A ONU e o Esporte

Informativo da ONU Brasil sobre Esporte para o Desenvolvimento e a Paz.

Confira aqui as ações da ONU relacionadas ao esporte para o desenvolvimento humano e pela paz. Acesse clicando aqui ou na imagem ao lado o informativo da ONU Brasil sobre Esporte para o Desenvolvimento e a Paz.

 

Acesse também a página com as ações da ONU Brasil nos Jogos Olímpicos 2016: nacoesunidas.org/tema/rio2016

 

Todas as notícias e informações sobre o tema:

Vencedores do Prêmio Mais Movimento com parceiros da iniciativa. Foto: UNIC Rio / Matheus Otanari

PNUD anuncia vencedores do Prêmio Mais Movimento

O Prêmio Mais Movimento do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) anunciou nesta sexta-feira (2) no Rio de Janeiro os vencedores que promovem a prática regular da atividade física: Erê Lab, Geração Movimento e o Programa Promoção de Atividade Física em Unidades Básicas de Saúde. A reportagem foi “Engenheiro do Rio cria aplicativo que junta os amantes de vários esportes”, da RedeTV, pela jornalista Gabriela Zottis, também foi premiada pela iniciativa.

Na Arena Condá, torcedores da Chapecoense prestam homenagem às vítimas do acidente na Colômbia. Foto: Agência Brasil / Daniel Isaia

Chefe da UNESCO envia condolências ao Brasil por tragédia da Chapecoense

“Nos unimos a sua dor e à de seu povo, reconhecendo o impacto que essa tragédia tem para os brasileiros, assim como para a comunidade esportiva e a mídia em seu país”, disse a diretora-geral da UNESCO, Irina Bokova, em carta enviada ao presidente Michel Temer sobre o acidente de avião que vitimou jogadores e membros da comissão técnica da Chapecoense, jornalistas e tripulação. A chefe da agência da ONU prestou condolências ao Brasil pelo falecimento das vítimas.

Em Dia Internacional que celebra o esporte como ferramenta para o desenvolvimento e a paz, o chefe da ONU, Ban Ki-moon, foi categórico: “jogando juntos, podemos criar o futuro que queremos”. Foto: UNICEF Brasil / Rocha

PNUD entrega Prêmio Mais Movimento para incentivar combate à ‘epidemia de inatividade física’

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) entregará o Prêmio Mais Movimento a seus vencedores no Museu de Arte do Rio (MAR), na sexta-feira (2). O representante do PNUD no Brasil, Niky Fabiancic, participa da cerimônia. Premiação reconhece projetos que promovam experiências positivas para crianças desde cedo e/ou integrem a atividade física no dia a dia das pessoas em todas as faixas etárias.

Refugiado participa da Copa dos Refugiados de 2015, evento promovido para dar visibilidade à causa do refúgio e promover a integração desta população por meio do esporte. Foto: ACNUR / Emiliano Capozoli

Federação de futebol do RJ adota medida para contratar refugiados como atletas brasileiros

Medida adotada pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FFERJ) será levada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) aos demais estados até o ano que vem. A CBF também pretende apresentar a iniciativa à FIFA. Organismo estadual organizou seminário sobre integração de refugiados pelo esporte. Evento contou com participação da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

Projeto da ONU Mulheres sobre empoderamento feminino pelo esporte realiza oficinas em João Pessoa

Durante os Jogos Escolares da Juventude, em João Pessoa, cerca de 150 crianças participaram de oficinas sobre empoderamento feminino e igualdade de gênero promovidas pelo “Uma Vitória Leva à Outra”, projeto da ONU Mulheres no Brasil e parceiros. Paraíba é o segundo estado a receber o programa, que atualmente é implementado no Rio de Janeiro como parte do legado das Olimpíadas e Paralimpíadas de 2016.

No total, 60 professores participaram de oficina de dois dias em Belém. Foto: Rios de Inclusão

Projeto apoiado pelo UNICEF capacita professores para aulas de educação física a crianças deficientes

A realização das oficinas é parte da estratégia do projeto Rios de Inclusão de promover a inclusão escolar de crianças e adolescentes com deficiência na capital paraense, por meio de um processo de capacitação e qualificação das equipes de educação, saúde e assistência social das gestões municipal e estadual. A iniciativa é apoiada pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Marcelly Vitória de Mendonça, de 15 anos, é participante do programa "Uma Vitória Leva à Outra”. Foto: Hagen Hopkins/Getty Images

Uma Vitória Leva à Outra: Marcelly conta como foi participar do encerramento das Olimpíadas

Marcelly Vitória de Mendonça, de 15 anos, participante do programa “Uma Vitória Leva à Outra” — iniciativa conjunta da ONU Mulheres e do Comitê Olímpico Internacional (COI) — recebeu a Taça Olímpica durante cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos no último domingo (21) no estádio do Maracanã, Rio de Janeiro. “As pessoas não acreditavam em mim, ninguém dava nada por mim. (…) Agora, elas estão me reconhecendo”, declarou.

Foto: EBC / Divulgação

‘Esporte ainda é separado da educação’, diz ex-atleta Magic Paula em entrevista a agência da ONU

Em entrevista exclusiva ao Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), a ex-jogadora de basquete e medalhista olímpica Magic Paula alerta que o Brasil ainda não descobriu o esporte como ferramenta de inclusão social. Segundo a campeã, mesmo que não queiram ser atletas, jovens podem aproveitar valores transmitidos pela prática de atividades esportivas para a vida.

Prova de 50 km de marcha atlética na Rio 2016. Foto: Francisco Medeiros/ME

Especialistas da ONU pedem que COI regule publicidade de ‘junk food’ nas Olimpíadas

Relatores especiais das Nações Unidas consideraram particularmente preocupante o fato de eventos esportivos com ampla audiência, como as Olimpíadas, promoverem alimentos prejudiciais à saúde. A promoção de tais produtos por atletas importantes durante os jogos também é problemática, criando a impressão de que esses indivíduos consomem regularmente tais produtos, disseram os relatores.

Cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos Rio 2016, no Maracanã. Foto: Agência Brasil/Fernando Frazão

ONU cumprimenta Brasil por conclusão bem-sucedida das Olimpíadas

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, cumprimentou o Brasil e a cidade do Rio de Janeiro, assim como o Comitê Organizador da Rio 2016 e o Comitê Olímpico Internacional, pelo encerramento bem-sucedido dos Jogos Olímpicos.

Após duas semanas de competições, disputas e dezenas de recordes, os Jogos Rio 2016 foram encerrados no domingo (21), tendo como um dos seus principais legados a participação da inédita Equipe Olímpica de Atletas Refugiados.

Mascotes das Olimpíadas em visita ao Maracanã. Foto: EBC

UNICEF e parceiros apresentam experiências para a proteção de crianças em megaeventos

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) apresentou na semana passada (12) publicação que documenta boas práticas de proteção de crianças e adolescentes durante megaeventos esportivos. Uma delas foi o aplicativo gratuito Proteja Brasil, que facilita a realização de denúncias de violações e fornece informações sobre os direitos da infância e de outras populações vulneráveis.