Cidades e comunidades sustentáveis

O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU número 11 diz: “Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis”.

O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU número 11 diz: “Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis”.

 

Mais sobre este ODS em https://nacoesunidas.org/pos2015/ods11 e notícias sobre o tema abaixo.

Menino de 5 anos em frente de edifícios destruídos pelo furacão Irma na ilha de Anguilla. Foto: UNICEF

PNUD pede doações para impulsionar recuperação de países afetados pelo Irma

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) informou que tem apoiado os países afetados pelo furacão Irma, que causou mortes e destruição em grande parte do Caribe.

Segundo a agência da ONU, 1,2 milhão de pessoas na República Dominicana foram afetadas por danos em infraestruturas de saneamento básico, enquanto 17 mil precisam de abrigo. Em Anguilla, 90% da infraestrutura de serviços públicos e de estradas foi arruinada. A agência da ONU pede ajuda para continuar apoiando os países afetados. Saiba como fazer uma doação.

Semana Nacional de Trânsito ocorre até 25 de setembro em Brasília (DF). Foto: EBC

UNESCO apoia Semana Nacional de Trânsito e Mobilidade em Brasília

O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (DETRAN-DF), com apoio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), lançou na segunda-feira (18) em Brasília a Semana Nacional de Trânsito e Mobilidade com o objetivo de ampliar a conscientização sobre a segurança no trânsito.

Durante toda semana, serão desenvolvidas atividades educativas, com destaque para o respeito ao pedestre e a mobilidade urbana. Serão realizadas blitzes educativas e atividades abordando direção defensiva, regras de circulação, respeito ao ciclista, celular no trânsito, álcool e direção, além de cursos para pedestres e exposições.

Miroslav Lajčák (direita) e António Guterres durante reunião de alto nível sobre os impactos do furacão Irma. Foto: ONU

Países precisam ampliar resiliência frente a mudanças climáticas, dizem oficiais da ONU

Lembrando o crescente impacto de eventos climáticos extremos, oficiais das Nações Unidas — incluindo o secretário-geral da ONU, António Guterres, e o presidente da Assembleia Geral, Miroslav Lajčák — pediram nesta segunda-feira (18) mais esforços para impulsionar a resiliência e fortalecer medidas de mitigação de danos.

“A temporada de furacões deste ano segue um padrão: mudanças climáticas estão tornando eventos climáticos extremos mais severos e frequentes, empurrando comunidades a um ciclo vicioso de choque e recuperação”, disse Guterres em evento de alto nível sobre o furacão Irma, lembrando que somente no último mês foram registrados quatro fortes furacões no Oceano Atlântico, causando mortes e destruição.

Nova publicação da CEPAL analisa desenvolvimento urbano na América Latina e no Caribe

Um novo livro da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) analisa o desenvolvimento urbano da região a partir de um olhar integral, considerando aspectos sociais, econômicos, ambientais e de governança.

O material pretende ser uma contribuição para que os tomadores de decisões, acadêmicos e o público em geral possam reconhecer as dinâmicas da urbanização nas cidades latino-americanas e caribenhas.

Danos causados pela passagem do furacão Irma em Samana, leste da República Dominicana. Foto: PNUD/Alejandro Adames

Agências da ONU enviam apoio a afetados por furacão no Caribe e terremoto no México

À medida que a devastação causada pelo furacão Irma no Caribe e pelo terremoto no México se torna mais clara, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) está mobilizando uma resposta urgente para atender as necessidades das crianças afetadas.

Profissionais da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) também estão apoiando os esforços para a retomada dos serviços de saúde nas ilhas mais afetadas pelo Irma, com o envio de especialistas em infraestrutura de saúde, engenheiros sanitários e epidemiologistas.

O biólogo Ricardo Gomes defende a urgência da despoluição da Baia de Guanabara. Foto: Ricardo Gomes

ONU promove eventos no Rio sobre soluções sustentáveis para baías urbanas

O Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (Centro RIO+) promove dois eventos nos dias 25 e 27 de setembro no Rio de Janeiro com acadêmicos e atores da sociedade civil para tratar de soluções sustentáveis para as baías urbanas do mundo.

Os eventos celebram o compromisso representado pelo Objetivo de Desenvolvimento Sustentável número 14 (ODS 14) para conservação dos oceanos e uso sustentável dos recursos marinhos e pelo ODS 11 sobre cidades sustentáveis.

Em entrevista à ONU Mulheres, líderes quilombolas falam sobre supressão de direitos e resistência

Como parte da estratégia “Mulheres Negras Rumo a um Planeta 50-50 em 2030”, a ONU Mulheres entrevistou as líderes quilombolas Célia Cristina da Silva Pinto e Maria Rosalina dos Santos, da Coordenação Nacional de Comunidades Quilombolas (CONAQ).

Segundo elas, as mulheres quilombolas estão cada vez mais expostas a variadas formas de violência, são mais afetadas por conflitos territoriais, empreendimentos desenvolvimentistas e pela supressão de direitos. No entanto, mesmo nesse cenário, essas comunidades resistem, afirmaram. Leia a entrevista.

Evento discutiu projetos para empreendimentos imobiliários em linha com a Agenda 2030. Foto: PNUD Brasil/Maria Eduarda Carvalho

Movimento social de moradia defende autogestão de projetos em evento na Casa da ONU

Representante do movimento social de moradia, Julieta de Abraão, da Central de Movimentos Populares (CMP), defendeu durante seminário ocorrido na Casa da ONU em Brasília (DF) o envolvimento dos futuros moradores na concepção e no acompanhamento dos projetos de moradia social no Brasil, de forma a garantir sua sustentabilidade. 

As declarações foram feitas durante seminário que discutiu formas de fortalecer as políticas de habitação social para fomentar a sustentabilidade e garantir a qualidade das moradias no país. O evento teve a participação de representantes do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Vista da cidade de Bogotá, na Colômbia. Foto: Dominic Chavez/Banco Mundial

ONU debate mudanças na agência especializada em questões urbanas

Vice-secretária-geral das Nações Unidas disse que a Organização está falhando em promover temas relacionados às cidades, enquanto seu trabalho em áreas urbanas deve ser revigorado. Amina Mohammed fez a fala na Assembleia Geral, durante uma reunião de alto nível sobre uma nova abordagem da ONU para a rápida urbanização mundial – incluindo a revisão do trabalho do ONU-Habitat, agência especializada no tema.

Projeto visa ao desenvolvimento sustentável das grotas de Maceió. Foto: Agência Alagoas

Programa apoiado pela ONU visa a melhorar condições de vida em comunidades pobres de Maceió

Fruto de uma parceria firmada em julho entre o Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-Habitat) e o governo de Alagoas, o programa Vida Nova nas Grotas já foi adotado em 24 comunidades da capital alagoana e deve chegar a 40 até o fim deste ano.

Na iniciativa, o ONU-Habitat trabalha com cinco eixos de atuação: catalogação de dados; aproveitamento dos espaços públicos e prevenção da criminalidade; melhorias em habitação e mobilidade urbana; desenvolvimento econômico e social; e difusão do conhecimento.

Videoclipe de "Ninguém Ficará para Trás" será lançado na Internet na terça-feira (12). Foto: Reprodução

Coletivo ‘Baixada Nunca se Rende’ e Centro RIO+ lançam videoclipe ‘Ninguém Ficará Para Trás’

O coletivo aberto de músicos “Baixada Nunca se Rende”, apoiado pelo Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (Centro RIO+) das Nações Unidas, lança na terça-feira (12) na Internet o videoclipe da música “Ninguém Ficará para Trás”.

A canção é parte do EP produzido com o apoio do Centro RIO+ — do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) — e da organização da sociedade civil Agência do Bem. O vídeo será lançado nos canais do Youtube do centro da ONU, do coletivo aberto de músicos e da banda Rota Espiral.

Furacão Irma causou danos na costa norte da República Dominicana. Foto: UNICEF

PNUD encaminha peritos ao Caribe e recolhe doações para apoio às vítimas do Furacão Irma

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) encaminhou peritos ao Caribe para apoiar a população dessa região centro-americana na resistência ao Furacão Irma, uma das mais fortes tempestades já registradas no Atlântico. O PNUD também disponibilizou 300 mil dólares de seus recursos para apoiar avaliações, coordenação e planejamento de recuperação nos países afetados.

A tempestade, que já atingiu diversas ilhas do Caribe, passou também por Barbuda, Cuba, Porto Rico, República Dominicana, entre outros países centro-americanos. O PNUD informou que está pronto para fornecer apoio extra caso haja pedido dos governos.

Foto: Banco Mundial

Quando entregas feitas por cidadãos comuns tornam cidades sustentáveis

Com o crescimento do comércio eletrônico, aumenta a necessidade de sistemas de entrega no mesmo dia, e o crowdshipping pode complementar as entregas por caminhão com veículos mais leves e fáceis de manobrar, já que cada vez mais cidades têm leis restringindo a circulação de caminhões.

“Da mesma forma como estimulamos projetos que permitam maior uso de transporte público e não motorizado, precisamos que os produtos cheguem às cidades. Portanto, a logística urbana é uma parte vital das cidades sustentáveis”, explica a especialista em Transportes Bianca Alves, do Banco Mundial.

A Iniciativa dos Jardins de Alimentos da ONU (‘UN Food Gardens’), em parceria com a ONU-Habitat, está organizando uma mostra de iniciativas de agricultura urbana de pequena escala nas Américas.

Mostra de iniciativas de agricultura urbana de pequena escala recebe propostas até 10 de setembro

A Iniciativa dos Jardins de Alimentos da ONU (‘UN Food Gardens’), em parceria com a ONU-Habitat, está organizando uma mostra de iniciativas de agricultura urbana de pequena escala nas Américas.

A mostra tem como objetivo compartilhar experiências, conscientizar sobre a agricultura urbana na região, bem como incentivar a ação política em apoio desta importante atividade nos contextos da Nova Agenda Urbana adotada na conferência Habitat III e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Da esquerda para a direita: João Carlos Jarochinski, da Rede Sul-Americana para as Migrações Ambientais (RESAMA) e Organização Internacional para as Migrações (OIM); Isabel Marquez, representante da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR); Rayne Ferretti, Oficial Nacional da ONU-Habitat; Ana Toni, do Instituto Clima e Sociedade, moderadora do debate. Foto: UNIC Rio/Julia De Cunto

Acordos climáticos ajudarão a conter crise migratória, dizem especialistas em evento da ONU

A crise migratória está atrelada ao comprometimento com os acordos climáticos e a criação de políticas de proteção para populações em maior situação de vulnerabilidade.

É o que defendem os especialistas que discutiram, nesta terça (05), os deslocamentos causados por questões climáticas durante o “Seminário Vidas Deslocadas – diálogos sobre Mudanças Climáticas e Mobilidade Humana”, no Museu do Amanhã. Confira matéria e vídeo sobre o debate.

Acordo promoverá políticas para erradicação da pobreza, redução das desigualdades e compartilhamento de dados e indicadores para o cumprimento dos ODS. Foto: Governo de Goiás.

Governo de Goiás e PNUD firmam parceria com foco na Agenda 2030

O governador de Goiás, Marconi Perillo, e o representante residente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no Brasil, Niky Fabiancic, assinaram na quinta-feira (31) em Alto Paraíso (GO) um memorando de entendimento para fortalecer a implementação da Agenda 2030 no estado.

A parceria favorecerá políticas para a erradicação da pobreza e redução das desigualdades, monitoramento de políticas sociais e a construção de sistemas para acompanhamento de metas e indicadores.

Guarda Nacional do Texas chega a Houston para prestar auxílio a afetados pelas inundações provocadas pela tempestade Harvey. Foto: Lt. Zachary West

ONU manifesta solidariedade a afetados por tempestade Harvey nos EUA

As Nações Unidas manifestaram solidariedade aos afetados pela tempestade tropical Harvey, que chegou aos Estados Unidos como um furacão e causou devastação no sul do país. Segundo informações da imprensa internacional, o número de mortos chega a 30.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, disse estar acompanhando os acontecimentos no Texas “com grande preocupação”, de acordo com comunicado emitido por seu porta-voz na terça-feira (29).

ONU Meio Ambiente e parceiros lançam movimento por separação e descarte correto de lixo

A ONU Meio Ambiente e a Coalizão Embalagens, formada por 23 associações empresariais signatárias do Acordo Setorial de Embalagens em Geral, lançaram nesta segunda-feira (28) na Casa da ONU, em Brasília (DF), o movimento “Separe. Não Pare” com o objetivo de informar, inspirar e mobilizar a população brasileira a separar e descartar corretamente os resíduos domésticos.

Para a representante da ONU Meio Ambiente no Brasil, Denise Hamú, o “Separe. Não Pare.” vai ajudar a transformar a forma como o brasileiro olha para seu lixo. “Quando as pessoas reparam no lixo que geram, passam a adotar outros valores e hábitos de consumo consciente, e isso é o que muda nossos padrões de produção e consumo para outros mais sustentáveis”, declarou.

FIDA realizou visitas a cooperativas que recebem apoio da ONU e do governo no semiárido piauiense. Foto: FIDA/Manoela Cavadas

Fundo agrícola da ONU destina R$53 milhões ao semiárido do Piauí

Representantes do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) reuniram-se na semana passada (24) com o secretário do Planejamento do Piauí, Antonio Neto, para tratar de termo aditivo para o projeto Viva Semiárido, iniciativa que visa ao desenvolvimento das comunidades rurais do estado.

O projeto Viva Semiárido engloba 89 municípios e cinco territórios. Tem atuação focada nos municípios com maior índice de pobreza no estado e trabalha com apicultura, fruticultura, cajucultura, mandiocultura, além de também prover outras ações de capacitação e fortalecimento das organizações e associações e cooperativas.

Foto: Virada Sustentável - SP

Objetivos globais da ONU são tema da Virada Sustentável em São Paulo

A sétima edição da Virada Sustentável será realizada até domingo (27) em São Paulo tendo os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) como tema central. O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) é parceiro do evento.

Ao longo de quatro dias, serão mais de 500 atividades, espalhadas por mais de 100 pontos da capital paulista. A expectativa é de um público de mais de 1 milhão de pessoas. Na programação, há exposições, shows, palestras e atividades que discutirão o desenvolvimento sustentável.

Inundações e deslizamento de terra em Serra Leoa deixaram centenas de mortos. Foto: UNICEF

Agências da ONU apoiam mais de 3 mil afetados por deslizamentos de terra em Serra Leoa

Agências da ONU intensificaram seus esforços para ajudar as famílias deslocadas por inundações e deslizamentos de terra devastadores que atingiram a capital de Serra Leoa, Freetown, na semana passada (14).

“A escala do dano não tem precedentes”, disse Hamid El-Bashir Ibrahim, representante do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF). Ele observou que pelo menos 109 crianças estão entre as vítimas do desastre.

Exibição do filme "Baixada Nunca se Rende" em Maputo, Moçambique. Foto: Centro RIO+

Documentário ‘Baixada Nunca Se Rende’ é exibido em Moçambique

Em visita a Moçambique, Eddi MC, rapper, jornalista e integrante do coletivo aberto de músicos “Baixada Nunca Se Rende” apresentou o documentário que mostra o lado cultural da Baixada Fluminense, região com baixos índices de desenvolvimento humano (IDH) e geralmente retratada com imagens de pobreza e violência.

O filme é parte de um projeto-piloto do Centro RIO+, do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), com o objetivo de desenvolver novas metodologias de engajamento de cidadãos das periferias com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas. O projeto “Música para Avançar o Desenvolvimento Sustentável” incentiva a replicação desse modelo de engajamento local em outras regiões metropolitanas do mundo.

Pessoas deslocadas por inundações acampam em estrada no sul do Nepal. Foto: UNICEF Nepal/2017/NShrestha

ONU aciona equipe humanitária no Nepal após inundações e deslizamentos

Uma equipe humanitária da ONU foi acionada no Nepal para apoiar os esforços de resposta após severas inundações atingirem o país, disse o escritório do coordenador-residente do país nesta terça-feira (15).

Até segunda-feira (14), ao menos 66 pessoas haviam morrido, incluindo crianças, e 35 estavam desaparecidas e muitas deslocadas após inundações e deslizamentos de grande escala provocados pelas mais fortes chuvas a atingir o Nepal em 15 anos.

Foto: PNUD/Brenda Hada

ONU promove objetivos globais em Flip marcada por debates sobre exclusão social

O Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (Centro RIO+) participou na semana passada da 15ª Festa Literária de Paraty (Flip), na qual enfatizou a importância da conquista dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) até 2030. A campanha da ONU encontrou terreno fértil em uma Flip marcada por fortes relatos confessionais e denúncias sobre racismo, discriminação e exclusão social.

“Apresentamos a agenda global aos participantes e autores como uma ferramenta de inclusão necessária e próxima aos anseios do público, e não simplesmente como uma agenda distante das pessoas advinda de um relatório das Nações Unidas”, disse Layla Saad, vice-diretora do Centro RIO+.

Vista de Busan, segunda maior cidade da Coreia do Sul. Foto: ONU/Kibae Park

Secretário-geral recebe propostas para reforma e fortalecimento do ONU-Habitat

Um painel independente propôs a remodelação do Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-Habitat) e a criação de um mecanismo de coordenação para complementar seu trabalho e reunir todas as agências da ONU e parceiros em torno da sustentabilidade urbana.

O painel, nomeado pelo secretário-geral da ONU, António Guterres, recomenda que seja criada a “UN Urban”, um mecanismo de coordenação similar à ONU-Água ou à ONU-Energia, como parte de uma reforma mais ampla do Sistema das Nações Unidas.

A partir deste mês, PNUD e Itaipu percorrerão a região oeste do Paraná para municipalizar a Agenda 2030. Foto: CC/Google.

PNUD inicia projeto de implementação local dos objetivos globais no oeste do Paraná

Entre os dias 2 e 9 de agosto, a Itaipu Binacional, a Fundação Parque Tecnológico Itaipu (FPTI) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) realizam os Seminários Microrregionais sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) no oeste do Paraná.

A expectativa é identificar os principais desafios da região, com base nos ODS e nos indicadores municipais, para conectar cada vez mais o estado à agenda global da ONU rumo a 2030.

Fundação Banco do Brasil reconhece projetos sociais. Imagem: Fundação BB

Fundação Banco do Brasil divulga projetos sociais reconhecidos por premiação em parceria com a ONU

A Fundação Banco do Brasil divulgou nesta terça-feira (25) o resultado da primeira fase do seu Prêmio de Tecnologia Social. Das 735 iniciativas inscritas neste ano, 173 foram consideradas aptas para receber a certificação oferecida pela instituição. Em 2017, a premiação conta com a parceria da UNESCO, da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), do Banco Mundial e do Programa da ONU para o Desenvolvimento (PNUD).

Cidades são fonte de riqueza, mas também de desafios de habitação e infraestrutura. Foto: ONU-HABITAT

Centro da ONU analisa mais de 50 iniciativas sobre desenvolvimento urbano sustentável

O Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável do PNUD (Centro RIO+) lançou nesta semana (17), em Cabo Verde, uma publicação sobre estratégias de planejamento para a sustentabilidade urbana. Documento apresenta um panorama com mais de 50 iniciativas criadas por cidades, coalizações de municípios, universidades, ONGs e setor privado para fomentar o crescimento e o planejamento responsáveis dos centros urbanos a nível municipal.

Sameh Wahba, diretor de Prática Global de Resiliência Social, Urbana e Rural do Banco Mundial, e Irina Bokova, diretora-geral da UNESCO. Foto: UNESCO

UNESCO e Banco Mundial defendem cultura e turismo como ferramentas para o desenvolvimento sustentável

O Banco Mundial e a UNESCO firmaram neste mês (13) uma nova parceria para promover o crescimento econômico sustentável através de políticas culturais e de desenvolvimento urbano. Acordo de cooperação prevê ações para os próximos seis anos, ao longo dos quais os dois organismos internacionais buscarão formas de usar a indústria criativa e do turismo para promover a prosperidade compartilhada.

Alain Grimard, do ONU-HABITAT, no lançamento do projeto 'Vida Nova nas Grotas'. Foto: Agência Alagoas

ONU-Habitat e Alagoas firmam parceria pelo desenvolvimento de zonas urbanas com assentamentos informais

O Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-HABITAT) e Alagoas iniciaram um projeto que inclui a elaboração conjunta de estratégias de desenvolvimento urbano, com foco na produção de dados de qualidade, sobretudo de assentamentos informais localmente conhecidos como “grotas”. Com uma duração de dois anos, iniciativa será implementada em regiões de Maceió e abordará temas como infraestrutura, inclusão social e prevenção da violência.

Irmãs sírias que vivem no Brasil há quase dois anos posam para uma foto depois de terem plantado uma muda de uma espécie típica da Mata Atlântica em São Paulo. Foto: ACNUR/Miguel Pachioni

Crianças refugiadas participam de plantio de árvores da Mata Atlântica em São Paulo

Em São Paulo, o primeiro sábado de julho amanheceu sem sol, com frio e a famosa garoa. Mas para um grupo de cerca de 50 crianças refugiadas e brasileiras, isso pouco importava. Todas acordaram com uma missão especial: plantar mudas nativas da Mata Atlântica no Parque do Rodeio, zona leste da capital paulista. Atividade contou com a participação do ator Victor Fasano e da organização não governamental I Know My Rights (IKMR), parceira da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).