Infância & Adolescência

Confira neste espaço todas as informações sobre o tema.

A jovem síria Nujeen Mustafa nasceu com paralisia cerebral, e ficou famosa por cruzar em sua cadeira de rodas o tortuoso caminho até a Europa. ACNUR/Gordon Welters

Menina síria que fez travessia em cadeira de rodas faz planos na Alemanha

Quando foi forçada a fugir do conflito na Síria há dois anos, Nujeen Mustafa, de 18 anos, não superou apenas os obstáculos do caminho. A jovem nasceu com paralisia cerebral, e ficou famosa por cruzar em sua cadeira de rodas o tortuoso caminho até a Europa. Agora refugiada na Alemanha, Nujeen tem a meta de construir um futuro ainda mais brilhante. O relato foi feito à Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

Acompanhamento pré-natal nas unidades básicas de saúde de Curitiba. Foto:SMCS/Valdecir Galor.

UNICEF alerta para elevado número de cesarianas no Brasil

O elevado número de cesarianas no país coloca o Brasil em segundo lugar no mundo em percentual deste tipo de parto. Enquanto a Organização Mundial da Saúde (OMS) estabelece em até 15% a proporção recomendada de partos por cesariana, no Brasil esse percentual é de 57%. O alerta foi feito pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Entre os estados com maiores percentuais estão Goiás (67%), Espírito Santo (67%), Rondônia (66%), Paraná (63%) e Rio Grande do Sul (63%). Segundo estudos, grande parte das cesarianas é realizada de forma eletiva, sem fatores de risco que justifiquem a cirurgia, e antes de a mulher entrar em trabalho de parto.

Cuba se tornou recentemente o primeiro país do mundo a receber a validação da Organização Mundial da Saúde (OMS) de eliminação da transmissão vertical – de mãe para filho – do HIV e da sífilis. O sucesso da ilha caribenha é mais um passo em direção é um passo na direção certa para reduzir a ameaça global do HIV e da AIDS, uma das metas do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) número 3. Confira nessa matéria especial em vídeo.

Cuba é o primeiro país do mundo a erradicar transmissão materna de HIV e sífilis; vídeo

Cuba se tornou recentemente o primeiro país do mundo a receber a validação da Organização Mundial da Saúde (OMS) de eliminação da transmissão vertical – de mãe para filho – do HIV e da sífilis.

O sucesso da ilha caribenha é mais um passo em direção é um passo na direção certa para reduzir a ameaça global do HIV e da AIDS, uma das metas do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) número 3. Confira nessa matéria especial em vídeo.

Durante décadas, a República Centro-Africana sofreu com a instabilidade e os conflitos. No entanto, na pequena cidade ocidental de Bouar, ex-combatentes estão entregando suas armas para trabalhar em projetos comunitários. Com o apoio da missão de paz da ONU no país, a MINUSCA, estes ex-combatentes estão agora centrados na paz e na estabilidade para promover o progresso em seu país. Confira nessa matéria em vídeo da ONU

VÍDEO: Restaurando a paz na República Centro-Africana

Durante décadas, a República Centro-Africana sofreu com a instabilidade e os conflitos. No entanto, na pequena cidade ocidental de Bouar, ex-combatentes estão entregando suas armas para trabalhar em projetos comunitários. Com o apoio da missão de paz da ONU no país, a MINUSCA, estes ex-combatentes estão agora centrados na paz e na estabilidade para promover o progresso em seu país. Confira nessa matéria em vídeo da ONU.

Vítimas de tráfico humano. Foto: ONU/Martine Perret

ONU e UE lançam na quarta-feira (19) iniciativa para combater tráfico de pessoas e contrabando de migrantes

Na próxima quarta-feira (19), será lançada no Brasil a Ação Global para Prevenir e Combater o Tráfico de Pessoas e o Contrabando de Migrantes (GLO.ACT). Cerimônia acontece às 10h30, na Casa da ONU, em Brasília. Iniciativa é da União Europeia (UE) e do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC), em parceria com a Organização Internacional para as Migrações (OIM) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF). Treze países da África, Ásia, Leste europeu e América Latina, incluindo o Brasil, participam do projeto.

Muitas crianças rohingya vivem em locais improvisados em Bangladesh depois de terem sido forçadas a fugir da violência em Mianmar. Foto: ACNUR/Saiful Huq Omi

Crianças da minoria muçulmana rohingya fogem da violência em Mianmar

Crianças do grupo muçulmano rohingya têm chegado a Bangladesh desde outubro do ano passado fugindo da violência em Rakhine, norte de Mianmar. Estima-se que mais de 70 mil pessoas tenham sido forçadas a fugir do país nos últimos cinco meses. Dessas, acredita-se que mais da metade seja menor de 18 anos.

A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) tem mobilizado grupos de apoio comunitários incluindo mulheres e jovens em campos de refugiados para atender essas crianças em situação de vulnerabilidade.

UNESCO pediu mais investimentos de prefeituras do Brasil na educação básica. Foto: UNESCO

UNESCO pede que prefeituras deem prioridade a investimentos em educação básica

Os novos prefeitos e dirigentes municipais que completam, em abril, seus primeiros 100 dias de governo devem se preocupar mais com os investimentos na Educação Básica. A declaração foi feita na segunda-feira (10) pela coordenadora de Educação da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil, Rebeca Otero, durante abertura do evento online Jornada dos 100 Dias na Educação.

Treze países na África vão imunizar mais de 116 milhões de crianças contra a poliomielite nas próximas semanas. A campanha coordenada de vacinação é voltada para crianças menores de 5 anos e é a maior do tipo a ser implementada na África. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o pleno envolvimento de líderes políticos e comunitários em todos os níveis é considerado essencial para o sucesso da campanha.

Na África, campanha contra a pólio alcançará 116 milhões de crianças em 13 países; vídeo

Treze países na África vão imunizar mais de 116 milhões de crianças contra a poliomielite nas próximas semanas. A campanha coordenada de vacinação é voltada para crianças menores de 5 anos e é a maior do tipo a ser implementada na África.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o pleno envolvimento de líderes políticos e comunitários em todos os níveis é considerado essencial para o sucesso da campanha.

Uma criança de dois anos de idade é alimentada com um chá de nim em Rumbek, no Sudão do Sul. Foto: ACNUR / Rocco Nuri

Na África e no Iêmen, 20 milhões de pessoas estão em risco de morrer de fome

Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) pediu nesta terça-feira (11) apoio internacional para evitar que cerca de 20 milhões de pessoas em vários países na África e no Iêmen morram de fome. Segundo dados da ONU, desse contingente, 4,2 milhões são refugiados e o número de deslocados está aumentando em consequência da fome e da insegurança. As pessoas mais vulneráveis são crianças e mulheres que amamentam.

Programas de alimentação escolar podem fortalecer agricultura local e garantir que crianças frequentam o colégio. Foto: PMA / Vinícius Limongi

Centro de Excelência contra a Fome reúne-se com Fundação Bill & Melinda Gates

O diretor da equipe de nutrição da Fundação Bill & Melinda Gates, Shawn Baker, esteve no Brasil para uma série de encontros com o governo brasileiro para discutir a atualização e a expansão de iniciativas na área de nutrição.

Ele também teve uma reunião com o Centro de Excelência contra a Fome, parceria entre o Programa Mundial de Alimentos da ONU (PMA) e o governo brasileiro, para saber mais sobre os resultados dos dois projetos implementados em parceria com a fundação.

Aedes aegypti é principal transmissor do zika, da dengue e da chikungunya. Foto: UNICEF/Ueslei Marcelino

Custo socioeconômico do zika deve chegar a até US$18 bi na América Latina e no Caribe

O custo socioeconômico do zika na América Latina e no Caribe ficará entre 7 bilhões e 18 bilhões de dólares entre 2015 e 2017, de acordo com estudo do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) em parceria com a Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (FICV).

O zika afeta desproporcionalmente os países mais pobres da região, bem como os grupos mais vulneráveis de cada país. Economias maiores como o Brasil devem ter a maior parcela do custo absoluto, mas os impactos mais severos serão sentidos em países mais pobres.

Parceria com a Montblanc, firmada em 2006 com uma visão sobre a importância de promover o direito à educação, já arrecadou mais de US$10 milhões para o trabalho do UNICEF. Foto: UNESCO

Montblanc e UNICEF renovam parceria para apoiar crianças por meio da educação

A companhia alemã Montblanc e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) anunciaram na segunda-feira (3) a renovação de sua parceria para ajudar algumas das crianças mais vulneráveis do mundo a ter acesso à educação.

Na nova etapa, a cooperação entre a empresa e a agência da ONU permitirá o desenvolvimento de iniciativas pela melhoria da educação no Brasil, na China e em Djibuti.

Brinquedos do Erê Lab têm design original e de autoria própria para valorizar aspectos da cultura brasileira. Foto: PNUD

Parque infantil inovador de SP e RJ vence prêmio de agência da ONU

Um parque público para crianças com uma disposição de brinquedos inovadora, instalado em bairros de São Paulo e Rio de Janeiro, foi um dos vencedores do Prêmio Mais Movimento, entregue em dezembro do ano passado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). O objetivo da premiação foi prestigiar iniciativas originais com impacto social.

Desenvolvido pela empresa Erê Lab, o projeto cria espaços para desenvolver a capacidade motora e cognitiva das crianças por meio de equipamentos não convencionais que incentivam um brincar mais livre, conectado aos movimentos da natureza.

Médico usa uma fita métrica para identificar a desnutrição aguda grave em um campo para refugiados na Somália. Foto: UNICEF / Holt

UNICEF: fome avança e leva desnutrição e doenças para crianças na Somália

Centenas de centros de nutrição apoiados pelo UNICEF trataram mais de 35,4 mil crianças com desnutrição aguda grave entre janeiro e fevereiro. O número corresponde a aumento de 58% em relação ao mesmo período do ano passado.

Além disso, mais de 18,4 mil casos de cólera e diarreia aquosa foram registados desde o início de 2017, superando os 15,6 mil relatados em todo o ano passado. A maioria dos casos ocorre em crianças pequenas. ONU corre contra o tempo para evitar mortes na região.

Crianças em meio a escombros e prédios destruídos. Elas caminham para uma escola particular próxima que oferece lições básicas, na cidade de Maarat al-Numaan, na província de Idlib. Foto: UNICEF/Giovanni Diffidenti

Síria: chefe da ONU diz estar ‘profundamente perturbado’ com denúncia de ataque químico

Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ) está atualmente no processo de coleta e análise de informações para confirmar se as armas químicas foram efetivamente usadas. Segundo as primeiras informações da imprensa, pelo menos 58 pessoas morreram no ataque, incluindo crianças. Nessa semana, nova rodada de negociações políticas acontece em Bruxelas para tentar encerrar conflito, que já entrou em seu sétimo ano.

Segundo dados de 2014 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), negros e negras, o que inclui pardos e pretos, compõem 53,6% da população brasileira. Foto: EBC

Fundo de População da ONU lamenta decisão dos EUA de suspender financiamento

O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) lamentou nesta terça-feira (4) a decisão dos Estados Unidos de negar qualquer financiamento para o trabalho da agência no mundo.

“Nós sempre consideramos os EUA como um parceiro de confiança e um líder em ajudar a garantir que toda gravidez seja desejada, todo parto seja seguro e cada jovem alcance seu potencial”, disse a agência da ONU em comunicado.

Uma delegação de Mianmar participou no fim de março de uma visita de estudos ao Brasil, organizada pelo Centro de Excelência contra Fome. Foto: PMA

Delegação de Mianmar visita Brasil para conhecer programas de alimentação escolar

Uma delegação de Mianmar participou no fim de março de uma visita de estudos ao Brasil, organizada pelo Centro de Excelência contra Fome e pelo escritório do Programa Mundial de Alimentos (PMA) do país asiático.

O objetivo foi oferecer a Mianmar uma oportunidade de aprender sobre o desenho e a implementação de programas multissetoriais e sustentáveis de alimentação escolar e contribuir para o fortalecimento da capacidade institucional do governo.

Novo chefe do FIDA, Gilbert Houngbo disse desejar que as pessoas vejam a vida no campo como uma escolha e não uma necessidade. Foto: WikiCommons / Flickr / Maria Hsu

Novo presidente do FIDA defende investir na juventude rural para combater crise de migração

Investir na juventude rural é essencial para reduzir a migração de jovens que buscam trabalhar nas cidades e importante para manter o suprimento global de alimentos, afirmou nesta segunda-feira (3) o novo chefe da agência das Nações Unidas encarregada de erradicar a pobreza rural.

Em uma de suas primeiras entrevistas desde que passou a ocupar a liderança do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), Gilbert Houngbo disse desejar que as pessoas vejam a vida no campo como uma escolha e não como uma necessidade.

Meio milhão de crianças sofre de desnutrição aguda grave devido à guerra no país mais pobre do Oriente Médio. Foto: UNICEF

Conselho de Segurança deve exercer pressão pela paz no Iêmen, diz ONU

Enviado das Nações Unidas para o Iêmen, Ismail Ould Cheikh Ahmed, pediu que membros do Conselho de Segurança da Organização exerçam pressão sobre as partes em conflito no país para que todos se empenhem construtivamente na discussão do processo de paz na região.

Conflito no Iêmen completou dois anos nesta semana e, só no último ano, mais de 1,5 mil crianças morreram devido à violência, advertiu o chefe humanitário da ONU, Stephen O’Brien. Todos os dados são alarmantes: 15 milhões de pessoas sem acesso a serviços de saúde; 19 milhões de iemenitas precisam de assistência para não passar fome, o correspondente a mais de dois terços da população.

Crianças participam de aula de matemática em escola na cidade de El Fasher no norte de Darfur, Sudão. Foto: UNICEF/Shehzad Noorani

Relatório da ONU denuncia impacto do conflito armado sobre crianças sudanesas

A ONU divulgou novo relatório que detalha o impacto do conflito armado no Sudão sobre as crianças do país entre março de 2011 e dezembro de 2016. O documento aponta casos de violência nas regiões de Darfur, Kordofan do Sul, Blue Nile e Abyei.

Durante esse período, quase 1,3 mil crianças foram mortas ou mutiladas devido ao conflito entre governo e grupos armados. A maioria das vítimas é de Darfur, de acordo com o documento.

A FAO e o governo brasileiro recebem até 13 de abril inscrições para curso semipresencial sobre programas sustentáveis de alimentação escolar. Foto: PMA / Ana Claudia Costa

FAO recebe inscrições para curso sobre programas sustentáveis de alimentação escolar

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e o governo brasileiro recebem até 13 de abril inscrições para curso semipresencial sobre programas sustentáveis de alimentação escolar.

O curso tem como público-alvo gestores públicos, professores, estudantes, profissionais e técnicos das áreas relacionadas à alimentação escolar, segurança alimentar e nutricional, agricultura, saúde e educação de Brasil, Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras, Paraguai e Peru.

Foto: UNICEF/Ueslei Marcelino

Zika expôs ‘falências’ e desafios na garantia dos direitos das mulheres no Brasil, diz ONU

Em encontro com a sociedade civil no Rio de Janeiro, o representante do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), Jaime Nadal, alertou para falhas nos serviços de saúde sexual e reprodutiva do Brasil, que protegeram a população do zika de ‘forma parcial’.

Para a ONU Mulheres, resposta à doença deve incluir iniciativas a longo prazo, que prestem assistência contínua às crianças que nasceram com a síndrome congênita provocada.