Vida terrestre

O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU número 15 diz: “Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade”.

O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU número 15 diz: “Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade”.

 

Mais sobre este ODS em https://nacoesunidas.org/pos2015/ods15 e notícias sobre o tema abaixo.

Mudanças climáticas ameaçam a Amazônia e, consequentemente, disponibilidade de recursos hídricos para países da região. Foto: Flickr (CC) / Dams999

FAO: países já têm conhecimento para acabar com desmatamento, mas falta vontade política

Ao longo dos últimos 25 anos, a taxa global de desmatamento caiu mais de 50%, segundo a ONU. Para as Nações Unidas, redução prova que um futuro com zero destruição de florestas pode deixar de ser uma aspiração para virar realidade. Mas será necessário mais vontade política, alertou o organismo internacional nesta semana (20) em conferência da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), em Roma.

Garrafa de plástico descartada inadequadamente no entorno do Taj Mahal. Foto: Flickr (CC)/Tamas Bodi

Índia sediará celebrações do Dia Mundial do Meio Ambiente em 2018

A ONU Meio Ambiente e o governo da Índia anunciaram, nesta segunda-feira (19), que em 2018 o país asiático sediará as celebrações globais do Dia Mundial do Meio Ambiente, lembrado em 5 de junho. Com o tema “#AcabeComAPoluiçãoPlástica”, a data chama governos, setor privado, comunidades e indivíduos a reduzir a produção e o consumo excessivo de produtos plásticos descartáveis, que contaminam nossos oceanos, prejudicam a vida marinha e afetam a saúde humana.

Soldados indianos servindo à Missão de Paz da ONU na República Democrática do Congo fazem patrulha em floresta. Foto: MONUSCO

ONU oferece curso online sobre meio ambiente e conflito armado

De que forma os recursos naturais estão associados aos conflitos armados e à violência? Como o meio ambiente é impactado pela guerra? E como pode auxiliar na construção da paz? Responder a estas e outras questões é o objetivo do novo curso online gratuito sobre Segurança Ambiental e Paz Sustentável, que começa no dia 1º de março e terá a participação de um quadro internacional de profissionais.

Formação é promovida pela Academia dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, pela ONU Meio Ambiente, pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Índice de desmatamento na América Latina e Caribe é segundo maior do mundo. Foto: Eduardo Santos / Flickr (CC)

Pesquisadores dizem que fundamentos do direito à terra no Brasil geram desmatamento e violência

Para os pesquisadores André Sant’Anna e Carlos Young, no Brasil, há uma tradição vinculando a reivindicação do direito à posse da terra ao estabelecimento de um uso produtivo para os territórios de interesse. Isso estimula o desmatamento, usado como ferramenta para a expansão da fronteira agrícola. O estudo foi publicado em periódico do Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo da ONU (IPC-IG).

Foto: Agência Brasil

ONU Meio Ambiente participa da 1ª Conferência Virtual de Protagonismo Juvenil

Quase metade da população mundial tem menos de 25 anos e, atualmente, existem mais jovens do que em qualquer outro período da história. Só no Brasil, são 51 milhões. Com o objetivo de estimular o engajamento dessa população em temas como política, sustentabilidade, ciência e educação, ocorre até domingo (14) a 1ª Conferência Virtual de Protagonismo Juvenil. O evento online teve a participação da ONU Meio Ambiente.

Xangai, China. Foto: ONU-Habitat/Julius Mwelu

China e ONU Meio Ambiente assinam acordo de cooperação pelo desenvolvimento sustentável

O ministro chinês do Meio Ambiente, Li Ganjie, assinou na sexta-feira (5) um acordo de cooperação estratégica com o diretor-executivo da ONU Meio Ambiente, Erik Solheim, com o objetivo de apoiar a agência das Nações Unidas em seu suporte a países em desenvolvimento no enfrentamento de desafios ambientais.

O acordo também visa a apoiar esses países no desenvolvimento sustentável de suas economias e para aumentar o conhecimento sobre desafios ambientais. O pacto foca na Cooperação Sul-Sul entre países asiáticos e africanos.

Fonte: UIT

Lixo eletrônico representa ‘crescente risco’ ao meio ambiente e à saúde humana, diz relatório da ONU

O crescente volume de lixo eletrônico, incluindo produtos descartados com bateria ou tomada, tais como celulares, laptops, televisores, refrigeradores e brinquedos eletrônicos, representam uma importante ameaça ao meio ambiente e à saúde humana, alertaram as Nações Unidas em dezembro (13).

Em 2016, foram gerados 44,7 milhões de toneladas métricas de resíduos eletrônicos, um aumento de 8% na comparação com 2014. Especialistas preveem um crescimento de mais 17%, para 52,2 milhões de toneladas métricas, até 2021.

Mulheres da comunidade Batwa em Gashikanwa, Burundi, cultivam o solo para plantar batatas. Foto: FAO

Mapa de agência da ONU mostra quantidade de reservas de carbono nos solos do mundo

Coincidindo com as celebrações do Dia Mundial do Solo, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) apresentou no início de dezembro (5) um mapa detalhado sobre as reservas de carbono nos solos do mundo.

Como sistema fundamental de armazenamento de carbono, a conservação e restauração dos solos são essenciais tanto para a sustentabilidade da agricultura como para a mitigação da mudança climática.

Reverter o processo de desertificação por meio de ações que enfrentem a degradação do solo, da água e a perda de biodiversidade nos ecossistemas da Caatinga é o principal objetivo do Projeto Redeser. Foto: EBC

FAO e Ministério do Meio Ambiente firmam parceria para ações de sustentabilidade no semiárido

Reverter o processo de desertificação por meio de ações que enfrentem a degradação do solo, da água e a perda de biodiversidade nos ecossistemas da Caatinga é o objetivo do Projeto Redeser.

A iniciativa é fruto de parceria entre a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO) e o Ministério do Meio Ambiente (MMA), oficializada na semana passada (20), em Brasília (DF). O projeto será desenvolvido em seis estados do semiárido brasileiro e beneficiará 18 municípios.

Adesivos nos trens divulgam informações sobre Protocolo de Montreal em Porto Alegre (RS). Foto: Trensurb/Artur Colombo

Assessor da ONU visita Trensurb para conferir trem adesivado em alusão ao Protocolo de Montreal

Na manhã desta terça-feira (19), Everaldo Fiorentino Meirelles, assessor de projeto da Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO), visitou a Trensurb em Porto Alegre (RS) e vistoriou o trem disponibilizado pela empresa para adesivagem alusiva ao Protocolo de Montreal.

A iniciativa é parte da campanha comemorativa dos 30 anos do Protocolo de Montreal sobre substâncias que destroem a Camada de Ozônio, iniciada em novembro, coordenada pelo Ministério do Meio Ambiente.

Países se comprometeram a acabar com poluição do ar, da água e da terra durante Assembleia Ambiental da ONU em Nairóbi, no Quênia. Foto: Ciência em Pauta (CC)

Países se comprometem a pôr fim a poluição do ar, da água e da terra após cúpula em Nairóbi

Os países se comprometeram nesta quarta-feira (6) a pôr fim à poluição do ar, da terra e da água, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida de bilhões de pessoas globalmente. O compromisso foi feito no encerramento da Assembleia da ONU para o Meio Ambiente, realizada esta semana em Nairóbi, no Quênia.

“Hoje colocamos a luta contra a poluição no topo da agenda política global”, disse Erik Solheim, diretor-executivo da ONU Meio Ambiente. “Temos uma longa luta à nossa frente, mas a cúpula mostrou que há um apetite real por mudanças positivas e significativas”.

Vigília na sede da OEA, em Washington, nos Estados Unidos, pela ativista ambiental e líder indígena hondurenha Berta Cáceres, assassinada em 2016. Foto: CIDH/Daniel Cima

Tratado latino-americano sobre meio ambiente abordará proteção de defensores dos direitos humanos

Representantes dos países latino-americanos e caribenhos reunidos na sede da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) em Santiago, no Chile, concordaram na semana passada em contemplar a proteção das pessoas que lutam pela defesa dos direitos humanos em temas ambientais no futuro acordo regional sobre acesso à informação, à participação pública e à Justiça em assuntos ambientais. O tratado é conhecido como Princípio 10 da Declaração do Rio sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento.

O serviço de compartilhamento de bicicletas Mobike foi um dos vencedores. Foto: Mobike

Presidente chilena e startup de bicicletas estão entre vencedores de prêmio ambiental da ONU

Seis líderes e projetos globais receberam nesta terça-feira (5) o principal prêmio ambiental das Nações Unidas, o Campeões da Terra, por suas ações com impacto positivo no meio ambiente. A homenagem foi feita durante a Assembleia Ambiental da ONU que ocorre em Nairóbi, no Quênia, nesta semana.

Os premiados deste ano foram a presidente chilena, Michelle Bachelet; o cientista da NASA Paul A. Newman; o diretor de cinema norte-americano Jeff Orlowski; a startup de compartilhamento de bicicletas Mobike; o presidente da empresa de energia limpa chinesa Elion Resources Group, Wang Wenbiao; e a comunidade de reflorestamento chinesa Saihanba. O relato é da ONU Meio Ambiente.

Oficina em manejo de açaizais de várzea promovida pelo projeto Bem Diverso em Afuá, Ilha do Marajó (PA). Foto: Projeto Bem Diverso.

PNUD e parceiros promovem em Brasília evento sobre uso sustentável da biodiversidade

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e parceiros realizam a partir desta terça-feira (5) em Brasília (DF) evento para discutir conservação ambiental, boas práticas de extrativismo sustentável de plantas e a influência da biodiversidade na gastronomia.

O Encontro Anual do Projeto Bem Diverso ocorre até quinta-feira (7) e reunirá populações tradicionais e especialistas para a troca de conhecimentos, experiências e informações. O projeto é resultado de uma parceria entre Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), PNUD e Fundo Global de Meio Ambiente (GEF).

Ellie Goulding em performance no Festival Wireless, em Birmingham, na Inglaterra. Foto: Flickr (CC)/Daniel Gregory

Cantora Ellie Goulding é nomeada embaixadora da ONU Meio Ambiente

A cantora e compositora britânica Ellie Goulding é a mais nova aliada da ONU pela proteção da natureza e da biodiversidade. A artista foi nomeada no final de semana (2) embaixadora global da boa vontade do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente. Em visita ao Quênia, país que abriga a sede da agência, a intérprete participa desde segunda-feira (4) das atividades da Assembleia Ambiental da ONU, em Nairóbi.

‘Meu foco será ampliar o ativismo dos jovens comprometidos em criar um futuro brilhante. Eu quero o maior número possível de pessoas se tornando defensoras do planeta’, afirmou a musicista sobre seu novo papel.

Técnicas de tratamento de esgoto não conseguem remover todos os antibióticos e substâncias antimicrobiana da água e centrais de purificação podem ser focos de microrganismos resistentes. Na imagem, estação de tratamento em Mangalore, na Índia. Foto: Banco de Desenvolvimento Aslan

Poluição provoca evolução de bactérias resistentes a remédios, revela ONU Meio Ambiente

A liberação indevida de medicamentos e substâncias químicas na natureza é uma das causas da resistência de micróbios a antibióticos. É o que revela um novo relatório da ONU Meio Ambiente, divulgado nesta terça-feira (5), em meio às atividades da assembleia ambiental da ONU, em Nairóbi. Cerca de 700 mil pessoas morrem todos os anos de infecções por bactérias muito fortes, que não são mortas com os remédios atualmente disponíveis.

Degradação do meio ambiente e poluição estão associadas a um número cada vez maior de problemas de saúde, segundo a ONU Meio Ambiente. Foto: Banco Mundial/Curt Carnemark

ONU inicia assembleia ambiental em Nairóbi com foco no combate à poluição

Mais de 2 mil chefes de Estado, ministros, líderes empresariais, oficiais da ONU e representantes da sociedade civil reúnem-se a partir desta segunda-feira (4) na terceira Assembleia da ONU para o Meio Ambiente em Nairóbi, no Quênia, para enfrentar a ameaça mundial da poluição.

A assembleia ocorre até quarta-feira (6) na sede da ONU Meio Ambiente em Nairóbi. Como órgão máximo de tomada de decisões ambientais, a assembleia reúne governos, empresários, ativistas e outros para compartilhar ideias e se comprometer com ações.

Cidade de Codrington em Barbuda, durante a visita do secretário-geral da ONU, em outubro de 2017, para avaliar os danos causados pelos furacões Irma e Maria. Foto: ONU/Rick Bajornas

Chefe da ONU pede mais recursos para adaptação de países do Caribe às mudanças climáticas

‘Durante minha visita a Dominica, Antígua e Barbuda, testemunhei um nível de devastação que eu nunca tinha visto na minha vida’, afirmou o chefe das Nações Unidas, António Guterres, ao final de novembro em conferência sobre a devastação deixada pelos furações Irma e Maria no Caribe. O secretário-geral das Nações Unidas alertou que, apenas nessas três ilhas, os danos foram estimados em 1,1 bilhão de dólares, e as perdas econômicas em 400 milhões.

Seminário discutirá a importância dos jardins botânicos, papel dos setores público e privado, soluções locais e interface entre ciência e tecnologia. Foto: Instituto Inhotim.

PNUD e Inhotim debatem atitudes individuais para combater mudanças climáticas

Trazer o problema das mudanças climáticas para mais perto do cidadão comum. É o que defende o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Em seminário realizado do dia 29 até esta sexta-feira (1º), no Instituto Inhotim, em Minas Gerais, o organismo internacional lembrou que todo indivíduo tem um papel a desempenhar no cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), as metas globais da ONU.

Mudanças climáticas ameaçam a Amazônia e, consequentemente, disponibilidade de recursos hídricos para países da região. Foto: Flickr (CC) / Dams999

ONU e parceiros lançam curso online e gratuito sobre uso sustentável de ecossistemas terrestres

Concebida com o apoio da ONU Meio Ambiente, a formação está disponível em português. Organizada em sete módulos, a capacitação abordará os impactos do desmatamento e das mudanças climáticas na natureza, com destaque para as consequências de atividades humanas em ecossistemas na América Latina, Caribe, África e Ásia. Materiais virtuais ficarão disponíveis até 29 de janeiro. Seminários ao vivo também serão promovidos ao longo do curso.

Premiação reconheceu tecnologias sociais alinhadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Foto: FAO

ONU e Fundação Banco do Brasil premiam projetos sociais da Bahia, Ceará, Paraíba, São Paulo e DF

Durante cerimônia na noite de quinta-feira (23), em Brasília, foram revelados os vencedores do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologias Sociais 2017, uma iniciativa apoiada pela ONU. Neste ano, as categorias da premiação foram concebidas com base nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS). A competição também foi aberta, pela primeira vez, para projetos da América Latina, que concorreram num segmento internacional. Lista de ganhadores tem programas da Bahia, Ceará, Paraíba, São Paulo e Distrito Federal.

ONU Meio Ambiente decidiu somar esforços a iniciativa global contra a violência de gênero. Foto: PEXELS

ONU Meio Ambiente se une a campanha pelo fim da violência contra mulheres

Para lembrar o Dia Internacional pelo Fim da Violência contra as Mulheres, em 25 de novembro, a ONU Meio Ambiente lança a iniciativa digital “Mulheres Que Inspiram”. Estratégia de conscientização nas redes sociais convoca todos os setores da sociedade a acabar com a violência de gênero.

Com o projeto, o organismo internacional se soma aos esforços da campanha global “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres”, coordenada pela ONU Mulheres no âmbito da campanha do secretário-geral das Nações Unidas UNA-SE.

Foto: Flickr/João Guilherme de Carvalho (Creative Commons)

ONU: América Latina e Caribe despejam 30% de seu lixo em locais inadequados

A geração diária de resíduos sólidos urbanos nos países da América Latina e do Caribe atingiu cerca de 540 mil toneladas, e a expectativa é de que, até 2050, o lixo gerado na região alcançará 671 mil toneladas por dia. É o que revelam dados apresentados pela ONU Meio Ambiente em evento realizado esta semana (21) pela Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (ABRELPE), em São Paulo.

De acordo com a agência das Nações Unidas, mais de 145 mil toneladas de lixo, ou cerca de 30% do total, são destinadas a locais inadequados diariamente na região.

Membro das forças de paz da ONU planta árvore em El Fasher, no Sudão. Foto: ONU/Albert Gonzalez Farran

Meio ambiente também é vítima de guerras e conflitos, diz chefe da ONU

Lembrando o Dia Internacional para a Prevenção da Exploração do Meio Ambiente em Tempos de Guerra e Conflito Armado, 6 de novembro, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, ressaltou a necessidade de reconhecer que o meio ambiente também é vítima das guerras.

“Áreas da Europa ainda são afetadas por contaminação por metais pesados de munições utilizadas durante a Primeira Guerra Mundial”, disse Guterres.