Arquivo da tag: Educação de qualidade

O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU número 4 diz: “Assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos”.

O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU número 4 diz: “Assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos”.

 

Mais sobre este ODS em https://nacoesunidas.org/pos2015/ods4 e notícias sobre o tema abaixo.

A ideia por trás do projeto Escolas Ativas é fazer com que as escolas sejam espaços em que o movimento e as atividades físicas sejam valorizados. Foto: PNUD

Projeto busca valorizar atividades físicas em escolas municipais de Maceió

A Secretaria Municipal de Educação de Maceió (SEMED) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) apresentaram os resultados do projeto Escolas Ativas, implementado desde agosto de 2018 em dez escolas públicas da cidade.

A ideia por trás da iniciativa é fazer com que as escolas sejam espaços em que o movimento, as atividades físicas cotidianas e as práticas corporais sejam valorizadas e incorporadas nas ações pedagógicas, para além da prática esportiva pontual na aula de Educação Física.

UNICEF trabalha com parceiros de todo o Caribe para proteger e apoiar as crianças atingidas pelas mudanças climáticas. Foto: UNICEF | UN0120828.

Relatório do UNICEF alerta para aumento de crianças deslocadas no Caribe devido à crise climática

Lançado em dezembro pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), o relatório ‘Crianças desenraizadas no Caribe’ analisa o impacto da crise climática para as crianças que vivem nos Pequenos Estados Insulares em Desenvolvimento do Caribe.

Documento aponta que cerca de 761 mil crianças foram deslocadas internamente por tempestades na região entre 2014 e 2018 – o período de cinco anos mais quente já registrado. Segundo a diretora executiva do UNICEF, Henrietta Fore, “Este relatório é um lembrete severo de que a crise climática é uma crise dos direitos da criança”.

O UNICEF alerta que, se nada for feito, picos de deslocamento forçado no Caribe podem se tornar nova norma, uma vez que mais furacões de categoria 4 e 5 estão previstos para atingir as ilhas da região. Relatório pede aos governos que tomem medidas para a proteção das crianças desenraizadas por desastres relacionados às mudanças climáticas.

Representante do UNFPA no Brasil, Astrid Bant, reforçou a importância deste tipo de educação como forma de empoderamento e alcance de direitos para a juventude. Foto: UNFPA Brasil/Fabiane Guimarães

Educação não formal pode ser ferramenta para ampliar competências da juventude

A educação que fornece habilidades e conhecimento para uma vida inteira, mas não necessariamente passa pelos currículos e sistemas tradicionais de ensino, é tema de evento que ocorre até esta quarta-feira (11), no Rio de Janeiro (RJ).

O Fórum Mundial de Educação Não Formal é organizado pelo Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e a Organização Mundial do Movimento Escoteiro.

Garota venezuelana em centro apoiado pelo UNICEF na periferia de Caracas. Foto: Eduardo Párraga/UNICEF

UNICEF precisa de US$64,5 milhões para apoiar crianças venezuelanas em sete países

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) precisa de 64,5 milhões de dólares par apoiar seu trabalho em prol de crianças venezuelanas em sete países: Brasil, Colômbia, Equador, Peru, Guiana, Trinidad e Tobago e Panamá. É o que aponta o relatório global Ação Humanitária para Crianças, lançado em 4 de dezembro.

Para apoiar o governo brasileiro na resposta à crise migratória, desde maio de 2018 o UNICEF no Brasil abriu um escritório em Boa Vista e já expandiu suas ações para os migrantes venezuelanos também no Amazonas e Pará.

A atuação do Fundo acontece em cinco áreas prioritárias: atenção primária à saúde; nutrição; água, saneamento e higiene; educação formal e não formal; e proteção da criança.

Contraste entre as desigualdades no município do Rio de Janeiro. Foto: Luiz Gonçalves Martins - ODS 10

Relatório de desenvolvimento humano do PNUD destaca altos índices de desigualdade no Brasil

O Brasil caiu uma posição na lista de países classificados no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), divulgada nesta segunda-feira (9) pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). O país passou da 78ª para a 79ª posição no ranking de 189 países na comparação com 2017. Na América do Sul, o Brasil é o quarto país com maior IDH, ficando atrás de Chile, Argentina e Uruguai.

O relatório lembrou que pesquisas domiciliares no Brasil mostraram que os 10% mais ricos receberam mais de 40% da renda total do país em 2015. Quando consideradas todas as formas de renda, não apenas as reportadas nas pesquisas domiciliares, as estimativas sugerem que os 10% mais ricos de fato concentram 55% do total da renda do país.

O documento salientou ainda que a elevação da desigualdade na Europa foi mais moderada do que em outras regiões do globo. Segundo o relatório, além do Brasil, altos índices de desigualdade também estão presentes na África Subsaariana e no Oriente Médio.

Projeto visa promover oportunidades de acesso ao trabalho decente para jovens em situação de vulnerabilidade socioeducacional. Foto: Scott Webb/CC.

OIT e parceiros lançam projeto de inserção de jovens no mercado de trabalho em Goiás

Iniciativa conjunta da Organização Internacional do Trabalho (OIT); do Ministério Público do Trabalho (MPT); e do Ministério da Economia (ME) visa promover oportunidades de acesso ao trabalho decente para jovens em situação de vulnerabilidade socioeducacional.

O Projeto Piloto Aprendizagem Profissional Inclusiva (API) será implementado na cidade de Cristalina, em Goiás, que também sediou o evento de lançamento da iniciativa na última quarta-feira (4).

Dados de 2018 do IBGE apontam que quase 11 milhões de jovens brasileiros entre 15 e 29 anos (23% da população do país) não estão ocupados no mercado de trabalho – nem estudando ou se qualificando. Segundo a especialista da OIT, Anne Phostuma, a aprendizagem profissional “é um direito garantido por lei que atua no combate ao trabalho infantil e na promoção do emprego juvenil”, disse.

Representante do UNFPA no Brasil, Astrid Bant, visitou terreiro Unzó Maiala. Foto: UNFPA Brasil/Midiã Noelle

Equipe do UNFPA visita terreiro e promove diálogos sobre saúde sexual e reprodutiva na Bahia

O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) participou na sexta-feira (29), em Salvador (BA), de três diálogos estratégicos com o objetivo de ampliar e acompanhar as ações desenvolvidas em parceria no estado.

As visitas foram realizadas para acompanhar iniciativas desenvolvidas com o intuito de garantir às mulheres acesso a informações sobre métodos contraceptivos e saúde sexual e reprodutiva.

Sede da UNESCO em Paris. Foto: UNESCO

Convenção pretende facilitar reconhecimento de estudos realizados em outros países

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) realizou em novembro (12 a 17) sua conferência geral em Paris, na qual reuniu 14 chefes de Estado e de governo e mais de 90 ministros da Educação para determinar o programa e o orçamento da organização para os próximos dois anos.

Na ocasião, a conferência aprovou a Convenção Global sobre o Reconhecimento de Qualificações do Ensino Superior, que facilitará o reconhecimento de estudos realizados em outros países e favorecerá a mobilidade acadêmica de estudantes e professores. A Convenção entrará em vigor uma vez que seja ratificada por 20 países.

Vista aérea de Cristalina (GO). Foto: Prefeitura de Cristalina

Projeto impulsiona aprendizagem profissional inclusiva para jovens em Cristalina (GO)

A Organização Internacional do Trabalho (OIT), o Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Ministério da Economia lançam o Projeto de Aprendizagem Profissional Inclusiva (API), no Auditório da Câmara Municipal de Cristalina (GO), nesta quarta-feira (4), às 13h30.

O programa visa promover oportunidades de acesso ao trabalho decente e produtivo para jovens em situação de vulnerabilidade social e educacional.

Participantes de edições anteriores do programa Embaixadores da Juventude. Foto: UNODC

Prefeitura de São Paulo assina acordo para implementar Programa Embaixadores da Juventude

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania do Município de São Paulo assinaram na sexta-feira (29) acordo de financiamento para implementar o Programa Embaixadores da Juventude no ano que vem.

A iniciativa tem o objetivo principal de aperfeiçoar capacidades de liderança, engajamento social e relacionamento interpessoal para garantir a melhor representação da juventude brasileira em espaços nacionais e internacionais de diálogo e tomada de decisão.

A 2ª edição do Circuito Urbano terá como tema geral “Cidades Inovadoras e Inclusivas” e como pergunta inspiradora “Como a inovação pode aprimorar serviços e políticas urbanas de maneira inclusiva e sustentável?”. Foto: ONU-Habitat/Lucille Kanzawa

UNICEF alerta para alto número de homicídios de adolescentes no Brasil

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) reuniu lideranças empresariais em São Paulo (SP) na quinta-feira (28) para discutir a importância de se garantir os direitos de crianças e adolescentes no país. Na ocasião, a representante da agência no Brasil, Florence Bauer, alertou sobre o alto número de assassinatos de adolescentes.

“São 32 adolescentes assassinados por dia. Nenhum país em guerra tem esses números. O Brasil é o país com mais homicídios de adolescentes no mundo”, alertou Bauer, defendendo políticas públicas que garantam a igualdade de direitos.

Combate à discriminação racial e às desigualdades de gênero será foco das próximas parcerias entre o UNFPA e os governos da Bahia e de Salvador. Foto: Marcha Mundial das Mulheres Bahia/Facebook (via EBC)

UNFPA firma parceria com Bahia para defender igualdade racial e direitos das mulheres

O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) assinou na quarta-feira (27), em Salvador (BA), dois termos de cooperação técnica com órgãos do Governo do Estado da Bahia, com o objetivo de impulsionar ações de saúde sexual e reprodutiva, igualdade racial e de defesa dos direitos das mulheres.

O acordo foi firmado com a Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) e a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi). O evento de assinatura dos termos teve a presença da nova representante do UNFPA no Brasil, Astrid Bant.

Delegação de Uganda visitou o Brasil para conhecer Programa Nacional de Alimentação Escolar. Foto: WFP

Delegação de Uganda visita Brasil para conhecer programa nacional de alimentação escolar

Dezesseis representantes do governo de Uganda e dos escritórios de duas agências da ONU no país – Programa Mundial de Alimentos (WFP) e Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) – visitaram na semana passada a sede do Centro de Excelência contra a Fome no Brasil, fruto de uma parceria entre o governo brasileiro e o WFP.

O objetivo da visita foi conhecer o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e as iniciativas de compras públicas da produção de pequenos agricultores. Uganda pretende adotar políticas de alimentação escolar para acabar com a fome entre estudantes e reduzir a evasão escolar.

UNICEF Brasil promove encontro em São Paulo para discutir os 30 anos da CDC. Foto: UNICEF | Bindra.

UNICEF e parceiros promovem evento em SP sobre direitos da criança

Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e parceiros promovem na próxima quarta-feira (27) evento na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). Encontro visa discutir com a sociedade paulista os avanços e desafios locais e nacionais no cenário dos direitos das meninas e meninos em marco aos 30 anos da Convenção sobre os Direitos da Criança (CDC).

Evento acontece entre 9h e 13h no Auditório Paulo Kobayashi da Alesp, e conta com a participação da representante do UNICEF Brasil, Florence Bauer; representantes das secretarias do Desenvolvimento Social do estado e do município de São Paulo; presidente do Comitê Paulista pela Prevenção de Homicídios na Adolescência; grupos de adolescentes de diferentes regiões da cidade; escritores de literatura infantil; sociedade civil; dentre outros.

Encontro é gratuito, aberto ao público, e não é necessário realizar inscrições prévias.

Um dos destaques da programação é a participação de adolescentes, internos e egressos do sistema, em atividades ligadas à arte, cultura, participação política e esportes. Foto: Pexels/CC.

Adolescentes e internos participam de seminário no DF sobre sistema socioeducativo

O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) apoiou a realização em Brasília (DF) do II Simpósio Nacional em Socioeducação, cujo objetivo foi discutir formas de enfrentar os desafios para aprimorar o sistema socioeducativo brasileiro.

Um dos destaques da programação foi a participação de adolescentes, internos e egressos do sistema em atividades ligadas a arte, cultura, participação política e esportes.

Pessoas refugiadas e solicitantes de refúgio no Brasil terão isenção de pagamento de taxas para a revalidação de seus diplomas na Universidade Federal do ABC (UFABC). Foto: ACNUR/Fellipe Abreu

UFABC isenta refugiados e solicitantes de refúgio de pagamento para revalidar diploma

A Universidade Federal do ABC (UFABC) aprovou a isenção de pagamento das taxas de revalidação e reconhecimento de diplomas de graduação e pós-graduação stricto sensu para os refugiados e solicitantes de refúgio no Brasil.

A UFABC é integrante da Cátedra Sérgio Vieira de Mello (CSVM), iniciativa promovida pela Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) no Brasil com o objetivo de estimular o ensino e a pesquisa acadêmica sobre deslocamento forçado e apatridia, assim como ações de apoio à população refugiada – incluindo seu acesso ao ensino superior e à validação de diplomas.

Projeto em escola de Santa Maria (RS) resgata memória de personalidades negras como forma de empoderar e desenvolver a autoestima dos estudantes. Foto: UNFPA Brasil/Fabiane Guimarães

Alunos de escola pública de Santa Maria (RS) visitam Casa da ONU em Brasília

Jovens estudantes do Centro Educacional 310, de Santa Maria (RS), visitaram a Casa da ONU e o escritório do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) em Brasília (DF) na semana passada para conhecer as instalações, o trabalho em direitos humanos e a campanha Vidas Negras.

Os dez alunos fazem parte do projeto “365 dias de Consciência Negra”, uma iniciativa criada pela escola para desenvolver a autoestima e o potencial dos estudantes afrodescendentes.

Arquivo Histórico Municipal (Edifício Ramos de Azevedo), São Paulo. Foto: Wikimedia Commons/JMGM (CC)

UNESCO organiza evento em SP para discutir desafios à preservação de acervos documentais

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, organiza nesta quinta-feira (21) o Encontro Patrimônio Documental de São Paulo.

O evento vai discutir os principais desafios para a preservação dos acervos documentais. Representantes do Arquivo Público do Estado de São Paulo, da Biblioteca Nacional Digital, do Centro Cultural São Paulo, da Associação Brasileira de Preservação Audiovisual (ABPA) e do Departamento de Cultura da Câmara do Comércio Árabe-Brasileira, entre outros, farão parte dos painéis de discussão.

Menina espera para receber água na República Democrática do Congo. Foto: UNICEF / Olivier Asselin

UNICEF: crianças pobres do mundo estão sendo deixadas para trás

Houve ganhos históricos em geral para as crianças do mundo desde que a Convenção sobre os Direitos da Criança (CDC) foi adotada há 30 anos. No entanto, muitas das crianças mais pobres ainda não sentiram o impacto desses avanços, de acordo com novo relatório do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), lançado na segunda-feira (18).

“Houve ganhos impressionantes para as crianças nas últimas três décadas, à medida que mais e mais meninas e meninos estão vivendo mais, melhor e com mais saúde. No entanto, as adversidades continuam pesando para os mais pobres e vulneráveis”, disse Henrietta Fore, diretora executiva do UNICEF.

A atriz Millie Bobby Brown foi nomeada nesta terça-feira (20) nova embaixadora da Boa Vontade do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF). Foto: UNICEF

Millie Bobby Brown e David Beckham lideram cúpula da ONU sobre direitos da criança

A atriz britânica Millie Bobby Brown e o ex-jogador de futebol britânico David Beckham, embaixadores do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), vão liderar nesta quarta-feira (20) uma cúpula global na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque, onde se juntarão a crianças e jovens para exigir proteção e promoção de seus direitos.

A cúpula do UNICEF faz parte das comemorações do Dia Mundial da Criança. No mesmo dia, celebra-se o trigésimo aniversário da adoção da Convenção sobre os Direitos da Criança, tratado de direitos humanos mais amplamente ratificado da história.

Foto: UNESCO/ Mila Petrillo

UNESCO e TV Globo renovam parceria para o Criança Esperança pelos próximos seis anos

Na última terça-feira (18), em cerimônia na sede da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), em Paris, Grupo Globo renovou acordo que concede à agência da ONU continuar na gestão da campanha Criança Esperança por mais seis anos.

Reconhecida pela UNESCO como modelo internacional, a campanha tem o papel fundamental de discutir temas importantes da agenda social, principalmente em relação aos direitos das crianças e adolescentes e à redução das desigualdades no Brasil.

Em 2019, o Criança Esperança teve um recorde histórico de arrecadação, com mais de R$22,7 milhões. Os recursos apoiarão 91 projetos sociais, nas áreas de educação, cultura, esportes, juventude e inclusão, desenvolvidos em 23 estados. Com a renovação, Representação da UNESCO no Brasil continuará responsável pela seleção e monitoramento dos projetos e pela gestão dos fundos arrecadados nas campanhas.

Para participar é necessário enviar proposta, conforme orientações do edital, até 27 de novembro. Foto: PNUD

PNUD seleciona projetos que promovam desenvolvimento sustentável em AM e PI

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) lançou edital para seleção de projetos nos estados do Amazonas e do Piauí. O objetivo é identificar experiências e metodologias de inovação alinhadas às cadeias de produção locais.

As propostas vencedoras receberão 100 mil reais cada uma para ampliar, aprimorar ou dar continuidade a projetos que promovam o desenvolvimento sustentável da região. O prazo para inscrição é 27 de novembro.

O Desafio Inova escola contou com a parceria da representação da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil. Foto: Fundação Telefônica Vivo

Fundação premia projetos brasileiros que fomentam inovação nas escolas

A Fundação Telefônica Vivo anunciou na semana passada (14) os cinco projetos vencedores do Desafio Inova Escola, iniciativa que visa estimular projetos de inovação no ambiente escolar. Entre os vencedores, estão escolas de Maranhão, Pará, Pernambuco e Rio de Janeiro.

Cada uma receberá assessoria técnica especializada por seis meses, a fim de apoiar a implementação e avaliação do plano de inovação, apoio financeiro de até 10 mil reais e intercâmbio com outras escolas inovadoras do país. A iniciativa teve a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) como parceira.

Novo relatório do UNICEF faz um balanço do impacto da Convenção sobre os Direitos da Criança no Brasil em relação à legislação, programas e políticas. Foto: UNICEF | Tremeau.

Novo relatório do UNICEF destaca progressos e desafios sobre direitos da criança no Brasil

Em marco aos 30 anos da Convenção sobre os Direitos da Criança (CDC), o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) lançou na terça-feira (12) um relatório com um balanço do impacto da CDC no Brasil em relação à legislação, programas e políticas.

O documento também analisa as principais conquistas e desafios do país para os próximos anos. Segundo dados do relatório, há ainda quase dois milhões de meninas e meninos fora da escola; 32 meninas e meninos de 10 a 19 anos são assassinados diariamente no país; e se por um lado a desnutrição crônica caiu maciçamente – com a exceção das crianças indígenas, uma em cada três crianças brasileiras de cinco a nove anos está com sobrepeso.

Segundo o UNICEF, há uma tendência de redução do orçamento voltado aos temas da infância e adolescência no Brasil que precisa ser revertida. Nesse sentido, o Fundo reforça a importância de reafirmar os compromissos do Brasil com a Convenção sobre os Direitos da Criança; colocar crianças e adolescentes como prioridade absoluta; engajar toda a sociedade; consolidar os avanços alcançados até aqui; e investir na infância e na adolescência com um foco naqueles mais vulneráveis.

Plano para refugiados e migrantes venezuelanos e países anfitriões busca 1,35 bilhão de dólares

A Agência das ONU para Refugiados (ACNUR) e a Organização Internacional para as Migrações (OIM) lançam hoje um plano regional para captar 1,35 bilhão de dólares para responder às crescentes necessidades humanitárias de refugiados e migrantes venezuelanos na América Latina e no Caribe e nas comunidades que os hospedam.

O Plano Regional de Resposta a Refugiados e Migrantes (RMRP) de 2020, lançado na capital colombiana, Bogotá, é uma ferramenta de coordenação e captação de recursos estabelecida e implementada por 137 organizações. Eles estão trabalhando em toda a região, com o objetivo de atingir quase quatro milhões de pessoas – incluindo refugiados e migrantes venezuelanos e comunidades anfitriãs – em 17 países.

Participantes aprovam uma das propostas discutidas na Conferência Municipal de Políticas Para Imigrantes - Foto: Miguel Pachioni/ACNUR

Em São Paulo, Conferência Municipal de Políticas para Imigrantes discute políticas de integração

Entre os dias 8 e 10 de novembro, foi realizada a 2ª Conferência Municipal de Políticas para Imigrantes em São Paulo, sob o lema “Somos Todos Cidadãos”, para avaliar e discutir propostas de integração dessa população no município.

Organizada pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, por meio do Conselho Municipal de Imigrantes e da Coordenação de Políticas para Imigrantes e Promoção do Trabalho Decente, a Conferência discutiu mais de 400 propostas que foram produzidas em etapas prévias. Nesta etapa, a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) realizou três encontros junto aos parceiros Aldeias Infantis, Associação Compassiva e Cáritas São Paulo.

30 anos da Convenção sobre os Direitos da Criança. Foto: UNICEF | Dejongh.

UNICEF lança relatório sobre os 30 anos da Convenção sobre os Direitos da Criança

Em marco aos 30 anos da Convenção sobre os Direitos da Criança, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) lança amanhã (12), em Brasília, um relatório com dados sobre os avanços e os desafios dos direitos da criança e do adolescente no contexto brasileiro desde a ratificação do documento.

Segundo o UNICEF, em 30 anos, Brasil alcançou uma redução histórica da mortalidade infantil e efetivou outros diretos, mas perdeu milhares de crianças para a violência e possui outros desafios pela frente.

A Convenção, adotada por 196 países, é o tratado de direitos humanos mais ratificado da história. No Brasil, ela inspirou o Artigo 227 da Constituição Federal de 1988 e o Estatuto da Criança e do Adolescente, de 1990.

Conferência Geral da UNESCO acontece entre 12 e 27 de novembro na sede da Organização, em Paris. Foto: UNESCO.

Cooperação global, juventude e inteligência artificial são temas da Conferência Geral da UNESCO de 2019

Entre 12 e 27 de novembro, em Paris, acontece a Conferência Geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). A Conferência reunirá os 193 Estados-Membros além dos 10 Membros Associados da UNESCO em sua sede para definir o programa e o orçamento da Organização para os próximos dois anos.

A Conferência Geral deste ano está prevista para ser um laboratório global de ideias a fim de mapear a futura cooperação multilateral.

Durante o período da Conferência, a UNESCO sediará uma série de eventos políticos importantes, como o Fórum de Ministros da Cultura; o Fórum da Juventude da UNESCO; a Reunião Ministerial sobre Inclusão e Mobilidade; além de lançamentos de publicações e painéis de debate com a presença de crianças, jovens e líderes políticos globais.

O guia procura preencher a lacuna da falta de compreensão entre os profissionais da educação sobre como desempenhar melhor o papel da educação na construção de sociedades justas e pacíficas. Foto: Edward Lich/CC.

UNESCO e UNODC lançam guia sobre o papel da educação na construção de sociedades justas e pacíficas

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) lançaram, nesta quinta-feira (7), o guia “Fortalecimento do Estado de Direito por meio da educação” para formuladores de políticas.

A publicação apresenta orientações para gestores e educadores que queiram trabalhar temas de justiça, direitos humanos e combate à corrupção com estudantes dos ensinos fundamental e médio.

Chama na Solução é uma iniciativa do UNICEF Brasil que apoia mudanças positivas que possam potencialmente impactar a vida das crianças dos adolescentes do país. Foto: Generation Unlimited.

Iniciativa do UNICEF convida jovens cariocas a enviarem soluções para problemas locais

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) em parceria técnica com o Centro de Promoção da Saúde (CEDAPS) abre inscrições para a iniciativa Chama na Solução.

O objetivo da iniciativa é envolver os jovens na criação de soluções para problemas que os afetam, e nesse processo proporcionar seu desenvolvimento como cidadãos, potencializando habilidades e competências para a vida.

Meninas e meninos que possuem entre 14 e 24 anos e moram na periferia da cidade do Rio de Janeiro podem inscrever suas ideias. O edital segue aberto até 10 de novembro.

Acordo foi assinado pelos diretores da Enamat, ministro Luiz Philippe Vieira de Mello Filho; e da ABC, embaixador Ruy Pereira; e pelo representante-residente adjunto do PNUD, Carlos Arboleda. Foto: Vanessa Beltrame/PNUD

PNUD firma cooperação para estudos sobre jurisdição trabalhista

O PNUD firmou um acordo de cooperação técnica com a Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados do Trabalho (Enamat) com o objetivo de desenvolver estudos e pesquisas voltados a compreender o modo como diferentes países organizam sua jurisdição trabalhista, por meio de análises comparativas com o Brasil.

O acordo, que conta com a parceria da Agência Brasileira de Cooperação (ABC), contempla a compreensão dos aspectos que influenciam o desempenho dos magistrados do Trabalho, por meio de avaliação do processo e do modelo formativos adotados pelas escolas judiciais.

Campanha Mares Limpos da ONU premia escola de Cananéia (SP)

A Escola Municipal de Ensino Fundamental Deborah Silva Camargo de Cananéia, litoral paulista, venceu o Desafio Volta às Aulas. A iniciativa é da Campanha Mares Limpos, do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA).

Ao todo, 25 escolas brasileiras participaram da mobilização no primeiro semestre de 2019 para reduzir o uso de plástico descartáveis nas instituições de ensino e no dia a dia das crianças.
O projeto “Plástico, PERIGO, jamais será amigo!”, desenvolvido pelos alunos do 5º ano, envolveu familiares e o governo municipal, além de outras escolas.

A cidade de Cananéia fica no litoral sul de São Paulo e possui em seu entorno a maior porção de Mata Atlântica preservada do país. Ela integra o Complexo Estuarino Lagunar, declarado pela UNESCO como Sítio do Patrimônio Mundial.

Cerimônia de encerramento da cooperação técnica do PNUD com a Secretaria Municipal de Educação de Maceió - Foto: Adalberto Farias/Divulgação

Parceria com PNUD melhora educação básica em Maceió

O município de Maceió conseguiu aumentar a média do Índice de Desenvolvimento De Educação Básica (Ideb) graças à parceria de cinco anos entre a Secretaria Municipal de Educação e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). A cooperação técnica terminou nesta semana, com um evento na capital alagoana.

Ao longo do projeto, foram produzidos livros e relatórios que ajudaram na reorganização da gestão escolar e educacional do município, incluindo novas propostas pedagógicas.

Foto: Raoni Libório/UNICEF

UNICEF: 3,5 milhões de estudantes brasileiros foram reprovados ou abandonaram a escola em 2018

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e o Instituto Claro apresentaram nesta quinta-feira (31), uma análise atualizada e inédita de dados nacionais sobre abandono, reprovação e atraso escolar, baseados no Censo Escolar. O documento revela que 3,5 milhões de estudantes brasileiros de escolas públicas municipais e estaduais foram reprovados ou abandonaram a escola em 2018.

Para contribuir com as escolas no enfrentamento do fracasso escolar, as duas organizações lançaram o curso online Trajetórias de Sucesso Escolar, estratégia que tem por objetivo inspirar e orientar redes de ensino e escolas a desenvolver projetos e políticas curriculares, alinhadas à Base Nacional Comum, que garantam o direito de aprender para crianças com atraso escolar.

Atualmente, o trabalho do IPC-IG inclui um conjunto variado de tópicos, englobando a Agenda 2030 e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Foto: IPC-IG

Centro de políticas vinculado ao PNUD completa 15 anos de atividades no Brasil

O Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG), vinculado ao Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), comemora 15 anos de atividade neste mês. Desde 2004, o Centro promove serviços e ferramentas para fortalecer as capacidades institucionais dos países, com o objetivo de apoiar o desenvolvimento, a implementação e a avaliação de políticas sociais e estimular o crescimento inclusivo.

Atualmente, o trabalho do IPC-IG inclui um conjunto variado de tópicos, englobando a Agenda 2030 e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) — proteção social; desenvolvimento rural e agricultura; políticas de redução da pobreza e de desenvolvimento; desenvolvimento sustentável; crescimento econômico e desigualdade; educação; saúde e nutrição; crianças/ jovens; e gênero.

Vista panorâmica do Salão da Assembleia Geral da ONU durante as deliberações e a adoção da Convenção sobre os Direitos da Criança em 20 de novembro de 1989. Foto: UNICEF

UNICEF abre exposição ’30 anos da Convenção sobre os Direitos da Criança’ no Congresso Nacional

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) inaugura na semana que vem (30) uma exposição no Congresso Nacional sobre os 30 anos da Convenção sobre os Direitos da Criança (CDC). O público é convidado a conhecer a história da Convenção mais ratificada no mundo, assinada por 196 países, e como ela vem impactando a vida de meninas e meninos no Brasil.

Os 100 metros de exposição — localizada no corredor de acesso ao Plenário da Câmara dos Deputados — estampam depoimentos de crianças e adolescentes do Brasil e do mundo que lutam ativamente por seus direitos. O expectador é convidado a reviver os eventos históricos que levaram à assinatura da Convenção, se familiarizar com os princípios que regem a CDC, conhecer todos os direitos nela expressos e interagir com painéis de som para ouvir histórias reais de meninos e meninas.

Com o objetivo de trabalhar o tema das plantas e pensando no público jovem, engajado em redes sociais, o grupo criou uma rede social para aprender Biologia. Foto: Divulgação Samsung.

Estudantes do Mato Grosso do Sul criam rede social para aprender Biologia

Estudantes do Mato Grosso do Sul criaram o APPlanta, uma rede social para que professores e alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental possam compartilhar conhecimentos sobre Biologia.

O projeto foi desenvolvido por uma das equipes vencedoras da edição 2018 da ‘Maratona UNICEF SAMSUNG’, uma iniciativa que reúne estudantes de escolas públicas, professores, designers e programadores para desenvolver aplicativos voltados para turmas do Ensino Fundamental.

As inscrições para a Edição 2019 Maratona UNICEF SAMSUNG seguem abertas até o dia 27 de outubro de 2018.

Salsabil e sua família vieram da Síria para recomeçar em São Paulo. Hoje, trabalham com culinária árabe. Foto: ACNUR/Érico Hiller

ACNUR e Caritas lançam mapeamento de pessoas em situação de refúgio em São Paulo

A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e a Caritas Arquidiocesana de São Paulo (CASP) lançaram na quarta-feira (23) o relatório “Georreferenciamento de Pessoas em Situação de Refúgio Atendidas pela Caritas Arquidiocesana de São Paulo em 2018”. Os dados foram levantados a partir dos atendimentos a pessoas em situação de refúgio pelo Centro de Referência para Refugiados da Caritas SP no último ano.

Das 84 nacionalidades atendidas pela Caritas em 2018, cinco países representam quase 70% do total de pessoas, sendo eles Angola (20%), Venezuela (19,8%), República Democrática do Congo (13,6%), Síria (10,7%) e Nigéria (4,15%). Ainda, é possível destacar que a maior parte das pessoas em situação de refúgio vive na zona leste da capital paulista (55%), mesmo que Sé e República sejam as localidades com maior número absoluto de residentes – 521 e 466, respectivamente.

Bandeira do Orgulho LGBTI. Foto: Benson Kua

ONU e ativistas brasileiras lembram importância da visibilidade intersexo

A campanha da ONU Livres & Iguais, a Associação Brasileira de Intersexos (ABRAI) e a Associação Brasileira Profissional pela Saúde Integral de Travestis, Transexuais e Intersexos (ABRASITTI) unem-se no Dia Internacional da Visibilidade Intersexo para promover maior conscientização sobre esse tema.

Pessoas intersexo nascem com características sexuais (incluindo genitais, gônadas e padrões cromossômicos) que não se encaixam nas típicas noções binárias de corpos masculinos e femininos.

Intersexo é um termo guarda-chuva usado para descrever uma ampla gama de variações naturais do corpo. Em alguns casos, características intersexuais são visíveis no nascimento, enquanto outras não são aparentes até a puberdade.