entre jovens vivendo em situações de vulnerabilidade. Foto: UNODC/Kevin Town

No Rio, Flamengo, ONU e governo do Catar apresentam projetos sobre esporte e juventude

No marco da Copa América 2019, o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), o Clube de Regatas do Flamengo e o Comitê Supremo para Entregas e Legado do Governo do Catar promovem na segunda-feira (17), no Rio de Janeiro (RJ), o evento Futebol para o Desenvolvimento. Encontro reunirá jovens de comunidades e lendas do futebol para apresentar projetos de educação e empoderamento da juventude por meio do esporte.

O centro temporário de aprendizado Sunflower, em Kutupalong no sudeste de Bangladesh. Foto: ACNUR/Roger Arnold

Refugiados rohingya em Bangladesh estão preocupados com o futuro de seus filhos

Abu Sayed está entre aproximadamente 745 mil refugiados rohingya que fugiram de uma ofensiva militar no estado de Rakhine, no norte de Mianmar, desde agosto de 2017, para buscar segurança em Bangladesh. Mais da metade dessa população (55%) é formada por crianças.

Seus três filhos mais novos receberam educação primária no centro temporário de aprendizado Sunflower, que fica próximo do abrigo da família. Pintado de vermelho e amarelo, o centro é apoiado pela Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e administrado pelo parceiro da agência nem Bangladesh, BRAC.

UNICEF alerta para importância da educação como proteção contra violência

Qual é a educação que protege contra a violência? As alternativas a essa questão serão discutidas na próxima segunda-feira (17), durante o seminário “Educação é Proteção contra a Violência”, promovido pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e a Cidade Escola Aprendiz no Rio de Janeiro (RJ).

O seminário reúne especialistas, autoridades, sociedade civil e lideranças adolescentes para discutir o impacto da violência na vida de crianças e adolescentes e como a educação pode ser uma estratégia crucial de proteção. O seminário será transmitido ao vivo pelo canal do UNICEF Brasil no YouTube.

Redução do nível de oxigênio dos oceanos afeta a vida marinha. Foto: ONU

Evento em São Paulo inaugura Cátedra UNESCO para Sustentabilidade dos Oceanos

Para celebrar o Dia Mundial do Meio Ambiente, lembrado na semana passada (5), foram inauguradas atividades da Cátedra UNESCO para a Sustentabilidade dos Oceanos, com a realização do evento “O Futuro dos Oceanos”, no auditório do Instituto de Estudos Avançados (IEA) da Universidade de São Paulo (USP), na capital paulista.

O objetivo é promover um sistema integrado de pesquisa, treinamento, informação e documentação sobre os oceanos. A expectativa é de que seja facilitada a colaboração entre pesquisadores de reconhecimento internacional e da USP, bem como entre instituições brasileiras e de outros países da América Latina e do Caribe.

O centro da iniciativa contará com ambientes de aprendizado de alta tecnologia, um centro de simulação de emergências de saúde de classe mundial e espaços de colaboração para o aprendizado em co-design, pesquisa e inovação. Foto: OPAS/Ary Rogerio Silva

Em colaboração com França, OMS cria academia para aprendizagem em saúde

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, reuniu-se nesta terça-feira (11) com o presidente francês, Emmanuel Macron, em Genebra, para assinar uma declaração de intenção para estabelecer a iniciativa de aprendizagem em saúde Academia da OMS.

A academia tem como objetivo alcançar milhões de pessoas por meio de uma plataforma de aprendizagem digital em um campus de Lyon. A unidade terá ambientes de aprendizado de alta tecnologia, um centro de simulação de emergências de saúde e espaços para co-design, pesquisa e inovação.

Vista de Recife. Foto: MTUR/Bruno Lima

PNUD apoia implementação de Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste

O Conselho Deliberativo da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE) aprovou em maio o Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE). A elaboração do plano recebeu apoio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), que também trabalhará para fortalecer suas capacidades institucionais, sua implementação e seu monitoramento por meio de uma plataforma regional.

De acordo com coordenador do escritório de projetos do PNUD em Salvador, Frederico Lacerda, o plano busca encontrar soluções, tendo a inovação como eixo norteador. “Esse importante instrumento do planejamento regional também considera uma perspectiva de médio prazo, buscando um alinhamento à Agenda 2030 para colocar o Nordeste na trilha do desenvolvimento sustentável”, afirma.

Jogadores de futebol da Síria treinam para se profissionalizar no Rio de Janeiro. Foto: Vítor Madeira

Jogadores de futebol da Síria treinam para se profissionalizar no Rio de Janeiro

O campo de refugiados de Zaatari, na Jordânia, e o município de Resende, no estado do Rio de Janeiro, estão unidos por um elemento especial: o Pérolas Negras, clube de futebol da cidade.

No início de 2018, a comissão técnica do time foi a Zaatari selecionar jovens com potencial de se tornarem jogadores profissionais. Dos 150 que participaram da seleção, cinco foram escolhidos: Ahmad, Hafith, Jawdat, Omar e Quais.

Dois deles, Ahmad e Hafith, já estão inscritos oficialmente no Campeonato Carioca Série B2 Sub-20 e poderão entrar em campo já no próximo domingo (9), no estádio Alzirão, em Itaboraí, às 12h45. O Pérolas Negras enfrentará a equipe do Bela Vista. O relato é da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

Seminário Global de Alimentação Escolar do Programa Mundial de Alimentos (PMA) ocorreu em Roma. Foto: PMA

Centro de Excelência debate alimentação escolar e agricultura familiar em Roma

A alimentação escolar vinculada à agricultura local não serve só para alimentar crianças, mas também para promover inclusão social e econômica em áreas rurais e para garantir acesso a alimentos a populações que sofrem com a insegurança alimentar.

Essa foi a principal mensagem do Centro de Excelência contra a Fome — fruto de uma parceria entre governo brasileiro e Programa Mundial de Alimentos (PMA) das Nações Unidas — aos 130 participantes do Seminário Global de Alimentação Escolar, em Roma. O evento reuniu equipes do PMA em 70 países para discutir a estratégia institucional para impulsionar a alimentação escolar.

O Projeto Dove pela Autoestima (2004) ajuda os jovens a desenvolver uma relação positiva com a própria aparência. Foto: Dove

UNICEF e Dove lançam parceria para educação sobre autoestima e confiança corporal

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e a marca de produtos de higiene pessoal Dove, da empresa Unilever, firmaram na quarta-feira (5) parceria de três anos com o objetivo de apoiar, até 2022, 10 milhões de jovens de Brasil, Índia e Indonésia a aumentar sua autoestima e confiança em relação a seu corpo.

Em 2017, novas pesquisas do Projeto Dove pela Autoestima revelaram que sete em cada dez meninas com baixa autoestima no mundo não conseguem se auto-afirmar ou pedir ajuda na escola, porque não se sentem confiantes com sua aparência. A mesma pesquisa mostrou que oito em cada dez meninas com baixa autoestima corporal colocam sua saúde em risco, por exemplo, ao não comparecer a uma consulta médica ou ao pular refeições.

A qualidade da formação docente é apontada por especialistas como um fator-chave para a melhoria da qualidade da educação básica no Brasil. Foto: UNESCO

Associação promove seminário online sobre formação de docentes no Brasil

A Associação de jornalistas de educação — Jeduca realiza na quinta-feira (6), às 15h, o webnário “Cenários da formação do professor no Brasil e seus desafios”, pelo canal da Jeduca no YouTube.

O webnário será baseado na pesquisa de mesmo tema, realizada pela Fundação Carlos Chagas (FCC) e pela representação no Brasil da Organização das Nações Unidas para Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), no âmbito da Cátedra UNESCO sobre Profissionalização Docente.

Diplomata nigeriano é eleito novo presidente da Assembleia Geral da ONU

O alcance global das Nações Unidas as torna “a melhor esperança do mundo para a paz e a segurança, o desenvolvimento sustentável e a promoção e proteção dos direitos humanos e do progresso social”, disse o diplomata nigeriano que será o próximo presidente da Assembleia Geral da ONU.

Tijjani Muhammad-Bande, atual representante-permanente da Nigéria na ONU, foi eleito por aclamação nesta terça-feira (4) em Nova Iorque para dirigir a Assembleia Geral, sucedendo a equatoriana Maria Fernanda Espinosa.

“Paz e segurança, erradicação da pobreza, fome zero, educação de qualidade, ação climática e inclusão constituirão uma grande prioridade da minha presidência”, disse o embaixador nigeriano.

Foto: Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social

PNUD apoia elaboração de plano de desenvolvimento do Paraná

Por meio de parceria com o Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (IPARDES), o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) apoiará a definição dos indicadores a serem usados no Plano Plurianual (PPA) e a proposição dos macro-objetivos do Plano de Desenvolvimento de Longo Prazo (PDLP) do Paraná, ambos em fase de elaboração.

O PPA é um plano de médio prazo que estabelece as diretrizes, objetivos e metas a serem seguidos pelo governo ao longo de quatro anos. Já o PDLP definirá metas e objetivos estratégicos para o estado para os próximos 20 anos.

Cartilha "Jogos e Brincadeiras das Culturas Populares na Primeira Infância" ensina atividades lúdicas para o estímulo do desenvolvimento infantil. Foto: Secretaria Especial do Desenvolvimento Social/Clarice Castro

Cartilha ensina brincadeiras que estimulam desenvolvimento infantil

O Ministério da Cidadania acaba de lançar a cartilha “Jogos e Brincadeiras das Culturas Populares na Primeira Infância”, que ensina atividades lúdicas para o estímulo do desenvolvimento infantil. A publicação, resultado de parceria com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), divide-se por faixa etária, do nascimento aos 6 anos, levando em conta as características de cada fase da primeira infância.

As ações de formação fazem parte do eixo Saúde do projeto Prevenção e Redução da Gravidez Não Intencional na Adolescência nos Municípios do Oeste do Paraná. Foto: EBC/Marcello Casal Jr

UNFPA e ITAIPU capacitam profissionais de saúde, educação e assistência social no Paraná

Cerca de 200 profissionais de saúde, educação e assistência social que trabalham com o atendimento de adolescentes devem participar das duas primeiras oficinas do projeto Prevenção e Redução da Gravidez Não Intencional na Adolescência nos Municípios do Oeste do Paraná. As atividades serão realizadas em 10 e 11 de junho, nas cidades de Pato Bragado e Medianeira, respectivamente, e têm como tema Adolescências e Direitos.

Entre os objetivos da ação estão o fortalecimento da autoconfiança de profissionais da rede de atendimento, a formação com relação aos direitos e a construção de uma rede qualificada e acolhedora para adolescentes em unidades de saúde, escolas e nos serviços de assistência social. Serão feitas atividades participativas, com troca de experiências e informações. Também haverá exercícios e práticas para despertar a criatividade dos integrantes para soluções de problemas e fortalecimento das capacidades sociais e emocionais.

Seminário “Educação é Proteção contra a Violência” ocorrerá no Museu do Amanhã e no Museu de Arte do Rio de Janeiro. Foto: Divulgação

Abertas inscrições para seminário Educação é Proteção contra a Violência

Nos dias 17 e 18 de junho de 2019, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e a Cidade Escola Aprendiz realizarão o Seminário “Educação é Proteção contra a Violência”, no Museu do Amanhã e no Museu de Arte do Rio de Janeiro (ambos na Praça Mauá, 1, Centro).

O evento tem como objetivo refletir sobre a educação como estratégia fundamental de proteção da vida e prevenção de diferentes tipos de violências contra crianças e adolescentes.

Destinado a gestores, técnicos, pesquisadores, lideranças sociais e adolescentes, o seminário tem inscrições abertas até o dia 7 de junho de 2019.

A reunião lembrou que Brasil, como um dos primeiros países a assumir o compromisso com a Década de Ação sobre a Nutrição, se comprometeu internacionalmente com a melhora da qualidade da alimentação da população e com a promoção de um sistema alimentar sustentável. Foto: Prefeitura do Rio de Janeiro

FAO: alimentação escolar é estratégica no alcance do desenvolvimento sustentável

Gestores de 19 países da América Latina e Caribe e dirigentes de agências das Nações Unidas reuniram-se esta semana no Rio de Janeiro (RJ) para discutir a alimentação escolar e a Década de Ação sobre a Nutrição, durante o I Fórum da Rede de Alimentação Escolar Sustentável.

Ao fim do evento, foi elaborada uma carta endereçada ao I Fórum Regional do Pacto de Milão, reconhecendo que as Políticas de Alimentação Escolar (PAE) permitem aos países alcançar objetivos em diferentes áreas estratégicas, como educação, saúde, agricultura, desenvolvimento social, territorial e ambiental.

“A alimentação escolar é estratégica no alcance dos resultados de desenvolvimento sustentável, abrangendo diversos setores e com mecanismos de inclusão econômica e social que combatem a obesidade e a fome”, disse Rafael Zavala, representante da FAO no Brasil.

No Senegal, UNESCO apoia programas de alfabetização que usam tecnologia para promover o aprendizado. Foto: UNESCO/Always

UNESCO recebe inscrições para prêmio global de alfabetização e multilinguismo

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) recebe inscrições e indicações para os Prêmios Internacionais de Alfabetização que, neste ano, reconhecerão programas e indivíduos que promovam de maneira excepcional a alfabetização no mundo todo sob o tema “Alfabetização e Multilinguismo”.

Desde 1967, os Prêmios Internacionais da UNESCO reconhecem iniciativas de excelência e inovação no campo da alfabetização. Mais de 490 projetos e programas realizados por governos, organizações não governamentais e indivíduos do mundo todo já foram premiados por seus trabalhos.

O prazo para encaminhar as candidaturas para as entidades de indicação vai até 16 de junho, à meia noite do horário de Paris (19h do dia 15 de junho, no horário de Brasília).