Parcerias e meios de implementação

O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU número 17 diz: “Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável”. As metas específicas incluem as áreas de finanças, tecnologia, capacitação, comércio, bem como questões sistêmicas e cooperação em ciência, tecnologia e inovação.

O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU número 17 diz: “Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável”. As metas específicas incluem as áreas de finanças, tecnologia, capacitação, comércio, bem como questões sistêmicas e cooperação em ciência, tecnologia e inovação.

 

Mais sobre este ODS em https://nacoesunidas.org/pos2015/ods17 e notícias sobre o tema abaixo.

FAO e Instituto Ítalo-Latino-Americano firmam parceria para combater a fome

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e o Instituto Ítalo-Latino-Americano (IILA) firmaram em maio (19) um novo acordo para combater a fome na América Latina. Parceria prevê iniciativas de intercâmbio de conhecimentos, bem como a implementação conjunta de projetos para o desenvolvimento rural. Cooperação conta com o apoio do Ministério das Relações Exteriores da Itália, que anunciou no mesmo mês uma doação de 5 milhões de euros à agência da ONU.

Cerrado. Foto: Agência Brasil/Elza Fiúza

Banco Mundial libera US$ 32 mi para ajudar governo brasileiro a cadastrar propriedades rurais do Cerrado

O Banco Mundial e o Ministério do Meio Ambiente assinaram na segunda-feira (22) um acordo de empréstimo para a implementação do Cadastro Ambiental Rural no Bioma Cerrado. Organismo financeiro disponibilizará 32,48 milhões de dólares para a pasta federal. Com o dinheiro, governo conduzirá ações de registro de propriedades, a fim de promover recuperação de áreas degradadas. Nove estados serão beneficiados.

Niky Fabiancic, coordenador-residente do Sistema Nações Unidas no Brasil, durante o encontro de 30 anos da ABC. Foto: Marcelo Guimarães/ABC

Sistema ONU no Brasil participa de comemorações dos 30 anos da Agência Brasileira de Cooperação

Representantes do Sistema ONU no Brasil participam nesta quinta e sexta-feira (25 e 26) de eventos em comemoração aos 30 anos da Agência Brasileira de Cooperação (ABC).

A ABC foi criada para coordenar os programas e projetos brasileiros de cooperação técnica, no âmbito da política externa brasileira. Integrada ao Ministério das Relações Exteriores (MRE), a ABC trabalha no fortalecimento da cooperação do Brasil com o exterior.

Agência da ONU e BNDES promovem seminário sobre parcerias para o desenvolvimento sustentável

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) promove na sexta-feira (26) junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) um seminário no Rio de Janeiro com o objetivo de discutir parcerias entre setores e políticas para o desenvolvimento sustentável.

Representantes de sociedade civil, setor privado, organismos internacionais, academia e governos participarão dos debates.

Políticas de alimentação escolar no Brasil. Foto: PMA/Vinícius Limongi

Organismo da ONU e Centro Universitário de Brasília lançam dossiê sobre combate à fome

Como parte das celebrações dos seus cinco anos de existência, o Centro de Excelência contra a Fome — organismo do Programa Mundial de Alimentos da ONU (PMA) — se uniu ao Centro Universitário de Brasília (UniCEUB) e convidou pesquisadores para a elaboração de um Dossiê sobre a Lutra contra a Fome no Mundo. A publicação é uma edição especial do Brazilian Journal of International Law (Revista de Direito Internacional) e já está disponível em meio virtual.

A República do Congo, país centro-africano com mais de 4,7 milhões de pessoas, é altamente dependente dos recursos florestais para os meios de subsistência. Apesar de ser o segundo recurso natural mais valioso depois do petróleo, a contribuição das florestas para a economia nacional é relativamente baixa.

VÍDEO: Na República do Congo, envolver comunidades no manejo florestal sustentável traz benefícios

As taxas de desmatamento e de degradação, embora baixas em relação aos padrões internacionais, têm crescido rapidamente nos últimos anos na República do Congo. Prevê-se que se acelerem ainda mais à medida que o país tenta desenvolver áreas florestais, e à medida que a população cresce cerca de 3% ao ano.

Confira nesse vídeo como a iniciativa REDD+, a Redução de Emissões decorrentes do Desmatamento e da Degradação de Florestas, está ajudando a reverter esse processo.

ONU participa de reunião entre Brasil e Tunísia sobre parcerias na área de desenvolvimento social

A convite dos governos do Brasil e da Tunísia, o Centro de Excelência contra a Fome da ONU participou em abril de uma reunião organizada entre autoridades dos dois países para discutir iniciativas de cooperação e dinamização dos fluxos comerciais bilaterais. Parcerias nas áreas de alimentação escolar, saúde, políticas para igualdade de gênero, juventude e trabalho também entraram na pauta das negociações.

Foto: PMA/Arssalan Serra

Com apoio da ONU, seminário em Moçambique discute cooperação Sul-Sul

Nesta semana acontece em Maputo, capital do Moçambique, um seminário para discutir o papel da cooperação Sul-Sul no desenvolvimento de iniciativas de proteção social, segurança alimentar e nutricional e gênero no país. O evento acontece no âmbito de dois projetos realizados em parceria por agências da ONU Brasil, governos de Moçambique e Brasil e pelo DFID, a agência de cooperação internacional do Reino Unido.

Ônibus de hidrogênio desenvolvido pelo PNUD no Brasil. Foto: PNUD Brasil

Ônibus movido a hidrogênio é solução sustentável para problemas de mobilidade urbana do Brasil, diz PNUD

Um ônibus que não emite poluentes e libera apenas água na atmosfera. No Brasil, a ideia já saiu do papel. Solução sustentável foi apresentada pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no IV Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável (EMDS), realizado na semana passada em Brasília.

Outros temas do evento incluíram o uso de estatísticas para o planejamento de políticas públicas e para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Na caatinga sergipana, PNUD desenvolve projetos para capacitar população e promover manejo sustentável da terra e dos recursos naturais. Foto: PNUD Brasil / Tiago Zenero

PNUD apoia comemoração do Dia Nacional da Caatinga em Sergipe

Para celebrar o Dia Nacional da Caatinga, lembrado em 28 de abril, o governo de Sergipe realizou na terça-feira (25), em Aracaju, o I Workshop da Caatinga. Evento abordou técnicas de gestão responsável dos recursos naturais para evitar problemas como a degradação e o esgotamento dos solos. Iniciativa teve apoio do projeto “Manejo do uso sustentável da terra no semiárido do Nordeste brasileiro”, do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Assinatura do protocolo aconteceu durante a abertura oficial do IV Encontro de Municípios com o Desenvolvimento Sustentável. Foto: PNUD Brasil/Tiago Zenero

Frente Nacional de Prefeitos, Caixa e PNUD firmam acordo para promover metas da ONU em municípios

Durante a abertura do IV Encontro de Municípios com o Desenvolvimento Sustentável (EMDS), que teve início na terça-feira (25), em Brasília, a Frente Nacional de Prefeitos, a CAIXA e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) firmaram um novo acordo para apoiar o Observatório de Consórcios Públicos do Brasil e também para promover a Agenda 2030 da ONU a nível local.

Número de pesquisadores na América Latina e no Caribe é bem inferior ao de países desenvolvidos. Foto: EBC

América Latina e Caribe têm até 90% menos pesquisadores do que países desenvolvidos, diz CEPAL

A América Latina e o Caribe têm apenas 520 pesquisadores por 1 milhão de habitantes, proporção bem inferior da verificada em países desenvolvidos — onde, em média, o número varia de 2 mil a 8 mil. Disparidades foram tema de palestra dada na quinta-feira (20) pela secretária-executiva da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe, Alicia Bárcena, durante evento de abertura do ano letivo da Universidade do Chile.

UNAIDS e universidade norte-americana mapeiam estratégias para combater estigma do HIV no atendimento médico

O Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) e a Universidade do Sul da Califórnia anunciaram recentemente uma parceria para mapear iniciativas capazes de combater o estigma que pessoas pessoas vivendo com HIV enfrentam em sistemas de saúde. A cooperação será responsável por uma plataforma online que vai dar visibilidade a estratégias para eliminar o preconceito em centros de atendimento.

Brasil atingiu objetivo do milênio número 1 - acabar com a fome e a miséria - em 2013. Foto: FAO/Olivier Asselin

Luta contra a fome precisa ser garantida na lei, dizem parlamentares da América Latina e da África

Em evento em Paris que reuniu políticos da América Latina, Caribe e África para debater o papel de legisladores no combate à fome, participantes apontaram que a luta contra a desnutrição precisa ser respaldada por leis. Encontro aconteceu na semana passada (12) e reuniu frentes regionais de parlamentares que contam com o apoio da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

Cuba se tornou recentemente o primeiro país do mundo a receber a validação da Organização Mundial da Saúde (OMS) de eliminação da transmissão vertical – de mãe para filho – do HIV e da sífilis. O sucesso da ilha caribenha é mais um passo em direção é um passo na direção certa para reduzir a ameaça global do HIV e da AIDS, uma das metas do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) número 3. Confira nessa matéria especial em vídeo.

Cuba é o primeiro país do mundo a erradicar transmissão materna de HIV e sífilis; vídeo

Cuba se tornou recentemente o primeiro país do mundo a receber a validação da Organização Mundial da Saúde (OMS) de eliminação da transmissão vertical – de mãe para filho – do HIV e da sífilis.

O sucesso da ilha caribenha é mais um passo em direção é um passo na direção certa para reduzir a ameaça global do HIV e da AIDS, uma das metas do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) número 3. Confira nessa matéria especial em vídeo.

Treze países na África vão imunizar mais de 116 milhões de crianças contra a poliomielite nas próximas semanas. A campanha coordenada de vacinação é voltada para crianças menores de 5 anos e é a maior do tipo a ser implementada na África. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o pleno envolvimento de líderes políticos e comunitários em todos os níveis é considerado essencial para o sucesso da campanha.

Na África, campanha contra a pólio alcançará 116 milhões de crianças em 13 países; vídeo

Treze países na África vão imunizar mais de 116 milhões de crianças contra a poliomielite nas próximas semanas. A campanha coordenada de vacinação é voltada para crianças menores de 5 anos e é a maior do tipo a ser implementada na África.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o pleno envolvimento de líderes políticos e comunitários em todos os níveis é considerado essencial para o sucesso da campanha.

UNFPA distribui kits contendo itens de higiene para preservar a dignidade de mulheres e meninas que fogem de Mossul, no Iraque. Foto: UNFPA Iraque

Fundo de População da ONU vai apoiar mais de 700 mil mulheres e meninas no Iraque

Fundo de População da ONU (UNFPA) vai aumentar a assistência humanitária de emergência para apoiar mais de 700 mil mulheres e crianças atingidas pelo conflito no Iraque.

A ajuda, que inclui serviços de saúde reprodutiva em áreas recém-recuperadas em Mossul e entrega de kits de assistência a cerca de 120 mil mulheres e meninas deslocadas do país, será possível devido à doação adicional de 5 milhões de euros realizada pela Comissão de Ajuda Humanitária Europeia.

VÍDEO: O que é desenvolvimento sustentável?

Brasil é oitavo país a lançar Plataforma de Filantropia para atingir objetivos globais

O Brasil tornou-se o oitavo país a lançar a Plataforma de Filantropia, criada para aprofundar parcerias e ajudar no alcance dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). Com sua adesão, o país soma-se a Quênia, Gana, Zâmbia, Indonésia, Colômbia, Estados Unidos e Índia.

A iniciativa é uma colaboração entre filantropia e comunidade de desenvolvimento internacional, sendo liderada pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e parceiros.

Parceria com a Montblanc, firmada em 2006 com uma visão sobre a importância de promover o direito à educação, já arrecadou mais de US$10 milhões para o trabalho do UNICEF. Foto: UNESCO

Montblanc e UNICEF renovam parceria para apoiar crianças por meio da educação

A companhia alemã Montblanc e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) anunciaram na segunda-feira (3) a renovação de sua parceria para ajudar algumas das crianças mais vulneráveis do mundo a ter acesso à educação.

Na nova etapa, a cooperação entre a empresa e a agência da ONU permitirá o desenvolvimento de iniciativas pela melhoria da educação no Brasil, na China e em Djibuti.

VÍDEO: O que é desenvolvimento sustentável?

Países latino-americanos e caribenhos reúnem-se no México para discutir adoção da Agenda 2030

O México receberá de 26 a 28 de abril a primeira reunião do Fórum dos Países da América Latina e do Caribe sobre Desenvolvimento Sustentável, em que representantes de governos, instituições internacionais, setor privado, academia e sociedade civil se encontrarão para revisar os avanços e desafios da implementação da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável na região.

Programa de Voluntários da ONU apoia Dia das Boas Ações no Brasil

Estão abertas inscrições para participar da segunda edição brasileira do Dia das Boas Ações, movimento global de voluntariado que será realizado sábado (1) e domingo (2) em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. A iniciativa tem o apoio do Programa de Voluntários das Nações Unidas (UNV).

As inscrições vão até esta quarta-feira (29). Consulte atividades disponíveis para voluntários no site www.diadasboasacoes.com.br.

Componentes importados para a aplicação da vacina contra a febre amarela. Foto: OPAS

ONU aciona mais de 15 especialistas para ajudar Brasil a enfrentar febre amarela

Para ajudar o Brasil a enfrentar o atual surto de febre amarela, a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) mobilizou mais de 15 peritos em vigilância, virologia, imunização e outras áreas para atuar junto a equipes de campo do governo em Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro.

Atualmente, o país realiza campanhas de vacinação em massa nesses estados e também em São Paulo e Bahia. Mais de 18,8 milhões de vacinas já foram distribuídas, além das 3,7 milhões de doses de iniciativas de imunização de rotina.

Gestores públicos do Distrito Federal discutiram implementação local dos objetivos globais. Foto: EBC

Gestores públicos do DF debatem implementação da Agenda 2030

Gestores públicos do governo do Distrito Federal participaram na sexta-feira (24) de uma oficina sobre a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, promovida pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), na Casa da ONU, em Brasília.

A intenção foi identificar dados para orientar e definir políticas públicas tendo em vista os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). Na ocasião, os participantes discutiram prioridades locais para a implementação dos ODS de acordo com as necessidades do Distrito Federal.

Mudanças climáticas devem provocar importantes alterações no padrão da chuva em países latino-americanos, disse a FAO. Foto: EBC

CEPAL: fundo brasileiro para o clima cumpre seu papel, mas demanda ferramentas de monitoramento

Em relatório, Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) e parceiros avaliaram o Fundo Nacional sobre Mudança do Clima, criado em 2009 e vinculado ao Ministério do Meio Ambiente. O instrumento tem como objetivo fortalecer ações que promovam uma economia de baixo carbono.

Segundo a agência a ONU, o Fundo Clima cumpre seu papel de financiar a Política Nacional sobre Mudança do Clima, mas ainda carece de ferramentas de monitoramento para aferir os impactos dos projetos financiados. A agência também destacou a necessidade de diversificar as fontes dos recursos.

Teresina, capital do estado do Piauí. Foto: EBC

Piauí fecha parceria com PNUD para alinhar políticas públicas aos objetivos globais

O governo do estado do Piauí, em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), lançou oficialmente na quarta-feira (15) em Brasília a “Estratégia Piauí ODS” para representantes do setor privado que possuem investimentos no estado. Participaram do evento de lançamento mais de 20 empresas com negócios no Piauí em áreas como energia solar e eólica, mineração, infraestrutura, agronegócio e turismo.