Educação de qualidade

O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU número 4 diz: “Assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos”.

O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU número 4 diz: “Assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos”.

 

Mais sobre este ODS em https://nacoesunidas.org/pos2015/ods4 e notícias sobre o tema abaixo.

Evento no Rio de Janeiro tem objetivo de reunir especialistas para discutir os rumos da educação,. Foto: Flickr/Agecom/Carol Garcia

UNESCO e UNICEF apoiam evento no Rio sobre futuro da educação

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) apoiam a realização nesta semana (quinta e sexta-feira) no Rio de Janeiro da quarta edição do Encontro Internacional Educação 360, cujo objetivo é discutir os rumos da educação no Brasil e no mundo.

O evento, que acontece na Escola Sesc de Ensino Médio, em Jacarepaguá, reunirá professores, diretores, gestores, especialistas, alunos e representantes de comunidades locais.

Semana Nacional de Trânsito ocorre até 25 de setembro em Brasília (DF). Foto: EBC

UNESCO apoia Semana Nacional de Trânsito e Mobilidade em Brasília

O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (DETRAN-DF), com apoio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), lançou na segunda-feira (18) em Brasília a Semana Nacional de Trânsito e Mobilidade com o objetivo de ampliar a conscientização sobre a segurança no trânsito.

Durante toda semana, serão desenvolvidas atividades educativas, com destaque para o respeito ao pedestre e a mobilidade urbana. Serão realizadas blitzes educativas e atividades abordando direção defensiva, regras de circulação, respeito ao ciclista, celular no trânsito, álcool e direção, além de cursos para pedestres e exposições.

Mustapha entre seus alunos. Foto: ACNUR/Rahima Gambo

ONU premia professor nigeriano que leva educação para vítimas do Boko Haram

Levar educação para todas as crianças, incluindo as que são forçadas a abandonar suas comunidades por conta da violência. Essa é a incansável missão perseguida há quase uma década por Zannah Mustapha, professor nigeriano que foi anunciado nesta segunda-feira (18) vencedor do Prêmio Nansen da Agência das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR). Em 2007, o docente fundou uma escola na cidade de Maiduguri, capital do estado do Borno e epicentro dos confrontos provocados pelo grupo extremista Boko Haram.

Crianças em Dekoa, na República Centro-Africana. Foto: MINUSCA

ONU alerta para crise no financiamento de refeições escolares na África Ocidental e Central

Mais de 1,5 milhão de crianças vulneráveis em toda a África Ocidental e Central estão indo às aulas com fome ou mesmo abandonando a escola devido à falta de financiamento para as refeições escolares do Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (PMA), informou a agência no início do ano escolar de 2017-2018.

As consequências dessa crise são dramáticas, uma vez que os nutritivos almoços e lanches providenciados pelo PMA são, muitas vezes, a única refeição que muitos jovens comem o dia todo.

Alimentação escolar melhora nutrição e educação de jovens. Foto: PMA

No Canadá, ONU promove fórum sobre alimentação escolar e nutrição infantil

Teve início no domingo (17), no Canadá, o XIX Fórum Global de Nutrição Infantil, evento organizado pelo Centro de Excelência contra a Fome das Nações Unidas. Até a próxima quinta-feira (21), especialistas e gestores estarão reunidos em Montreal para discutir o papel da alimentação escolar no crescimento econômico sustentável. Cerca de 300 participantes de 50 países participam do encontro.

Estão abertas até 21 de novembro as inscrições para a primeira edição do Laboratório de Inovação em Educação na Saúde. Foto: Agência Brasil/Marcelo Camargo

OPAS/OMS e Ministério da Saúde mapeiam experiências de sucesso em educação na saúde

Estão abertas até 21 de novembro as inscrições para a primeira edição do Laboratório de Inovação em Educação na Saúde, promovido pela Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) e pelo Ministério da Saúde do Brasil.

A proposta é mapear práticas inovadoras e experiências exitosas que contribuem para a formação e qualificação dos trabalhadores e profissionais de saúde no Sistema Único de Saúde (SUS).

Programa Embaixadores da Juventude está com inscrições abertas até 17 de setembro em Salvador (BA). Foto: Embaixadores da Juventude

ONU recebe inscrições para programa Embaixadores da Juventude em Salvador

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e o Instituto Caixa Seguradora recebem inscrições para edição de Salvador (BA) do programa Embaixadores da Juventude. Podem se inscrever jovens entre 18 e 25 anos, residentes do estado ou da região Nordeste, com conhecimento intermediário de inglês ou espanhol e que tenham concluído o Ensino Médio. O prazo é 17 de setembro.

Por meio de debates com especialistas, análises de casos e atividades práticas, o programa oferece um treinamento completo de liderança e ativismo em pautas como segurança, pobreza, sustentabilidade, educação, empreendedorismo e saúde, abordando os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Mais de 3,5 milhões de crianças refugiadas com idade entre 5 e 17 anos não tiveram a oportunidade e frequentar a escola no último ano letivo, revela o ACNUR. Foto: ACNUR/ P.Wiggers

Relatório do ACNUR aponta crise na educação de crianças refugiadas

Mais de 3,5 milhões de crianças refugiadas com idade entre 5 e 17 anos não tiveram a chance de frequentar a escola no último ano letivo, mostrou a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), em relatório divulgado na segunda-feira (11).

Globalmente, 91% das crianças frequentam a escola. Entre os refugiados, no entanto, este índice é bem menor, de apenas 61%. Em países de baixa renda, chega a ser de 50%, informou a agência da ONU.

Foto: Mídia Ninja

Citando Brasil, comissário da ONU alerta para vínculo entre corrupção e perda de direitos

Falando na abertura da sessão do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, em Genebra nesta segunda-feira (11), alto-comissário da ONU para o tema, Zeid Ra’ad Al Hussein, alertou que a corrupção viola os direitos de milhões de pessoas em todo o mundo, “roubando-as do que deveriam ser bens comuns e privando-as de direitos fundamentais, como saúde, educação ou acesso igualitário à justiça”.

“Os escândalos recentes, incluindo alegações muito graves sobre funcionários de alto nível no Brasil e em Honduras, revelaram o quão profundamente a corrupção está inserida em todos os níveis de governança em muitos países das Américas, muitas vezes ligados ao crime organizado e ao tráfico de drogas”, disse Zeid.

UNESCO promove debate online sobre desafios da alfabetização no mundo digital. Foto: EBC/Lars Plougmann (Creative Commons)

Em bate-papo online, UNESCO discute desafios da alfabetização no mundo digital

Em um mundo em que 750 milhões de adultos ainda são analfabetos e cerca de 264 milhões de crianças e jovens estão fora da escola, como as novas tecnologias digitais podem ajudar a ampliar o acesso à aprendizagem e a melhorar a qualidade da Educação?

O “Hangout UNESCO: Os desafios da alfabetização em um mundo digital” busca responder essa e outras perguntas. A conversa acontece na quarta-feira (13), às 14h30, no canal da UNESCO no Brasil no YouTube, no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Alfabetização, celebrado anualmente 8 de setembro.

Jovens acessam Internet em Nairóbi, no Quênia. Foto: UNFPA/Roar Bakke Sorensen (arquivo)

UNESCO premia em Paris iniciativas globais de combate ao analfabetismo

No Dia Internacional da Alfabetização, lembrado nesta sexta-feira (8), a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) premia iniciativas globais de combate ao analfabetismo por meio das novas tecnologias. A entrega do prêmio ocorre na sede da agência da ONU em Paris, na França.

O Prêmio Internacional de Alfabetização da UNESCO deste ano premiará laureados de Canadá, Colômbia, Jordânia, Paquistão e África do Sul. Neste ano, o prêmio e a celebração terão como foco a Alfabetização no Mundo Digital.

Especialistas pedem mais investimentos em políticas públicas de Educação de Jovens e Adultos (EJA). Foto: EBC

Brasil precisa ampliar investimentos na educação de jovens e adultos, alertam especialistas

Mesmo com a queda da taxa de analfabetismo entre maiores de 15 anos na última década, o Brasil permanece entre os dez países do mundo com maior número de analfabetos adultos, segundo a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).

No Dia Internacional da Alfabetização, lembrado nesta sexta-feira (8), especialistas ouvidos pelo Centro de Informação das Nações Unidas (UNIC Rio) afirmam que o país precisa intensificar seus investimentos na qualidade da educação, de forma a combater a evasão escolar, e em políticas públicas de Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Representante-residente do PNUD Brasil participa da abertura do vigésimo encontro da REMS. Foto: PNUD Brasil/Gabriela Borelli

Rede de ONGs reúne-se em Brasília para debater esporte e desenvolvimento humano

Representantes de Organizações não governamentais (ONGs) reuniram-se esta semana (30 e 31) em Brasília (DF) para celebrar os dez anos da Rede Esporte pela Mudança Social (REMS) e debater iniciativas que promovam o esporte como ferramenta de desenvolvimento humano.

Criada simultaneamente no Brasil e na África do Sul em 2007, a rede foi fundada por um grupo de organizações da sociedade civil com apoio da fabricante de artigos esportivos Nike e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Projeto multissetorial do Banco Mundial promoveu a infraestrutura rodoviária e iniciativas de igualdade de gênero. Foto: EBC

Projeto do Banco Mundial combate violência de gênero em rodovia do Tocantins

No Tocantins, um projeto multissetorial do Banco Mundial visa a aumentar a eficiência do transporte rodoviário do estado. A iniciativa também tem um componente educacional que visa a reduzir o risco de violência de gênero ao longo de uma rodovia.

Para o organismo internacional, a violência de gênero é um tema complexo que demanda a colaboração entre setores distintos — desde o transporte até a educação — de forma a agregar novas ferramentas para seu enfrentamento.

Belém, Pará. Foto: Flickr/Bernardo Barlach (cc)

UNICEF e governo do Pará mobilizam municípios em prol da infância

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) realiza na quarta-feira (30) em Belém a cerimônia de repactuação do Selo UNICEF com o governo do Pará. Na solenidade, também será lançada uma campanha da agência da ONU e das Centrais Elétricas do Pará (CELPA) em prol da infância no estado.

O Selo UNICEF estimula os municípios a implementar políticas públicas para garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes.

Em Darfur, no Sudão, mulheres se manifestam pelo fim da violência. Foto: ONU/Albert González Farran

Dia Laranja trata da violência contra mulheres e meninas em crises humanitárias

Agências das Nações Unidas, ativistas e governos do mundo todo lembram a cada dia 25 o Dia Laranja, que alerta para a urgente necessidade de prevenir e eliminar a violência contra mulheres e meninas.

No Dia Laranja de agosto, a campanha centrou-se nas crises humanitárias. Nessas situações, mulheres e meninas são mais propensas a perder seus meios de subsistência e a enfrentar situações de violência baseada em gênero, como a violência sexual, o casamento precoce e o tráfico de pessoas com fins de exploração sexual.

Haitianos desembarcam no Brasil após terremoto de 2010. Foto: Senado/Luciano Pontes

ONU lança estudo sobre migração haitiana para Brasil, Chile e Argentina

A Organização Internacional para as Migrações (OIM) e o Instituto de Políticas Públicas em Direitos Humanos (IPPDH) do Mercosul lançaram na semana passada (15) um diagnóstico sobre a migração haitiana para os países-membros e associados do bloco, analisando especialmente o caso das cidades de Brasil, Chile e Argentina.

O estudo concluiu que nos três países há evidências de um nível aceitável de garantia de acessos a direitos por parte dos migrantes haitianos, particularmente no acesso à educação e à saúde. Além disso, no Brasil, a regularização de pessoas migrantes contribuiu de forma importante para o acesso dessa população ao mercado de trabalho formal.

Rede Esporte pela Mudança Social reúne organizações que apostam nas atividades físicas e esportivas como ferramenta de desenvolvimento humano. Foto: PNUD/REMS

Rede de ONGs esportivas comemora 10 anos com atividades gratuitas em 5 estados brasileiros

Com a proposta de democratizar a atividade física e o lazer, a Rede Esporte pela Mudança Social (REMS) — criada por uma parceira entre a Nike e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) — promove a partir desta terça-feira (22) o evento “Esporte na Rua”. Iniciativa promoverá ações gratuitas no Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Ceará e Santa Catarina. Programação marca o aniversário de dez anos da Rede.

O coordenador residente do Sistema ONU no Brasil e representante residente do PNUD, Niky Fabiancic, participou da abertura do evento. Foto: PNUD

PNUD apoia evento em Goiânia sobre educação infantil e desenvolvimento da primeira infância

A Secretaria de Educação, Cultura e Esporte do Estado de Goiás (SEDUCE), em parceria com o Ministério da Educação e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), realiza até sexta-feira (18) em Goiânia (GO) um seminário sobre educação infantil e desenvolvimento da primeira infância.

“Temos a oportunidade de olhar para a primeira infância como tema prioritário e indispensável para o alcance do desenvolvimento inclusivo e sustentável, buscando trazer aquelas crianças em situação de vulnerabilidade para o centro de nossas ações”, disse o coordenador-residente do Sistema ONU no Brasil e representante residente do PNUD, Niky Fabiancic, na abertura do evento nesta quinta-feira (17).

O concurso foi uma iniciativa do Centro de Excelência em parceria com o Centro Universitário de Brasília (UniCeub). Foto: Centro de Excelência contra a Fome

Centro de Excelência contra a Fome anuncia vencedores de concurso de pesquisa

O Centro de Excelência contra a Fome e o Centro Universitário de Brasília (UniCeub) divulgaram os vencedores do concurso de pesquisa “Segurança alimentar e nutricional sustentável: construindo pontes entre práticas agrícolas sustentáveis e programas de alimentação escolar”.

Os autores dos três melhores artigos de pesquisa participarão de visitas de estudos organizadas pelo Centro de Excelência contra Fome — parceria entre o governo brasileiro e o Programa Mundial de Alimentos (PMA) das Nações Unidas. Já os artigos dos cinco primeiros colocados serão publicados na Revista de Direito Internacional.

O relatório indica que, de acordo com as respostas recebidas, três de cada cinco jovens veem com muita confiança o seu futuro até o ano de 2030. Foto: Agência Brasil/Marcelo Camargo

Jovens da América Latina e do Caribe mantêm otimismo com futuro do trabalho

Os jovens da América Latina e do Caribe enfrentam atualmente um mercado de trabalho adverso, com aumento do desemprego e altas taxas de informalidade. No entanto, isso não impede que eles tenham confiança no futuro do trabalho, otimismo sobre o que podem conseguir em seus empregos e boas expectativas sobre o impacto das novas tecnologias, destacou um novo relatório técnico da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Programas de alimentação escolar podem fortalecer agricultura local e garantir que crianças frequentam o colégio. Foto: PMA / Vinícius Limongi

Escolas sustentáveis de El Salvador são certificadas em concurso da Fundação Banco do Brasil

A iniciativa de alimentação escolar Escolas Sustentáveis, desenvolvida pela prefeitura de Atiquizaya, no Departamento de Ahuachapán, em El Salvador, foi selecionada entre 12 boas práticas internacionais para ser certificada pelo Prêmio de Tecnologia Social da Fundação Banco do Brasil 2017.

A edição 2017 do concurso conta com a cooperação da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil e o apoio da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), do Banco Mundial e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Foto do 14º Acampamento Terra Livre, em abril de 2017, em Brasília. Crédito da foto: Apib Comunicação/Flickr/CC

ONU traduz para o português recomendações de direitos humanos feitas ao Brasil

O Centro de Informação das Nações Unidas no Brasil (UNIC Rio) traduziu para o português documento com mais de 240 recomendações de Estados-membros da ONU para melhorar a situação dos direitos humanos no país.

As recomendações foram feitas em maio deste ano, no âmbito da Revisão Periódica Universal (RPU), uma espécie de sabatina na qual os países são avaliados pelos membros das Nações Unidas.

Mães sírias aprendem a ler e a escrever nas aulas de literatura em Fnaydek, Líbano. Foto: ACNUR

Aulas de alfabetização abrem portas para mulheres sírias no Líbano

Diante de um quadro branco, Fatima Al Obeid escreve a letra “b” em árabe. Ela chama uma aluna para escrever a palavra “beit”, que significa “casa” – também em árabe. Suas alunas não são crianças, mas mulheres adultas.

Duas vezes por semana, Fatima ensina mães e avós sírias refugiadas no Líbano a aprender a ler e a escrever em sua língua nativa. Para a maioria delas, é a primeira vez que frequentam uma sala de aula. O relato é da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

A educação é transversal e essencial para o cumprimento de todos os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU. Foto: Govba/Carol Garcia

Educação para o desenvolvimento sustentável é tema de evento em São Paulo

A UNESCO no Brasil e a Secretaria Municipal de Educação de São Paulo uniram-se para a realização de evento sobre Educação para Desenvolvimento Sustentável (EDS). Na ocasião, a Secretaria de Educação apresenta o projeto de EDS no novo currículo da rede municipal de ensino da capital paulista e que deve ser implantado no ano que vem.

O evento de lançamento da iniciativa acontece na terça-feira (15), às 15h30, no Teatro João Caetano (Rua Borges Lagoa, 650, Vila Clementino, São Paulo, SP). A programação começa com a apresentação da publicação Educação para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS): objetivos de aprendizagem e da série de vídeos ODS para Crianças.

Ilhas Rabi, Fiji. A elevação do nível dos oceanos e as mudanças climáticas são ameaças à existência das ilhas do Pacífico. Foto: OCHA/Danielle Parry

Curso online da ONU sobre mudanças climáticas está disponível em português

O curso em português sobre mudanças climáticas é fruto de parceria entre o governo brasileiro, a UNESCO no Brasil e o UN CC: Learn, projeto que envolve mais de 35 agências das Nações Unidas.

A versão em português será lançada em evento da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, na terça-feria (15), às 15h30, no Teatro João Caetano (Rua Borges Lagoa, 650, Vila Clementino, São Paulo, SP).

Estudantes assistem a espetáculo na escola Barros Barreto, em Salvador, Bahia. A performance abordava temas sociais como racismo e discriminação por gênero. Foto: UNICEF/Claudio Versiani

UNESCO incentiva municípios brasileiros a cumprir metas de educação da ONU

A UNESCO no Brasil participa do 16º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação, organizado pela União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME) em Fortaleza. Agência da ONU apresenta a Agenda Educação 2030 e lança a publicação “Reflexões de apoio para o desenvolvimento curricular no Brasil: guia para gestores educacionais”. Na sexta-feira (11), às 11h, uma especialista do organismo participa de debate sobre marcos internacionais.

Estudo “Perspectivas Econômicas da América Latina 2017” mostrou realidade dos jovens latino-americanos e caribenhos. Foto: EBC

Projeto da UNESCO para inserir jovens no mercado apresenta iniciativas na Campus Party Salvador

O projeto “Educação Livre — Aprendizagem Digital para Inclusão no Mundo do Trabalho” participa a partir desta quinta-feira (10) da Campus Party Salvador, com apresentações temáticas sobre voluntariado, rede colaborativa com organizações da sociedade civil e linguagem para web. Iniciativa é fruto de parceria entre o Serviço Social da Indústria (SESI), o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a UNESCO no Brasil. Evento na Bahia vai até 13 de agosto.

Em Maricá (RJ), tribo usa idioma guarani para fortalecer cultura indígena

A Aldeia Mata Verde Bonita (Tekoa Ka’ Aguy Ovy Porã), visitada pela equipe do Centro de Informação da ONU para o Brasil (UNIC Rio), é uma das oito comunidades guaranis no estado do Rio, onde moram 73 pessoas em uma área de proteção ambiental com mais de 90 hectares. Sua língua materna é a variedade mbya do guarani, um idioma indígena do tronco tupi-guarani, falado por milhares de indígenas do Centro-Oeste ao Sul do Brasil e em países vizinhos, como Bolívia e Paraguai.

UNICEF e municípios se unem para trazer para a escola 2,8 milhões de crianças e adolescentes brasileiros

Para inserir na rede de ensino crianças e adolescentes brasileiros que não estão na escola, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) criou a Busca Ativa Escolar, plataforma gratuita para ajudar municípios na identificação, matrícula e acompanhamento de jovens que não frequentavam mais o colégio. Iniciativa está sendo apresentada no 16º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação, que teve início nesta terça-feira (8), em Fortaleza.

Delegação suazi em visita a escola rural perto de Brasília. Foto: PMA/Sophia Andreazza

Suazilândia se inspira no Brasil para combater a fome e estimular agricultura familiar

Em visita ao Brasil na semana passada, uma delegação de ministros e gestores da Suazilândia conheceu iniciativas brasileiras de combate à fome e de fomento da agricultura familiar. País africano quer se inspirar em modelos da nação sul-americana para melhorar programas como o de alimentação escolar. Atualmente, o governo suazilandês fornece refeições em 841 escolas públicas, beneficiando cerca de 340 mil crianças.

Próxima Cúpula Ibero-americana, que terá apoio do PNUD e da SEGIB, acontece na Colômbia. Foto: ACNUR / B. Heger

Direitos indígenas ainda são violados 10 anos depois de declaração histórica, dizem especialistas da ONU

Os povos indígenas do mundo ainda enfrentam enormes desafios uma década depois da adoção da histórica declaração sobre seus direitos, alertaram nesta segunda-feira (7) um grupo de especialistas independentes e órgãos especiais das Nações Unidas.

Em comunicado divulgado às vésperas do Dia Internacional dos Povos Indígenas (9 de agosto), o grupo de especialistas afirmou que, dez anos depois da declaração, “os povos indígenas enfrentam maiores dificuldades e violações de direitos”, ressaltando o aumento do número de assassinatos de indígenas e defensores dos direitos humanos no mundo todo.

A iniciativa da UFABC garante cotas para refugiados e solicitantes de refúgio no ingresso à graduação. Das 12 vagas disponibilizadas, quatro estarão no Campus de Santo André. Foto: UFABC

Universidade Federal do ABC cria vagas para refugiados e solicitantes de refúgio nos cursos de graduação

O Conselho Universitário da Universidade Federal do ABC (UFABC) aprovou por unanimidade resolução que garante cotas a refugiados e solicitantes de refúgio com interesse em ingressar na graduação. Ao todo, são 12 vagas nos campi de Santo André e São Bernardo do Campo, cidades próximas à capital paulista. A UFABC integra a Cátedra Sérgio Vieira de Mello (CSVM), promovida pela Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) no Brasil.

Foto: PMA/Antony Njuguna

Centro de ONU lança vídeos sobre iniciativas de proteção social e alimentação escolar

O Centro de Excelência contra a Fome, organismo do Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (PMA), está divulgando neste mês uma série de vídeos sobre seu trabalho na área de proteção social. A instituição ajuda 18 países do Sul global a desenvolver projetos de combate à fome e à pobreza. Entre os destaques das atividades do Centro, estão iniciativas na área de alimentação escolar e segurança nutricional.