Parcerias e meios de implementação

O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU número 17 diz: “Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável”. As metas específicas incluem as áreas de finanças, tecnologia, capacitação, comércio, bem como questões sistêmicas e cooperação em ciência, tecnologia e inovação.

O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU número 17 diz: “Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável”. As metas específicas incluem as áreas de finanças, tecnologia, capacitação, comércio, bem como questões sistêmicas e cooperação em ciência, tecnologia e inovação.

 

Mais sobre este ODS em https://nacoesunidas.org/pos2015/ods17 e notícias sobre o tema abaixo.

Países africanos têm buscado cooperação técnica com IBGE. Foto: EBC

IBGE e Fundo de População da ONU ajudam países africanos a adotar coleta eletrônica em censos

Especialistas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) foram nesta semana ao Senegal para capacitar 25 técnicos do país africano sobre o uso de aparelhos eletrônicos na coleta de dados para censos populacionais. Realizada em parceria com o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), iniciativa teve início na segunda-feira (13) e faz parte de projeto que visa à criação de centros de referência em estatística na África.

Alimentação escolar é crucial para atingir o objetivo global da ONU número dois, de fome zero. Foto: PMA/Alexandra Hilliard

Ministros africanos endossam estudo sobre alimentação escolar; experiência brasileira foi inspiração

Centro de Excelência contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos da ONU (PMA), em colaboração com o Escritório do PMA para a África, realizou o estudo, após o Departamento da Recursos Humanos, Ciência e Tecnologia da Comissão da União Africana ter realizado uma visita de estudos ao Brasil para conhecer a experiência brasileira de alimentação escolar vinculada à agricultura local.

Comunidades rurais do semiárido baiano são foco do projeto Pró-Semiárido. Foto: Governo da Bahia

Fundo agrícola da ONU visita comunidades da Bahia para planejar investimentos na agricultura familiar

Uma equipe do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) está na Bahia para planejar a implementação do programa Pró-Semiárido, uma iniciativa do governo estadual para combater a miséria e fortalecer a agricultura familiar em 32 municípios. Realizada em parceria com o organismo da ONU, a iniciativa prevê uma injeção de 300 milhões de reais nas regiões contempladas até 2021. A missão da agência das Nações Unidas será concluída na última semana de novembro.

Seminário discutirá a importância dos jardins botânicos, papel dos setores público e privado, soluções locais e interface entre ciência e tecnologia. Foto: Instituto Inhotim.

BID e Inhotim realizam seminário internacional sobre mudança do clima e biodiversidade

O Instituto Inhotim e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) realizam entre 29 de novembro e 1º de dezembro em Brumadinho (MG) o seminário internacional “Mudança Climática e Biodiversidade: Ideias e Atitudes que Fazem Diferença”. O evento reunirá especialistas brasileiros e estrangeiros, e as palestras terão transmissão ao vivo pela Internet.

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) participará do evento, moderando a mesa de debate “Interface entre ciência, tecnologia e tomada de decisão pública e privada para o combate à mudança climática”.

10ª edição do Fórum da Juventude da UNESCO ocorreu em Paris, na França. Foto: UNESCO

UNESCO promove fórum em Paris para ampliar seu envolvimento com a juventude

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) promoveu esta semana (25 e 26) em sua sede em Paris, na França, a 10ª edição do Fórum da Juventude, cujo tema foi repensar o envolvimento dos jovens com a Organização.

“Atualmente, há 1,8 bilhão de jovens com idades entre 10 e 24 anos no mundo. Essa é a maior população jovem já vista, e uma grande oportunidade para aproveitar o poder das gerações mais novas para impulsionar mudanças positivas”, disse a diretora-geral da UNESCO, Irina Bokova.

Equipe do Centro Pan-Americano de Febre Aftosa (PANAFTOSA) esteve presente no show de aniversário de 72 anos da ONU no Rio. Foto: UNIC Rio/Pedro Andrade

Show de aniversário dá visibilidade ao trabalho da ONU no Brasil

O show para comemorar o aniversário das Nações Unidas, realizado na terça-feira (24) na Fundição Progresso, no centro do Rio de Janeiro, contribuiu para divulgar o trabalho da ONU localmente e para integrar a Organização à vida cultural da cidade, na avaliação das agências que contribuíram para que o evento acontecesse.

O encontro reuniu cerca de 200 pessoas e contou com a apresentação musical da banda Bomoko, formada por refugiados de Angola e da República Democrática do Congo, e de representantes do coletivo Baixada Nunca se Rende, composto por mais de 100 artistas da Baixada Fluminense.

IPHAN comemorou 80 anos com cerimônia no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Foto: IPHAN

UNESCO recebe medalha do IPHAN por apoio aos esforços brasileiros de conservação do patrimônio

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) recebeu a Medalha Mário de Andrade, concedida pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) para homenagear instituições parceiras que foram importantes para a consolidação do organismo governamental ao longo dos seus 80 anos de existência. Agência da ONU elogiou trabalho da instituição, que ultrapassa as fronteiras do Brasil, com iniciativas de cooperação, e é referência mundial.

Comemoração do Dia da ONU na casa do diretor do Centro de Informação das Nações Unidas, Maurizio Giuliano

Diplomatas, autoridades e sociedade civil celebram Dia da ONU em recepção no Rio

As comemorações do Dia da ONU (24) reuniram mais de 50 convidados na casa do diretor do Centro de Informação das Nações Unidas (UNIC Rio), Maurizio Giuliano. Representantes do corpo consular e de agências do Sistema ONU sediados no Rio de Janeiro, das comunidades católica e judaica e autoridades do Ministério das Relações Exteriores, dos governos do Estado e da Prefeitura do Rio de Janeiro participaram da recepção na noite da última quarta-feira (25).

Na imagem, poluição atmosférica na cidade de São Paulo. Foto: Flickr/Thomas Hobbs (cc)

Países latino-americanos e caribenhos reafirmam compromisso com planeta livre de poluição

Os países da América Latina e do Caribe reafirmaram no início de outubro em Bogotá, na Colômbia, seus compromissos por um planeta livre de poluição, durante a consulta regional para a terceira Assembleia das Nações Unidas para o Meio Ambiente (UNEA), que acontece no início de dezembro em Nairóbi, no Quênia.

Na região, 100 milhões de pessoas vivem em áreas suscetíveis à poluição do ar — com risco de desenvolverem doenças respiratórias e outros problemas de saúde — e pelo menos 25 milhões estão em contato direto com águas poluídas originadas em áreas urbanas.

Representantes dos parceiros da iniciativa Building Movements - Feminismos Contemporâneos, que conta com o apoio da ONU Mulheres. Foto: ONU Mulheres

ONU e parceiros anunciam liberação de fundos para 14 organizações de mulheres do Brasil

Após receber 645 inscrições, o projeto Building Movements – Feminismos Contemporâneos anunciou em outubro (10) as 14 organizações da sociedade civil selecionadas para receber investimentos e, com isso, ampliar atividades de promoção da igualdade de gênero no Brasil.

Um dos marcos do grupo é a diversidade. Há entidades que trabalham com transporte público, outras que lidam com religiões de matriz africana, instituições voltadas para as mulheres lésbicas e organizações dedicadas aos direitos das agricultoras.

Criança que sofre de desnutrição no colo de sua mãe em um programa de assistência apoiado pelo UNICEF em Baidoa, na Somália. Foto: UNICEF / Mackenzie Knowles-Coursin

Fundo de emergência da ONU alcança meta anual de US$ 450 milhões; necessidades aumentam

O fundo global de resposta a emergências das Nações Unidas alcançou seu objetivo de financiamento de 450 milhões de dólares. A ONU informou, no entanto, que ainda mais recursos são necessários, uma vez que o número de pessoas que precisam de assistência bateu novos recordes.

A iniciativa da ONU foi uma das primeiras a fornecer recursos quando mais de 20 milhões de pessoas este ano estavam perto de uma epidemia de fome no nordeste da Nigéria, Sudão do Sul, Somália e Iêmen, ajudando a evitar o pior.

Menino de sete anos observa destruição promovida pelo furacão Irma na República Dominicana. Foto: UNICEF

Chefe da ONU alerta para recentes eventos climáticos: ‘cientistas previram’

António Guterres anunciou que visitará a região e lembrou que não se deve vincular “qualquer evento climático com as mudanças climáticas”, acrescentando: “Mas os cientistas sabem que esse clima extremo é precisamente o que seus modelos preveem, e eles preveem que será o novo normal de um mundo que está se aquecendo”.

O secretário-geral agradeceu o apoio humanitário aos países do Caribe, mas classificou a resposta da comunidade internacional como “fraca”.

A ONU forneceu 18 toneladas de alimentos; 3 milhões de comprimidos de purificação de água; 3 mil tanques de água; 2,5 mil tendas; 2 mil mosquiteiros e kits escolares; 500 cartões de débito para assistência em dinheiro. As Nações Unidas dependem, no entanto, da ampliação do financiamento para manter ajuda.

Assembleia Geral da ONU. Foto: Mark Garten/ONU (arquivo)

Na ONU, líderes africanos pedem comprometimento no combate ao terrorismo e desastres climáticos

Grande parte dos deslocamentos forçados na África têm duas razões principais: ataques de grupos extremistas e problemas causados pelo clima. Destacando os perigos colocados pelo terrorismo na região subsaariana e pela falta de comprometimento com os acordos climáticos, líderes africanos subiram palanque da Assembleia Geral das Nações Unidas pedindo maiores recursos e atenção da comunidade internacional para o continente.

Comitiva formada por profissionais do UNFPA, da OPAS e do Ministério da Saúde em visita à União Química, em Brasília. Foto: Divulgação/União Química

ONU visita laboratório brasileiro interessado em fornecer produtos para organismos internacionais

Representantes do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e do Ministério da Saúde visitaram na última semana (21) a fábrica da União Química em Brasília. Laboratório quer levar seus produtos para o mercado internacional de fornecedores que abastecem as agências da ONU. Organismos internacionais têm incentivado participação brasileira nas cadeias de produtos de saúde.

Foto: Alberto Coutinho/Secom Governo da Bahia

Com apoio da ONU, governo da Bahia anuncia repasse de R$ 4,7 mi para agricultura familiar do semiárido

O governo da Bahia anunciou na semana passada (21) 24 convênios para o programa Pró-Semiárido, iniciativa que é cofinanciada pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) e visa reduzir a pobreza no meio rural. As novas parcerias entre o estado e associações comunitárias liberarão 4,7 milhões de reais para pequenos produtores, beneficiando 2.977 famílias dos 32 municípios baianos cobertos pelo projeto.

Imagem: Divulgação/UNAIDS

Programa da ONU marca presença no 11º Congresso de HIV/AIDS, em Curitiba

O Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) e alguns de seus copatrocinadores — UNICEF, UNESCO, UNFPA, UNODC e OPAS — participam esta semana do 11º Congresso de HIV/AIDS e do 4º Congresso de Hepatites Virais (HepAIDS 2017), que acontecem na cidade de Curitiba (PR) entre os dias 26 e 29 de setembro. Cerca de 4 mil participantes são esperados no ExpoUnimed Curitiba, entre ativistas, cientistas, gestores e profissionais de saúde de todo o Brasil, além de especialistas internacionais.

VÍDEO: O que é desenvolvimento sustentável?

Há dois anos, Rede Brasil do Pacto Global integra objetivos globais às empresas

Há dois anos, em 25 de setembro de 2015, o mundo passou a conhecer novos parâmetros para um futuro mais sustentável e resiliente, baseados em um plano de ação para as pessoas, o planeta e a prosperidade: a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

Desde então, o Pacto Global da ONU vem engajando o setor privado em prol dos objetivos globais em quase 170 países, estabelecendo-se como a iniciativa interlocutora entre os ODS e as empresas. No Brasil, a Rede Brasil do Pacto Global promove diversas ações para impulsionar a participação corporativa na construção de um mundo mais sustentável e justo até 2030.

Carissa Etienne, diretora da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). Foto: OMS

ONU destaca erradicação de doenças nas Américas como conquistas dos últimos 5 anos

Em relatório apresentado na segunda-feira (25) aos Estados-membros da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), a diretora da instituição, Carissa Etienne, lembrou a eliminação regional da rubéola, da síndrome da rubéola congênita e do sarampo. Outras conquistas incluem a erradicação da oncocercose na Colômbia, Equador, Guatemala e México; da doença de Chagas no Brasil, Chile e Paraguai; e do tracoma no México.

Governos, setor privado, sociedade civil e academia trabalham pela implementação da Agenda 2030 no Brasil. Foto: PNUD Brasil/Guilherme Larsen

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU completam 2 anos

Em 25 de setembro de 2015, líderes dos 193 Estados-membros das Nações Unidas aprovaram, por consenso, em Nova Iorque, a adoção da Agenda 2030 e dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). No cerne do documento, está a preocupação em integrar os três pilares do desenvolvimento — social, econômico e ambiental.

No Brasil, iniciativas de diferentes setores da sociedade declararam apoio ao novo marco da ONU. Conheça os projetos.

Ministra da Cooperação para o Desenvolvimento, Ulla Tøernæs, da Dinamarca. Foto: ONU/ Cia Pak

Na Assembleia Geral, UE reforça compromissos com a prevenção de conflitos e proteção de refugiados

Na Assembleia Geral das Nações Unidas, presidentes e ministros europeus discursaram em favor de formas estruturadas e justas de prevenção de conflitos. As preocupações em comum foram os ataques terroristas e a ameaça do uso de armas nucleares.

Diante da maior crise migratória desde a segunda guerra mundial, os líderes pediram tratamento humano para centenas de milhares de refugiados que chegam ao continente, bem como a gestão ordenada dos fluxos de migrantes.

Guardiões da Galáxia e Homem de Ferro se unem à ONU para proteger camada de ozônio

A Marvel e a ONU Meio Ambiente se uniram para comemorar os 30 anos do Protocolo de Montreal, marco que rege as ações dos países para reduzir a produção de substâncias destruidoras da camada de ozônio.

A agência das Nações Unidas e a gigante dos quadrinhos lançaram a campanha “Heróis do Ozônio”. Iniciativa tem a participação do Homem de Ferro e dos Guardiões da Galáxia, que convocam o público a proteger o mundo.

Cerca de 275 refugiados e migrantes aguardam para o desembarque no porto de Pozzalo, na Itália, após serem resgatados alguns dias antes. Foto: ACNUR/F.Malavolta

Contribuição dos migrantes é ‘esmagadoramente positiva’, diz secretário-geral da ONU

Durante um encontro na sede da ONU em Nova Iorque nesta quarta-feira (20), representantes das Nações Unidas destacaram a necessidade de continuar trabalhando em conjunto para promover formas mais justas de compartilhar a responsabilidade dos refugiados, bem como alcançar uma migração segura e ordenada.

“A migração não é um fenômeno novo; nem está criando a ameaça dramática de que muitos falam. A maioria dos migrantes se move de forma ordenada entre os países e dá uma contribuição esmagadoramente positiva para seus países anfitriões e seus países de origem”, destacou o secretário-geral da ONU, António Guterres.

Videoclipe de "Ninguém Ficará para Trás" será lançado na Internet na terça-feira (12). Foto: Reprodução

Coletivo ‘Baixada Nunca se Rende’ e Centro RIO+ lançam videoclipe ‘Ninguém Ficará Para Trás’

O coletivo aberto de músicos “Baixada Nunca se Rende”, apoiado pelo Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (Centro RIO+) das Nações Unidas, lança na terça-feira (12) na Internet o videoclipe da música “Ninguém Ficará para Trás”.

A canção é parte do EP produzido com o apoio do Centro RIO+ — do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) — e da organização da sociedade civil Agência do Bem. O vídeo será lançado nos canais do Youtube do centro da ONU, do coletivo aberto de músicos e da banda Rota Espiral.

Da esquerda para a direita: João Carlos Jarochinski, da Rede Sul-Americana para as Migrações Ambientais (RESAMA) e Organização Internacional para as Migrações (OIM); Isabel Marquez, representante da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR); Rayne Ferretti, Oficial Nacional da ONU-Habitat; Ana Toni, do Instituto Clima e Sociedade, moderadora do debate. Foto: UNIC Rio/Julia De Cunto

Acordos climáticos ajudarão a conter crise migratória, dizem especialistas em evento da ONU

A crise migratória está atrelada ao comprometimento com os acordos climáticos e a criação de políticas de proteção para populações em maior situação de vulnerabilidade.

É o que defendem os especialistas que discutiram, nesta terça (05), os deslocamentos causados por questões climáticas durante o “Seminário Vidas Deslocadas – diálogos sobre Mudanças Climáticas e Mobilidade Humana”, no Museu do Amanhã. Confira matéria e vídeo sobre o debate.

África e América Latina discutem soluções para produção de algodão

Foram identificadas oportunidades e ações concretas necessárias para o fortalecimento do setor, a partir da criação de uma rede de intercâmbio Sul-Sul de experiências entre os dois continentes. Diálogo foi organizado em encontro em Maceió pela Agência Brasileira de Cooperação (ABC/MRE), pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e pela Organização Internacional do Trabalho (OIT).

O Centro de Excelência contra a Fome contribuiu para mudar o entendimento de governos de cerca de 30 países sobre o potencial da alimentação escolar. Foto: Jaelson Lucas/SMCS

Parlamentares da América Latina e Caribe discutem inclusão de agricultura familiar nas compras públicas

Os programas de compras públicas para a agricultura familiar fornecem um vínculo entre os mercados locais, os governos e os programas de assistência ao usuário final. Segundo a FAO, iniciativas do tipo impulsionam economias locais, ampliam a saúda da população e valorizam a cultura local.

Parlamentares de oito países – Brasil, Equador, Guatemala, Uruguai, México, Costa Rica, Paraguai e Colômbia – se reuniram em Bogotá para trocar experiências sobre o tema.

Acordo promoverá políticas para erradicação da pobreza, redução das desigualdades e compartilhamento de dados e indicadores para o cumprimento dos ODS. Foto: Governo de Goiás.

Governo de Goiás e PNUD firmam parceria com foco na Agenda 2030

O governador de Goiás, Marconi Perillo, e o representante residente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no Brasil, Niky Fabiancic, assinaram na quinta-feira (31) em Alto Paraíso (GO) um memorando de entendimento para fortalecer a implementação da Agenda 2030 no estado.

A parceria favorecerá políticas para a erradicação da pobreza e redução das desigualdades, monitoramento de políticas sociais e a construção de sistemas para acompanhamento de metas e indicadores.