Cultura e comunicação

Todas as notícias sobre estes temas.

Parque Nacional das Sempre-Vivas, em Minas Gerais. Foto: Wikimedia Commons/Carolina Teixeira de Melo Franco (CC)

FAO e secretaria de desenvolvimento agrário assinam acordo de cooperação

Em busca do reconhecimento e da proteção de tradicionais sistemas agrícolas brasileiros, foi assinado na quinta-feira (16) um acordo de cooperação no qual a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) reconhece a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário (SEAD) como ponto focal no levantamento e na identificação de candidaturas para o programa de reconhecimento de Sistemas Importantes do Patrimônio Agrícola Mundial (SIPAM).

A campanha Criança Esperança foi lançada oficialmente no sábado (28). Foto: UNESCO/Criança Esperança

Mais de 80 instituições serão beneficiadas com doações do Criança Esperança

A campanha anual do Criança Esperança teve início no fim de julho, quando começou a receber doações por telefone. Todo o valor doado irá beneficiar mais de 80 instituições em 22 estados brasileiros, nas cinco regiões do país.

Os projetos foram selecionados por meio de um edital público lançado no ano passado. A cada ano, o Criança Esperança lança um edital para que as organizações interessadas possam se inscrever para receber os recursos doados.

Cartaz de Mulheres Divinas

Consulado da Suíça no Rio exibe filme sobre a luta das mulheres pelo direito de votar; participe

O Consulado Geral da Suíça no Rio de Janeiro, com apoio do Centro de Informação das Nações Unidas no Brasil (UNIC Rio), realiza neste sábado (18) às 15h, no teatro do Centro Cultural Correios, a apresentação do filme suíço “Mulheres Divinas”, que narra a campanha das mulheres suíças pelo direito ao voto nos anos 1970.

A entrada é franca, com espaço sujeito à lotação (200 lugares).

No campo de Nduta, na Tanzânia, vivem 125 mil refugiados burundineses. Como há carência de salas de aula, as crianças estudam embaixo de árvores. Há uma professora para cada 200 alunos. Só 7% do apelo humanitário do ACNUR para 2017 foi financiado. Foto: ACNUR/Georgina Goodwin

Agência da ONU inaugura exposição no Rio sobre refúgio e migração forçada

A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) inaugura na próxima quarta-feira (15) a mostra “Faces do Refúgio”, que leva para o Centro Cultural dos Correios 52 fotografias sobre migrações forçadas. Essa é a primeira vez em que a exposição desembarca na capital fluminense. Iniciativa aborda as principais crises de deslocamento da atualidade, em países como Síria, Sudão do Sul, República Democrática do Congo e Mianmar.

O brasileiro Sergio Vieira de Mello em uma de suas últimas reuniões na ONU em Nova York, em julho de 2003. Foto: ONU/Mark Garten

Livro e documentário contam trajetória do diplomata brasileiro Sergio Vieira de Mello

Em meio às homenagens pelos 15 anos da morte de Sergio Vieira de Mello, a ZAZ Produções lança na quinta-feira (16), no Palácio do Itamaraty, no Rio de Janeiro, livro e documentário sobre a trajetória do diplomata brasileiro.

O lançamento da obra “Sergio Vieira de Mello: o legado de um herói brasileiro” tem o apoio do Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio).

UERJ recebe até 24 de setembro inscrições para 7º Festival Curta

A Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) recebe até 24 de setembro inscrições para seu 7º Festival Curta, que em 2018 lembra o aniversário de 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. O concurso é apoiado pelo Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio).

Poderão ser inscritos vídeos com duração máxima de 10 minutos sobre avanços e desafios de direitos humanos. Os curtas devem abordar maneiras de os direitos humanos serem respeitados no dia a dia, iniciativas da sociedade, das escolas e dos governos para ampliar a conscientização sobre a Declaração, entre outros assuntos. Saiba como se inscrever.

O artista brasileiro Otávio Roth cumprimenta o então secretário-geral das Nações Unidas, Kurt Waldheim, no lançamento da série de 30 xilogravuras ilustrativas da Declaração Universal dos Direitos Humanos, em Nova Iorque. Foto: Acervo Otávio Roth

Após 30 anos, xilogravuras da Declaração dos Direitos Humanos são expostas no Brasil

A ONU Brasil realizará em agosto uma exposição no Rio de Janeiro com obras do artista paulistano Otávio Roth, que em 1978 criou e imprimiu xilogravuras que ilustram os trinta artigos da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

É a primeira vez em mais de 30 anos que as xilogravuras — expostas permanentemente nas sedes da Organização em Nova Iorque, Viena e Genebra — têm exibição no país.

Em entrevista ao Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio), a filha do artista, Isabel Roth, falou sobre o legado de Otávio e suas contribuições para a divulgação da Declaração, que completa 70 anos em 2018, e do trabalho das Nações Unidas globalmente. Leia a reportagem completa.

Presidente norte-americano Donald Trump na sede da ONU, em 2017, para o debate geral da Assembleia Geral. Foto: ONU/Rick Bajornas

Ataques de Trump violam normas básicas de liberdade de imprensa, dizem especialistas da ONU

Especialistas da ONU e da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) condenaram na quinta-feira (2) os repetidos ataques do presidente norte-americano, Donald Trump, contra a liberdade de imprensa, e afirmaram que sua retórica pode resultar em um aumento da violência contra jornalistas.

“Esses ataques vão contra as obrigações do país de respeitar a liberdade de imprensa e a lei internacional de direitos humanos”, disseram os especialistas. “Estamos especialmente preocupados com o fato de esses ataques aumentarem os riscos de jornalistas serem alvo de violência”.

Cantora Patti Smith (ao centro) e convidados durante o concerto "Pathway to Paris", em 2017. Foto: PNUD

Patti Smith participa de cúpula global de ação pelo clima em San Francisco

A Pathway to Paris, iniciativa da 350.org — ONG que promove o uso de energias renováveis no mundo — e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) promovem em 14 de setembro um show em San Francisco, Califórnia (EUA), com a cantora, compositora e escritora norte-americana Patti Smith.

Programado para encerrar a Cúpula Global de Ação pelo Clima, o show chamará a atenção para o potencial das cidades de ir além dos objetivos relacionados ao Acordo de Paris.

Hábitos de leitura do brasileiro são tema de debate com a UNESCO na 25ª Bienal do Livro de São Paulo. Foto: Secom/GovBA

UNESCO debate hábitos de leitura do brasileiro e analfabetismo na Bienal de SP

Estamos construindo um país de leitores? Para responder à pergunta, especialistas da UNESCO e de instituições dedicadas à educação e cultura se reúnem na próxima segunda-feira (6), na 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo. Em painel no Salão de Ideias do evento, analistas apresentarão os resultados da edição 2018 do Indicador de Alfabetismo Funcional (INAF) e da pesquisa Retratos da Leitura, promovida pelo Instituto Pró-Livro (IPL).

O Ministério da Cultura (MinC) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) lançaram nesta segunda-feira (23), no Cinearte, em São Paulo (SP), o Mercado das Indústrias Criativas do Brasil (MicBR). Foto: Ministério da Cultura

Evento de indústrias criativas em SP prevê movimentar R$ 40 milhões

O Ministério da Cultura (MinC) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) lançaram nesta segunda-feira (23), no Cinearte, em São Paulo (SP), o Mercado das Indústrias Criativas do Brasil (MicBR).

O megaevento, que será realizado de 5 a 11 de novembro, na capital paulista, deve reunir milhares de empreendedores brasileiros e sul-americanos em atividades de capacitação, rodadas de negócios e apresentações artístico-comerciais, além de um público geral de aproximadamente 30 mil pessoas.

O evento conta com a cooperação da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil e o apoio de várias entidades representativas de setores criativos da indústria.

O jornalista Vladimir Herzog. Foto: EBC

Especialistas da ONU elogiam decisão de corte regional sobre caso Vladimir Herzog

Especialistas em direitos humanos das Nações Unidas publicaram nesta segunda-feira (23) um comunicado no qual elogiam a decisão da Corte Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) de pedir a reabertura das investigações e procedimentos criminais para processar e punir os responsáveis pela tortura e assassinato do jornalista Vladimir Herzog durante a ditadura militar no país.

Os especialistas ressaltaram a relevância dessa decisão em um país onde as violações de direitos humanos cometidas durante a ditadura permanecem sem punição. “A falta de responsabilização por esses crimes contribui para criar uma impressão coletiva de que os funcionários da segurança pública estão acima da lei, fragilizando a confiança da sociedade nas instituições públicas e no Estado de Direito”, declararam.

Aula de balé oferecido pelo Instituto Proeza. Foto: Instituto Proeza

Projeto apoiado pelo Criança Esperança inaugura sede própria no DF

O Instituto Proeza inaugura nesta terça-feira (17) no Recanto das Emas, no Distrito Federal, sua primeira sede própria. Fundada em 2003, a organização da sociedade civil trabalha com o atendimento e o empoderamento de mulheres em situação de vulnerabilidade e risco pessoal e social, e também com crianças e adolescentes.

“É a realização de um sonho”, diz a diretora-presidente e cofundadora do instituto, Katia Ferreira, sobre a nova sede. A inauguração só foi possível porque a entidade recebeu apoio do Criança Esperança em 2015, no momento das comemorações dos 30 anos do programa.

Cidade Antiga de Qalhat (Omã)

Comitê da UNESCO inscreve 19 novos sítios na Lista do Patrimônio Mundial

A reunião do Comitê do Patrimônio Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), que aconteceu até o início de julho (4) em Manama, capital do Bahrein, foi concluída com a inscrição de 19 novos sítios na Lista do Patrimônio Mundial (13 sítios culturais, três naturais e três mistos).

O Comitê também aprovou a extensão de um sítio natural. A Lista do Patrimônio Mundial conta agora com 1.092 sítios em 167 países. A próxima sessão do Comitê será realizada em Baku, no Azerbaijão.

Equipe do curta "Alma Crespa". Foto: Alma Crespa

‘Alma Crespa’ e quatro curtas brasileiros vencem prêmio em parceria com UNESCO

O programa de cooperação intergovernamental IberCultura Viva divulgou no início de junho (8) os dez vencedores do concurso de curtas-metragens “Comunidades Afrodescendentes: Reconhecimento, Justiça e Desenvolvimento”, que teve mais de 130 inscritos.

Entre os vencedores, está o curta “Alma Crespa”, de Rebecca Joviano e Paulo China, que conta a história de Iza, uma jovem carioca cujo sonho é ser reconhecida por sua alma, e não por sua cor. Leia entrevista que os realizadores concederam ao Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio).

Foto: EBC

UNICEF e Samsung divulgam selecionados para próxima etapa de maratona de tecnologia

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e a empresa de tecnologia Samsung divulgaram na segunda-feira (2) a lista das 32 equipes selecionadas para as próximas etapas da Maratona UNICEF Samsung.

As equipes, escolhidas entre mais de 100 que se inscreveram de todas as regiões do país, vão desenvolver aplicativos com soluções para melhorar a educação nas escolas públicas brasileiras. 

Concurso global de vídeos sobre ação climática recebe inscrições até 31/8

Jovens de todo o mundo podem se inscrever até 31 de agosto na Competição Global de Vídeo da Juventude de 2018. A iniciativa, que está em sua quarta edição, tem como objetivo destacar, por meio de vídeos, a ação climática tomada pelos jovens.

Para participar da competição, é necessário ter entre 18 e 30 anos e enviar um vídeo de no máximo três minutos sobre “produção e consumo responsável” ou “empregos ecológicos e amigáveis ​​ao clima”.

Foto: Flickr/Shoichi Iwashita (CC)

Concurso de fotografia ‘Olhares da Juventude’ aborda a Rota da Seda

Jovens com menos de 26 anos do mundo todo podem se inscrever em concurso global de fotografias sobre a Rota da Seda, uma série de rotas interconectadas através do sul da Ásia que eram usadas no comércio da seda entre o Oriente e a Europa. As inscrições podem ser feitas até 15 de julho.

O concurso é organizado por uma parceria entre Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e Década Internacional para a Reaproximação das Culturas (2013-2022).

Menino venezuelano mostra seu desenho no mural produzido no abrigo São Vicente. Foto: ACNUR/Reynesson Damasceno

Mural conta histórias e memórias de venezuelanos vivendo nos abrigos de Boa Vista

Nos abrigos que acolhem venezuelanos em Boa Vista, verdadeiras obras de arte chamam a atenção de moradores, visitantes e funcionários de agências humanitárias e órgãos governamentais que atuam nestes locais.

São murais de tecido costurados a partir de desenhos que representam lembranças e sentimentos dos venezuelanos que foram forçados a deixar seu país em busca de proteção no Brasil.

A atividade, que contou com a participação de crianças, jovens e mulheres, foi conduzida pela Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) nos abrigos Jardim Floresta, São Vicente e Nova Canaã.

Embaixador da boa vontade do ACNUR, Ben Stiller visita refugiados na Guatemala. Foto: ACNUR/Michael Muller

Ator norte-americano Ben Stiller é nomeado embaixador de Agência da ONU para Refugiados

A Agência da ONU para os Refugiados (ACNUR) anunciou nesta segunda-feira (2) que o ator, diretor, produtor e filantropo norte-americano Ben Stiller foi nomeado embaixador da boa vontade da agência. O ator fez um apelo por mais ações em benefício daqueles forçados a deixar suas casas no mundo todo.

Stiller visitou a Guatemala, onde se reuniu com refugiados, incluindo crianças desacompanhadas, e presenciou o trabalho do ACNUR, do governo e de seus parceiros.

Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos abre inscrições

Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos abre inscrições

Jornalistas, artistas do traço e repórteres fotográficos de todo o Brasil têm até o dia 23 de julho para inscrever suas produções e concorrer ao 40º Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos.

Considerado entre as mais significativas distinções jornalísticas do país, o Prêmio Vladimir Herzog tem abrangência nacional e reconhece, ano a ano, trabalhos que valorizam a democracia e os direitos humanos. A iniciativa conta com o apoio do Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio).

Venezuelanos chegam ao Brasil pela cidade de Pacaraima, em Roraima. Foto: EBC

OIM e parceiro recebem até 11/7 inscrições para curso virtual para jornalistas sobre migração e direitos humanos

A Organização Internacional para as Migrações (OIM) e o Instituto de Políticas Públicas em Direitos Humanos do Mercosul recebem até 11 de julho inscrições para curso virtual para jornalistas sobre migração com enfoque em direitos humanos.

As atividades terão duração de cinco semanas — de 31 de julho a 3 de setembro. O público-alvo é formado por jornalistas credenciados que trabalhem para veículos de rádio, imprensa escrita e digital ou TV, e que tenham nacionalidade e/ou residência permanente em Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai.

Tapete com os dizeres “Refugiados, bem-vindos” recebeu atrações culturais de refugiados no Sesc Avenida Paulista. Foto: ACNUR/Miguel Pachioni

Dia Mundial reafirma São Paulo como cidade solidária aos refugiados

O Dia Mundial do Refugiado, celebrado globalmente em 20 de junho, contou com vários eventos na cidade de São Paulo, envolvendo iniciativas da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), de parceiros da sociedade civil, do setor privado e órgãos públicos municipais e estaduais.

Por todas as atividades realizadas, considerando o histórico de São Paulo pelas medidas adotadas em prol das pessoas em situação de refúgio, o ACNUR reconheceu os esforços dos diferentes setores para posicionar a capital paulista como uma cidade solidária aos refugiados.

Criado nos bailes funks das favelas cariocas no início dos anos 2000, o passinho foi reconhecido oficialmente, no último dia 20, como patrimônio cultural do Rio. Foto: Agência Brasil/Fernando Frazão

Passinho é reconhecido como patrimônio cultural do Rio de Janeiro

Criado nos bailes funks das favelas cariocas no início dos anos 2000, o passinho foi reconhecido oficialmente, no último dia 20, como patrimônio cultural do Rio. A decisão da Câmara Municipal veio com a aprovação do projeto de lei Nº 390/2017, da vereadora Verônica Costa (MDB). A medida estabelece que o órgão de preservação do patrimônio da cidade passa a zelar pelo passinho e que o Poder Executivo local agora tem o dever de apoiar iniciativas de valorização e divulgação da dança.

O Dream Team do Passinho é um dos apoiadores da campanha #VidasNegras, pelo fim da violência contra a juventude negra, da ONU Brasil. A campanha apoia todas as iniciativas dedicadas a valorizar as vidas dos jovens negros brasileiros, que têm hoje quase três vezes mais chances de serem assassinados em comparação com os brancos na mesma faixa etária.

O diretor-presidente do Museu do Amanhã, Ricardo Piquet, e o coordenador-residente do Sistema Nações Unidas no Brasil e representante-residente do PNUD, Niky Fabiancic, assinam o Memorando de Entendimento entre as duas organizações. Foto: UNIC Rio/Gustavo Barreto

Centro RIO+ assina acordo com Museu do Amanhã para promover objetivos globais

O Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (Centro RIO+) das Nações Unidas assinou na terça-feira (26), no Rio de Janeiro, um memorando de entendimento com o Museu do Amanhã com o objetivo de promover iniciativas e eventos que tenham como tema a Agenda 2030 e os objetivos globais.

O memorando prevê a coordenação e a otimização do uso de redes institucionais e de recursos humanos e financeiros para incentivar a conscientização sobre a Agenda 2030, bem como promover sua divulgação em larga escala.

Kaye sugeriu que os governos devem reforçar o papel das autoridades públicas, especialmente da Justiça, na determinação da legalidade do conteúdo online. Foto: Flickr/ ilouque (CC)

Relator da ONU pede que governos e empresas garantam liberdade de expressão na Internet

Um importante relatório de especialista em direitos humanos da ONU alertou na semana passada (19) que governos e empresas correm o risco de minar a liberdade de expressão na Internet, e instou autoridades públicas e privadas a lidar com problemas como discurso de ódio e desinformação online.

“Os governos têm a responsabilidade de garantir o cumprimento das leis nacionais e internacionais, mas devem agir agora para garantir que o espaço para a liberdade de expressão na Internet não seja prejudicado”, disse David Kaye, relator especial da ONU para a promoção e a proteção do direito à liberdade de opinião e expressão.

Foto: Ana Rosa Alves/UNIC Rio

Festival celebra o Dia Mundial do Refugiado no Rio de Janeiro

O Rio Refugia, festival gastronômico, cultural e social, aconteceu pela segunda vez no Rio de Janeiro no final de junho (23).

O evento – que promoveu o intercâmbio entre brasileiros e pessoas em situação de refúgio de mais de 10 países diferentes – é uma oportunidade para que pessoas em situação de refúgio compartilhem sua cultura com os brasileiros e incrementem sua renda.

Confira nesse vídeo do Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio).

Vista noturna da cidade de Natal (RN). Foto: Wikimedia Commons/Carolbatista.med (CC)

Fundo de População da ONU discute questões populacionais durante evento em Natal

O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) participa nesta semana (de 28 a 30) do 8º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária (CBEU), que ocorre em Natal, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

O evento discutirá comunicação social, mídia comunitária, cultura, assistência jurídica, qualificação de recursos humanos, educação básica, preservação do meio ambiente, promoção de saúde e qualidade de vida. Também será uma oportunidade para a comunidade acadêmica se integrar aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Parque Nacional das Sempre-Vivas, em Minas Gerais. Foto: Wikimedia Commons/Carolina Teixeira de Melo Franco (CC)

Agricultura tradicional de flores sempre-vivas pode ser 1º patrimônio agrícola mundial brasileiro

O sistema de agricultura tradicional da Serra do Espinhaço, no território Alto Jequitinhonha, em Minas Gerais, pode ser o primeiro Patrimônio Agrícola Mundial brasileiro. Nesta região, vivem comunidades rurais tradicionais que, ao longo de séculos, realizam a coleta de flores sempre-vivas e mantêm o cultivo ancestral de roças e criação de animais.

Os apanhadores serão a primeira candidatura brasileira ao programa de reconhecimento de Sistemas Importantes do Patrimônio Agrícola Mundial (Sipam), concedido pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

Memorial dos Povos Indígenas, em Brasília. Foto: Agência Brasil/Fabio Rodrigues

Memorial dos Povos Indígenas em Brasília recebe 4ª edição do festival MigrArte

O Memorial dos Povos Indígenas, no Eixo Monumental, em Brasília, será neste sábado (23) ponto de encontro de diversas culturas e nacionalidades que vivem no Distrito Federal. Reunidos para lembrar o Dia Mundial do Refugiado (20 de junho) e a Semana do Migrante, o MigrArte 2018 será uma celebração intercultural por meio da integração de brasileiros com pessoas de países como Síria, Bangladesh, República Democrática do Congo e Venezuela.

Na ocasião, a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) fará o pré-lançamento do documentário “Zaatari, Memórias do Labirinto”, selecionado para o Festival Internacional de Documentários “É Tudo Verdade” de 2018. A obra mostra a pior crise de migração da história da humanidade desde a Segunda Guerra Mundial, provocada pelo conflito na Síria.

Claudine, estilista da República Democrática do Congo, participou da primeira edição da feira do Rio Refugia. Foto: ACNUR/Luciola Villela

Festival Rio Refugia celebra Dia Mundial do Refugiado no Sesc Tijuca, no Rio

O Rio Refugia, festival gastronômico, cultural e social, chega ao seu segundo ano em um novo espaço: a unidade do Sesc Tijuca, na zona norte do Rio de Janeiro. O evento reunirá brasileiros e pessoas em situação de refúgio de cerca de 11 nacionalidades no próximo sábado (23), das 10h às 17h. Com entrada gratuita, o festival é uma realização conjunta do Programa de Atendimento a Refugiados da Cáritas RJ, do Abraço Cultural, do Chega Junto e do Sesc RJ.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) apoia a celebração.

Semana Nacional do Ensino da Música - Make Music Brasil acontece de 18 a 24 de junho. Foto: Make Music Brasil

Semana nacional do ensino de música promove aulas grátis nas capitais brasileiras

A Semana Nacional do Ensino de Música – Make Music Brasil ocorre até dia 24 em todas as capitais brasileiras e outras cidades, com aulas gratuitas de iniciação musical em vários instrumentos e também em canto, assim como orientações para bandas marciais e fanfarras.

As aulas serão ministradas por músicos e professores com o objetivo de aumentar o interesse do aprendizado de música entre jovens, profissionais, pessoas da terceira idade ou com algum tipo de necessidade especial. Os organizadores esperam mobilizar 800 horas de aulas durante a semana em todo o país.

A iniciativa é da Associação Nacional da Indústria da Música (Anafima), com recursos da NAMM Foundation e cooperação da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil.

Foto: Flickr/Leon Terra (CC)

OMS inclui vício em videogame em classificação internacional de doenças

A Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou, pela primeira vez, o vício em videogame como uma condição de saúde mental na atualização de sua classificação internacional de doenças, lançada na segunda-feira (18).

“Para o transtorno de videogame ser diagnosticado, o padrão de comportamento deve ser de severidade suficiente para resultar em prejuízo significativo nas áreas pessoal, familiar, social, educacional, ocupacional ou outras áreas importantes, tornando-se evidente por pelo menos 12 meses”, disse a OMS.