Consumo e produção responsáveis

O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU número 12 diz: “Assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis”.

O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU número 12 diz: “Assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis”. As metas incluem reduzir pela metade o desperdício de alimentos per capita mundial; alcançar o manejo ambientalmente saudável dos produtos químicos e todos os resíduos; e reduzir substancialmente a geração de resíduos por meio da prevenção, redução, reciclagem e reuso; entre outros.

 

Mais sobre este ODS em https://nacoesunidas.org/pos2015/ods12 e notícias sobre o tema abaixo.

Nikolaj Coster-Waldau é embaixador da Boa Vontade do PNUD. Foto: PNUD

Estrela de ‘Game of Thrones’ lança campanha de doações para programa da ONU

O ator dinamarquês Nikolaj Coster-Waldau, famoso por interpretar Jaime Lannister na série Game of Thrones, lançou nesta semana uma campanha de doações para o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), organismo dedicado a combater a pobreza e as mudanças climáticas. Julho é o mês do aniversário do artista, que afirmou à agência da ONU desejar, como presente, nada mais que “um planeta saudável”. Saiba como contribuir.

Parceria entre OIT e associações do setor têxtil e de vestuário visa a tornar essa indústria mais sustentável. Foto: Agência Brasil/Tânia Rêgo

OIT e associações da indústria têxtil e de vestuário lançam Laboratório de Moda Sustentável

Organização Internacional do Trabalho (OIT), Associação Brasileira do Varejo Têxtil (ABVTEX) e Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (ABIT), com o apoio do Instituto C&A e a realização do Instituto Reos, lançaram nesta sexta-feira (7) o Laboratório da Moda Sustentável — por um setor do vestuário mais sustentável e justo.

A iniciativa pretende abordar os principais desafios do setor de vestuário no Brasil em temas de sustentabilidade ambiental, trabalho decente, entre outros.

certificação contribui para estruturar a cadeia têxtil, gerando oportunidades de negócios e favorecendo a oferta de boas condições de trabalho. Foto: Elói Corrêa/ AGECOM

Setor têxtil certifica empresas para eliminar trabalho escravo de cadeias produtivas

A garantia de direitos trabalhistas e a eliminação do trabalho escravo são os principais objetivos do Programa de Monitoramento de Cadeia Produtiva do Vestuário e Calçados, uma iniciativa desenvolvida pela Associação Brasileira do Varejo Têxtil (ABVTEX), com empresas do segmento em todo o país.

O programa tem o papel de assegurar segurança e saúde ao trabalhador, além da formalização das oficinas de costura e empresas de produção de vestuário.

Crianças que visitarem o AquaRio poderão aprender sobre preservação da vida marinha. Foto: UNIC Rio/Pedro Andrade

Contradição entre economia e saúde dos oceanos é ‘artificial’, diz chefe da ONU

O secretário-geral da ONU, António Guterres, pediu durante a Conferência sobre os Oceanos, realizada nessa semana na sede da ONU, uma ação global para enfrentar os atuais desafios que envolvem a saúde dos oceanos, incluindo a poluição e o uso insustentável dos recursos marinhos.

A ONU também marca nesta quinta-feira (8) o Dia Mundial dos Oceanos. “Estamos aqui para virar a maré. Nós criamos esses problemas. Com uma ação global decisiva e coordenada, podemos resolvê-los”, disse Guterres.

Representantes da ONU debateram novos e antigos desafios que países precisam enfrentar para promover o desenvolvimento sustentável. Foto: UNIC Rio/Pedro Andrade

No Rio, representantes da ONU alertam para mudanças climáticas e pedem compromisso com sustentabilidade

‘O nosso problema está na área de desmatamento.’ O diagnóstico é da representante da ONU Meio Ambiente no Brasil, Denise Hamú, que chamou a atenção na terça-feira (6) para os desafios que o país tem de enfrentar para combater as mudanças climáticas. Em simpósio realizado no Museu do Amanhã, a dirigente e outros especialistas das Nações Unidas defenderam políticas econômicas, ambientais e urbanas mais sustentáveis.

Pescadores em Evia, na Grécia, em janeiro de 1973. Foto: ONU/Tsagris

ONU pede que países revertam danos aos oceanos durante conferência em NY

Na abertura da primeira conferência internacional sobre a saúde dos oceanos e mares, realizada em Nova Iorque, representantes das Nações Unidas pediram nesta segunda-feira (5) ação global coordenada para proteger o planeta.

“Melhorar a saúde de nossos oceanos é um teste para o multilateralismo, e não podemos nos dar ao luxo de falhar nisso”, disse o secretário-geral da ONU, António Guterres, em sua primeira grande conferência desde que assumiu o cargo, no início deste ano.

Crianças que visitarem o AquaRio poderão aprender sobre preservação da vida marinha. Foto: UNIC Rio/Pedro Andrade

ONU começa campanha no AquaRio para alertar público sobre poluição dos oceanos

Na semana em que as Nações Unidas promovem a Conferência sobre os Oceanos, em Nova Iorque, o Centro de Informação da ONU para o Brasil (UNIC Rio) realiza no AquaRio uma campanha de conscientização sobre as ameaças à biodiversidade marinha. Iniciativa começou nesta segunda-feira (5) e vai mostrar para o público de cariocas e turistas o que pode ser feito por cada indivíduo para proteger os mares da poluição, sobretudo do plástico.

Cerrado. Foto: Agência Brasil/Elza Fiúza

Banco Mundial libera US$ 32 mi para ajudar governo brasileiro a cadastrar propriedades rurais do Cerrado

O Banco Mundial e o Ministério do Meio Ambiente assinaram na segunda-feira (22) um acordo de empréstimo para a implementação do Cadastro Ambiental Rural no Bioma Cerrado. Organismo financeiro disponibilizará 32,48 milhões de dólares para a pasta federal. Com o dinheiro, governo conduzirá ações de registro de propriedades, a fim de promover recuperação de áreas degradadas. Nove estados serão beneficiados.

Garimpo artesanal é uma das atividades humanas responsável por lançar mercúrio no meio ambiente, ameaçando a natureza e a saúde de homens, mulheres e crianças. Foto: PIXABAY (CC)/johnnyshwang0

Com novas ratificações, convenção da ONU para combater uso de mercúrio entrará em vigor em agosto

Maio de 2017 entrará para a história do combate ao uso de metais pesados que ameaçam o meio ambiente e a saúde da população. A União Europeia e sete de seus Estados-membros ratificaram neste mês (18) a Convenção de Minamata sobre Mercúrio, ultrapassando — e cumprindo — a exigência mínima de 50 países ratificadores para que o acordo entre em vigor.

Documento passará a valer a partir de 16 de agosto desse ano. O pacto prevê que países signatários proíbam a abertura de novas minas de mercúrio, fechem as já existentes e regularizem a mineração artesanal e em pequena escala do ouro.

As PCBs são fluidos isolantes presentes, principalmente, no setor elétrico. Foto: Deni Williams/Flickr CC.

PNUD e governo selecionam empresas para trabalhar com gestão de substâncias cancerígenas no setor elétrico

Até 20 de junho, o Ministério do Meio Ambiente e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) estão com edital aberto para a contração de empresas ou de consórcios interessados na realização de dois novos projetos demonstrativos de inventário e de planos de gestão das Bifenilas Policloradas (PCBs). Iniciativas serão implementadas na Eletrobras Eletrosul S.A e na Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica (CEEE-D).

Um dos objetivos principais do memorando de entendimento é fortalecer os meios de subsistência do meio rural e promover práticas agrícolas sustentáveis. Na imagem, uma mulher colhe piri-piri na sua plantação na Reserva Especial de Maputo. Foto: Banco Mundial/Andrea Borgarello

Banco Mundial apoia parceria entre Brasil e Moçambique para promover gestão sustentável de recursos naturais

Para ajudar Moçambique a explorar seus recursos naturais de forma sustentável, o Brasil firmou neste mês uma nova parceria com a nação africana. Cooperação conta com o apoio do Banco Mundial e contempla iniciativas voltadas para a proteção da biodiversidade, para o combate às mudanças climáticas e para a regulamentação de territórios. Moçambique possui 40 milhões de hectares de florestas naturais, mas por ano, 140 mil hectares são perdidos para o desmatamento.

Resgatado aos 17 anos, Rafael deu voz às 21 milhões de vítimas da escravidão no mundo durante o lançamento da campanha 50 For Freedom no Brasil. Foto: Thiago Foresti

Trabalhadores resgatados da escravidão contam suas histórias no lançamento da campanha 50 For Freedom

Em evento realizado no Senado na terça-feira (9), a Organização Internacional do Trabalho (OIT) lançou a campanha 50 For Freedom para pedir que o Brasil reforce o combate ao trabalho forçado com a ratificação do Protocolo sobre o tema.

Aproximadamente 21 milhões de pessoas ainda são vítimas da escravidão moderna. Trata-se da segunda atividade ilícita mais rentável no mundo, gerando anualmente 150 bilhões de dólares em lucros ilegais.

Castanha é produto florestal importante para comunidades que vivem na região amazônia. Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

UNFPA e governo selecionam instituição para elaboração de documento sobre juventude e meio ambiente

Até 18 de maio, o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e o Ministério do Meio Ambiente do Brasil estão com edital aberto para institutos, fundações ou empresas que realizem pesquisas sobre o papel dos jovens na preservação da natureza. Processo de seleção vai escolher a instituição responsável pela elaboração de um documento técnico que será utilizado nas seções temáticas do processo de construção do Plano Nacional de Juventude e Meio Ambiente (PNJMA).

A mudança climática é uma prioridade urgente para a Associação Internacional de Desenvolvimento (IDA), o fundo do Banco Mundial para os mais pobres. Sem um desenvolvimento rápido, inclusivo e adaptado ao clima, as mudanças climáticas poderão resultar em mais de 100 milhões de pessoas a mais na pobreza até 2030.

Financiamento de iniciativas contra as mudanças climáticas é tema de encontro de empresas do Pacto Global

Como o setor privado pode participar da luta contra as mudanças climáticas? Para responder à pergunta, a Rede Brasil do Pacto Global da ONU reuniu especialistas e representantes de empresas na sede da Schneider Electric, em São Paulo, para o primeiro workshop “Diálogos de Financiamento Climático”. Realizado em 25 de abri, encontro discutiu métodos para angariar fundos e investi-los em meios de produção sustentáveis.

Na caatinga sergipana, PNUD desenvolve projetos para capacitar população e promover manejo sustentável da terra e dos recursos naturais. Foto: PNUD Brasil / Tiago Zenero

PNUD apoia comemoração do Dia Nacional da Caatinga em Sergipe

Para celebrar o Dia Nacional da Caatinga, lembrado em 28 de abril, o governo de Sergipe realizou na terça-feira (25), em Aracaju, o I Workshop da Caatinga. Evento abordou técnicas de gestão responsável dos recursos naturais para evitar problemas como a degradação e o esgotamento dos solos. Iniciativa teve apoio do projeto “Manejo do uso sustentável da terra no semiárido do Nordeste brasileiro”, do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Assinatura do protocolo aconteceu durante a abertura oficial do IV Encontro de Municípios com o Desenvolvimento Sustentável. Foto: PNUD Brasil/Tiago Zenero

Frente Nacional de Prefeitos, Caixa e PNUD firmam acordo para promover metas da ONU em municípios

Durante a abertura do IV Encontro de Municípios com o Desenvolvimento Sustentável (EMDS), que teve início na terça-feira (25), em Brasília, a Frente Nacional de Prefeitos, a CAIXA e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) firmaram um novo acordo para apoiar o Observatório de Consórcios Públicos do Brasil e também para promover a Agenda 2030 da ONU a nível local.

Brasil é emergente que mais contribui para iniciativa da ONU sobre produção e consumo sustentáveis

O Brasil é o país em desenvolvimento que mais contribuiu com o Quadro Decenal de Programas sobre Padrões de Consumo e Produção Sustentáveis (10YFP) da ONU, disponibilizando recursos para iniciativas na África do Sul, Uruguai, Colômbia, Quênia, Nepal e Burkina Faso. A informação foi divulgada na semana passada pelo ministro brasileiro do Meio Ambiente, Sarney Filho, durante conferência em Brasília.

Sede da UIT em Genebra. Foto: UIT

UIT abre competição para escolher arquiteto de novo prédio da sede em Genebra

Até 5 de maio, a União Internacional de Telecomunicações (UIT) recebe inscrições de arquitetos e escritórios para uma competição que vai escolher o projetista de um novo edifício na sede do organismo. Agência da ONU terá matriz renovada em Genebra, cidade onde a instituição já mantém seu principal centro de atuação desde 1962.

A nova construção abrigará 723 espaços de trabalho e deverá ter espaços de última tecnologia para receber fóruns e conferências envolvendo os Estados-membros das Nações Unidas, parceiros do setor privado e da academia.

Em artigo, Jaime Nadal desmistifica ideias de que crescimento populacional causaria colapso da humanidade e destruição ambiental. Foto: UNFPA

Em artigo, representante do UNFPA combate mitos sobre crescimento populacional

Em artigo publicado em periódico do Instituto de Direito Ambiental dos Estados Unidos, o representante do UNFPA no Brasil, Jaime Nadal, combate mitos de que o crescimento da população seria o grande responsável pelas mudanças climáticas. Especialista defende o acesso universal à saúde sexual e reprodutiva e lembra que, em todo o mundo, 200 milhões de mulheres não têm suas demandas por planejamento reprodutivo atendidas.

Líderes e especialistas de mais de 40 países se reúnem em Brasília para promover consumo e produção sustentáveis

Cerca de 150 representantes de mais de 40 países da África, América Latina e Caribe se reunirão no Palácio Itamaraty, em Brasília, a partir de amanhã (6), para a Conferência sobre Cooperação Sul-Sul para Produção e Consumo Sustentáveis.

Evento promovido pela ONU Meio Ambiente terá a participação do ministro do Meio Ambiente do Brasil, Sarney Filho, de especialistas das Nações Unidas, de autoridades estrangeiras e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE).

Projeto do PNUD visa a aumentar geração de energia elétrica na indústria de cana-de-açúcar

O projeto SUCRE avalia o impacto da remoção de palha de cana-de-açúcar na infestação de plantas daninhas com o objetivo de aumentar a geração de energia elétrica na indústria de cana-de-açúcar.

O Sugarcane Renewable Electricity (SUCRE) é uma iniciativa do Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE) em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), com recursos do Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF).

Segundo OPAS/OMS, é essencial evitar alimentos ultraprocessados, que estão fortemente associados a sobrepeso, obesidade e doenças crônicas não transmissíveis. Foto: EBC

Brasil assume compromisso de frear avanço da obesidade até 2019

Durante evento internacional realizado na sede da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) em Brasília, o Brasil assumiu o compromisso de frear o crescimento do excesso de peso entre a população.

O país se comprometeu com três metas até 2019: deter o crescimento da obesidade na população adulta por meio de políticas de saúde e segurança alimentar e nutricional; reduzir o consumo regular de refrigerante e suco artificial em pelo menos 30% na população adulta; e ampliar em no mínimo 17,8% o percentual de adultos que consomem frutas e hortaliças regularmente.