Cidades e comunidades sustentáveis

O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU número 11 diz: “Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis”.

O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU número 11 diz: “Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis”.

 

Mais sobre este ODS em https://nacoesunidas.org/pos2015/ods11 e notícias sobre o tema abaixo.

VÍDEO: O que é desenvolvimento sustentável?

ONU e BNDES reafirmam importância das parcerias para a conquista dos objetivos globais

A conquista dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) pelo Brasil até 2030 depende de parcerias e da cooperação entre governos, sociedade civil, academia e setor privado, inclusive no âmbito municipal.

Essa foi a conclusão de participantes do “IV Seminário sobre a Localização dos ODS no Brasil: Parcerias para Integrar, Inovar e Incluir”, realizado nesta sexta-feira (26) pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no Rio de Janeiro.

Filme ‘Baixada Nunca Se Rende’ será exibido esta semana no interior de SP

Lançado este mês no Cine Odeon, no Rio, o filme do Centro RIO+ “Baixada Nunca se Rende” será exibido em diversas cidades brasileiras, começando por Botucatu, interior de São Paulo, e Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

O filme de Christian Tragni e Juliana Spinola faz parte de um projeto-piloto que tem como objetivo desenvolver nova metodologia de engajamento de cidadãos das periferias com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Agência da ONU e BNDES promovem seminário sobre parcerias para o desenvolvimento sustentável

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) promove na sexta-feira (26) junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) um seminário no Rio de Janeiro com o objetivo de discutir parcerias entre setores e políticas para o desenvolvimento sustentável.

Representantes de sociedade civil, setor privado, organismos internacionais, academia e governos participarão dos debates.

Ilhas Rabi, Fiji. A elevação do nível dos oceanos e as mudanças climáticas são ameaças à existência das ilhas do Pacífico. Foto: OCHA/Danielle Parry

Países insulares participam de fórum no México sobre redução de riscos de desastres

Furacões, ciclones e tsunamis são ameaças cada vez mais comuns aos países insulares vulneráveis às mudanças climáticas. Representantes dessas nações reúnem-se nesta segunda-feira (22) em Cancún, no México, antes de uma importante conferência das Nações Unidas sobre redução de riscos.

No ano passado, 445 milhões de pessoas foram afetadas por desastres ligados a perigos naturais no mundo, incluindo enchentes, tempestades, terremotos e secas; 8 mil pessoas morreram e as perdas econômicas foram estimadas em quase 140 bilhões de dólares.

Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres Brasil, cumprimentou a criação do Movimento de Mulheres Municipalistas e convidou municípios para adesão ao projeto Cidade 50-50 Foto: CNM

ONU Mulheres enfatiza importância das políticas locais para igualdade de gênero

A representante da ONU Mulheres Brasil, Nadine Gasman, destacou durante encontro em Brasília o caráter estratégico das políticas locais para a igualdade de gênero.

Nadine fez referência à pesquisa Ibope/ONU Mulheres segundo a qual oito em cada dez mulheres querem cidades mais igualitárias. “Isso quer dizer que gestores, gestoras, legisladores e legisladoras precisam desenvolver políticas de promoção da igualdade entre mulheres e homens nas cidades”, disse Nadine.

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e o PNUD lançaram o “Guia para Integração dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável” durante a 20ª Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. Foto: Agência Brasil / Marcello Casal Jr

Confederação de municípios e agência da ONU lançam guia para promover objetivos globais

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) lançaram o “Guia para Integração dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)” durante a 20ª Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, encerrada na quarta-feira (20) em Brasília.

A proposta da publicação é orientar prefeitas e prefeitos na promoção dos ODS no nível municipal e no planejamento de políticas públicas para o alcance da Agenda 2030.

Juristas e especialistas em direitos humanos e ambientais se reunirão nos dias 22 e 23 de maio, em Brasília. Foto: ONU

ONU Meio Ambiente realiza conferência regional sobre proteção legal e direitos humanos

Juristas e especialistas em direitos humanos e ambientais de todo o mundo se reunirão nos dias 22 e 23 de maio, em Brasília, para discutir os aspectos legais e constitucionais de proteção ambiental na América Latina e no Caribe.

No encontro, serão discutidos o papel dos juízes na proteção ambiental e a interpretação e aplicação das normas ambientais no direito internacional, regional e constitucional.

De nacionalidade mexicana, Julio Berdegué tem doutorado em Ciências Sociais pela Universidade de Wageningen, Países Baixos, e é mestre em agronomia pela Universidade da Califórnia-Davis, Estados Unidos. Foto: ONU

FAO nomeia Julio Berdegué como representante regional para América Latina e Caribe

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) nomeou o engenheiro agrônomo e doutor em Ciências Sociais Julio Antonio Berdegué Sacristán como novo subdiretor-geral e representante regional para América Latina e Caribe.

“A única maneira de alcançar a fome zero na América Latina e Caribe é por meio de uma transformação real. Isso não se alcança por meio de projetos e intervenções pontuais, mas requer uma mudança de grande escala. Essa é a missão da FAO na região”, ressaltou o novo representante regional.

Secretário-geral da ONU, António Guterres, fala na abertura de fórum em Pequim, na China. Foto: ONU/Zhao Yun

ONU diz que plano de desenvolvimento chinês deve estar conectado a objetivos globais

Em discurso durante conferência internacional em Pequim, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, fez comparações entre programa chinês de crescimento econômico e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), afirmando que ambos estão baseados em uma mesma visão de desenvolvimento global.

“Ambos pretendem criar oportunidades, bens públicos globais e cooperação onde todos ganham”, disse o secretário-geral, dirigindo-se ao presidente chinês Xi Jinping e a dezenas de outros líderes estatais em fórum realizado na capital chinesa.

O documento consolida o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) e 170 indicadores socioeconômicos para o Brasil. Foto: EBC

Grupos vulneráveis têm melhora no IDH municipal, mas desigualdades persistem no Brasil

Relatório lançado nesta quarta-feira (10) pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) mostrou que houve melhora do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) entre os grupos mais vulneráveis — como mulheres, negros e população rural — entre 2000 e 2010.

No entanto, as desigualdades persistem. Apesar de diferença entre o IDHM de negros e brancos ter se reduzido pela metade no intervalo de dez anos, o IDHM da população negra era 14,4% inferior ao dos brancos em 2010.

Castanha é produto florestal importante para comunidades que vivem na região amazônia. Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

UNFPA e governo selecionam instituição para elaboração de documento sobre juventude e meio ambiente

Até 18 de maio, o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e o Ministério do Meio Ambiente do Brasil estão com edital aberto para institutos, fundações ou empresas que realizem pesquisas sobre o papel dos jovens na preservação da natureza. Processo de seleção vai escolher a instituição responsável pela elaboração de um documento técnico que será utilizado nas seções temáticas do processo de construção do Plano Nacional de Juventude e Meio Ambiente (PNJMA).

Ônibus de hidrogênio desenvolvido pelo PNUD no Brasil. Foto: PNUD Brasil

Ônibus movido a hidrogênio é solução sustentável para problemas de mobilidade urbana do Brasil, diz PNUD

Um ônibus que não emite poluentes e libera apenas água na atmosfera. No Brasil, a ideia já saiu do papel. Solução sustentável foi apresentada pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no IV Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável (EMDS), realizado na semana passada em Brasília.

Outros temas do evento incluíram o uso de estatísticas para o planejamento de políticas públicas e para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Os refugiados e solicitantes de refúgio, assim como os migrantes que vivem em São Paulo, participam de processos de consulta com o poder público para aprimorar as políticas de acolhimento e integração na maior metrópole da América do Sul. Foto: ACNUR/Luiz Fernando Godinho

Prefeitura de SP apresenta políticas de inclusão e integração de migrantes e refugiados

A prefeitura de São Paulo apresentou durante evento em Brasília as políticas que têm adotado para promover a inclusão e integração dos mais de 380 mil migrantes e refugiados que vivem na cidade.

“A cidade de São Paulo tem cada vez mais se consolidado como uma cidade solidária à acolhida de pessoas migrantes e refugiadas”, afirmou a representante da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) no Brasil, Isabel Marquez.

Agências da ONU no Brasil participaram do IV Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável.

Assinatura do protocolo aconteceu durante a abertura oficial do IV Encontro de Municípios com o Desenvolvimento Sustentável. Foto: PNUD Brasil/Tiago Zenero

Frente Nacional de Prefeitos, Caixa e PNUD firmam acordo para promover metas da ONU em municípios

Durante a abertura do IV Encontro de Municípios com o Desenvolvimento Sustentável (EMDS), que teve início na terça-feira (25), em Brasília, a Frente Nacional de Prefeitos, a CAIXA e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) firmaram um novo acordo para apoiar o Observatório de Consórcios Públicos do Brasil e também para promover a Agenda 2030 da ONU a nível local.

Brasília lembra 30 anos de inscrição em Patrimônio Mundial da UNESCO. Foto: EBC

UNESCO e parceiros anunciam ações para lembrar 30 anos de Brasília como Patrimônio Mundial

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e o governo do Distrito Federal anunciaram nesta semana em Brasília uma série de iniciativas para lembrar os 30 anos da inscrição da cidade na Lista do Patrimônio Mundial, assim como seu aniversário de 57 anos.

As ações, que serão realizadas ao longo de 2017 e 2018, incluem campanha para a despoluição visual do Plano Piloto e um programa de recuperação e modernização da rede de equipamentos culturais do Distrito Federal.

Reyes (à direita) é diretor de uma cooperativa de pesca artesanal. Foto: Governo do Equador

Um ano após terremoto no Equador, agricultores retomam produção com apoio da ONU

Em 16 de abril de 2016, a província litorânea de Manabí, no Equador, era atingida pelo terremoto mais devastador dos últimos 70 anos do país. A catástrofe matou pouco mais de 660 pessoas e deixou 80 mil cidadãos sem casa e sem recursos para sobreviver. Produtores de alimentos apoiados pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) estiveram na linha de frente da resposta à crise humanitária e receberam ajuda para reconstruir centros de produção e armazenamento.

Ilha Grande (Angra dos Reis). Foto: Wikimedia Commons (CC)

Agência da ONU e parceiros lançam iniciativa de conservação ambiental da Baía de Ilha Grande (RJ)

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e parceiros lançaram esta semana o Desafio BIG, iniciativa com o objetivo de promover a conservação ambiental na Baía da Ilha Grande, onde estão localizadas Ilha Grande, Parati e Angra dos Reis, no Rio de Janeiro.

Para participar do Desafio BIG é necessário se inscrever no site desafio.big2050.org entre os dias 10 e 23 de abril. Durante o processo de seleção ocorre também uma capacitação progressiva das propostas para que estas possam ser aprimoradas e apoiadas. Ao final, dez propostas poderão ser remuneradas em até R$ 50 mil e apoiadas para sair do papel.

Sede da UIT em Genebra. Foto: UIT

UIT abre competição para escolher arquiteto de novo prédio da sede em Genebra

Até 5 de maio, a União Internacional de Telecomunicações (UIT) recebe inscrições de arquitetos e escritórios para uma competição que vai escolher o projetista de um novo edifício na sede do organismo. Agência da ONU terá matriz renovada em Genebra, cidade onde a instituição já mantém seu principal centro de atuação desde 1962.

A nova construção abrigará 723 espaços de trabalho e deverá ter espaços de última tecnologia para receber fóruns e conferências envolvendo os Estados-membros das Nações Unidas, parceiros do setor privado e da academia.

UNESCO: cultura é importante aliada para desenvolvimento sustentável das cidades

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) participou na terça-feira (11) do 3º Encontro Brasileiro de Cidades Históricas Turísticas e Patrimônio Mundial, realizado pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) em Brasília.

Na ocasião, a coordenadora de Cultura da UNESCO no Brasil, Patrícia Reis, afirmou que a cultura pode ser uma importante aliada para o desenvolvimento sustentável local.

Dois refugiados sírios brincam no assentamento informal de Hawch el Refka, no Vale de Bekaa, no Líbano, próximo à fronteira com a Síria. Foto: UNICEF/Halldorsson

Agência da ONU busca soluções para dificuldades de refugiados em encontrar moradia

A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) apresentou durante feira de negócios do setor de construção e arquitetura em São Paulo experiências globais de abrigos móveis sustentáveis e adaptados às necessidades dos refugiados.

No Brasil, o ACNUR informou ter interesse em construir parcerias com empresas que entendam a complexidade da atual crise de refugiados e queiram assumir um compromisso compartilhado em relação a esta causa.

Operações de limpeza em Mocoa, cidade da província de Putamayo, na Colômbia, após deslizamento de terra deixar mais de 250 mortos em 31 de março. Foto: Cooedenação Local da ONU em Mocoa

ONU oferece apoio à Colômbia em buscas por sobreviventes de deslizamento

A comunidade humanitária das Nações Unidas está trabalhando de perto com as autoridades colombianas nas buscas por sobreviventes na província de Putamayo após deslizamentos de terra deixarem centenas de mortos no fim de semana.

“As Nações Unidas elogiaram a Colômbia por seus esforços para garantir que as necessidades imediatas sejam atendidas”, disse o porta-voz do secretário-geral da ONU, acrescentando que a Organização está pronta para oferecer assistência ao país.

Foto: Flickr/percursodacultura (cc)

Fundação Banco do Brasil e ONU abrem inscrições para prêmio sobre desenvolvimento sustentável

Até 31 de maio, o Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social 2017 recebe inscrições de iniciativas desenvolvidas para resolver problemas em seis áreas — água e meio ambiente, agroecologia, economia solidária, educação, saúde e bem-estar, cidades sustentáveis e inovação digital — que formam as categorias temáticas do concurso. Premiação tem o apoio de quatro agências da ONU no país.

Trecho do Parque Rachel de Queiroz, em Fortaleza. Foto: Prefeitura de Fortaleza/Kaio Machado

Banco Mundial ajuda Fortaleza a revitalizar áreas degradadas e melhorar mobilidade urbana

Em Fortaleza, o Banco Mundial se uniu à Prefeitura para reabilitar as áreas da Bacia de Vertente Marítima e do Parque Rachel de Queiroz. A iniciativa é parte do esforço do organismo financeiro para enfrentar alguns dos problemas trazidos pela urbanização acelerada e não planejada no Brasil. Projeto foi premiado pelo Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-HABITAT) em janeiro deste ano.

Foto: EBC

Fórum em Recife discute políticas públicas para agricultura familiar no Brasil

O 8º Fórum dos Gestores da Agricultura Familiar do Nordeste do Brasil e de Minas Gerais reuniu na semana passada em Recife (PE) os principais tomadores de decisão nas políticas públicas para o setor no país, além de especialistas e movimentos sociais.

O fórum teve apoio logístico e temático do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) das Nações Unidas, por meio do Programa Semear, uma iniciativa de gestão do conhecimento em zonas semiáridas. O evento teve ainda a participação do Banco Mundial e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Coleta de água potável em Badnoogo, Burkina Faso. Foto Banco Mundial / Dominic Chavez

Países precisam ampliar compromisso com oferta de água e saneamento, diz relator da ONU

Os Estados precisam ampliar seu comprometimento em garantir o acesso a serviços de água e saneamento para as populações, tal como previsto pelas resoluções internacionais, afirmou nesta quarta-feira (22), Dia Mundial da Água, o relator especial da ONU para o direito à água e ao saneamento, o brasileiro Leo Heller.

Em entrevista à ONU News, Heller disse que, no Brasil, existe a necessidade de aperfeiçoamento das políticas públicas nesse setor, que precisam ser contínuas, além de uma maior ênfase no acesso da população rural.