Cultura e comunicação

Todas as notícias sobre estes temas.

Sameh Wahba, diretor de Prática Global de Resiliência Social, Urbana e Rural do Banco Mundial, e Irina Bokova, diretora-geral da UNESCO. Foto: UNESCO

UNESCO e Banco Mundial defendem cultura e turismo como ferramentas para o desenvolvimento sustentável

O Banco Mundial e a UNESCO firmaram neste mês (13) uma nova parceria para promover o crescimento econômico sustentável através de políticas culturais e de desenvolvimento urbano. Acordo de cooperação prevê ações para os próximos seis anos, ao longo dos quais os dois organismos internacionais buscarão formas de usar a indústria criativa e do turismo para promover a prosperidade compartilhada.

Centro cultural do BID em Washington é palco de exposição do Instituto Inhotim. Imagem: BID

Com a ONU, Inhotim inaugura exposição em Washington sobre impacto do homem na natureza

Em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), o Instituto Inhotim inaugurou na terça-feira (18), em Washington, uma exposição sobre o impacto das atividades humanas na natureza e os perigos das mudanças climáticas. A mostra reúne obras de arte e experiências audiovisuais inspiradas no centro de arte localizado em Minas Gerais.

Paraty. Foto: Agência Brasil/Fernando Frazão

Centro da ONU leva para a Festa Literária de Paraty debate e filme sobre sustentabilidade

Em parceria com a Liga Brasileira de Editoras (LIBRE), o Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável do PNUD no Rio de Janeiro (Centro RIO+) exibirá na 15ª Festa Literária Internacional de Paraty — a FLIP — o filme “Baixada Nunca Se Rende”, sobre coletivos de músicos da periferia da capital fluminense. Organismo da ONU também promoverá o debate “Territórios Criativos e Sustentabilidade”. Atividades acontecem no dia 28 de julho. Participação é gratuita.

Nelson Mandela. Foto: Fundação Nelson Mandela

No Dia Nelson Mandela, centro da ONU no Brasil lança concurso de vídeos sobre pobreza

No Dia Internacional Nelson Mandela, lembrado neste 18 de julho, o Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio) lança um concurso de vídeos com o tema ‘A luta contra a pobreza é uma questão de justiça. Não é um gesto de caridade’. Os três melhores filmes serão divulgados em 1º de setembro e serão exibidos no mesmo mês no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), no Rio de Janeiro. Prazo para inscrição é 8 de agosto.

Sítio Arqueológico do Cais do Valongo não é apenas o principal cais de desembarque de africanos escravizados em todas as Américas, como é o único que se preservou materialmente. Foto: UNIC Rio/Natalia da Luz

Cais do Valongo, no Rio, é inscrito na Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO

O Comitê do Patrimônio Mundial da UNESCO decidiu incluir em sua Lista do Patrimônio Mundial o sítio arqueológico Cais do Valongo, no Rio de Janeiro, por seu significado para gerações passadas, presentes e futuras no que se refere à história do tráfico atlântico e a escravização de africanos. A decisão ocorreu no domingo (9) durante a 41ª reunião do Comitê, realizada na Polônia.

Para a representante interina da UNESCO no Brasil, Marlova Jovchelovitch Noleto, “o Cais do Valongo tem valor histórico, arqueológico e cultural, traz memórias de um período da história que não pode se repetir jamais e, por isso mesmo, precisa ser lembrado”.

Foto: Blogtrepreneur/Flickr/CC

EUA poderiam fazer mais para garantir direito à privacidade, diz relator da ONU

“Como resultado da sua história, os Estados Unidos, especialmente nos últimos 40 anos, desenvolveram um sistema de salvaguardas bastante robusto, complexo e sofisticado para garantir que o direito à privacidade seja respeitado nas atividades de vigilância”, disse o especialista independente da ONU sobre o direito à privacidade, Joe Cannataci, após visita oficial ao país.

Ele destacou, no entanto, que existem áreas onde “essas salvaguardas precisam ser melhoradas ainda mais”.

Filme "After Spring", de Steph Ching e Ellen Martinez (EUA), selecionado no concurso de 2016. Foto: Divulgação

Cineastas brasileiros podem concorrer a prêmio internacional de filmes sobre migração

A Organização Internacional para as Migrações (OIM) recebe até 17 de setembro inscrições para um concurso internacional de cinema sobre migração. Podem concorrer cineastas profissionais e amadores de 92 países, entre eles o Brasil, que submetam filmes de ao menos 25 minutos sobre o tema “a promessa e os desafios da migração e a contribuição dos migrantes para suas novas comunidades”.

Serão aceitos filmes que desafiem as percepções negativas e os estereótipos sobre os migrantes e retratem ações positivas e receptivas das comunidades de acolhimento.

Proteção de direitos autorais no ambiente digital é tema de documento aprovado por Estados-membros da UNESCO. Foto: PEXELS

UNESCO aprova diretrizes para proteger artistas e diversificar conteúdo cultural na internet

Na UNESCO, representantes de 144 países e da União Europeia aprovaram em junho uma série de diretrizes para garantir que artistas e produtores se beneficiem, de forma completa e justa, das tecnologias de informação em seus estágios de criação, produção e distribuição. Abordando a gestão da cultura no mundo digital, recomendações foram adotadas para ajudar Estados-membros a implementar a Convenção sobre a Proteção e Promoção da Diversidade das Expressões Culturais.

Foto: ACNUR/Rima Cherri/Houssam Hariri

No Líbano, cozinha comunitária fornece centenas de refeições para refugiados sírios no Ramadã

No Vale do Beca, no Líbano, uma cozinha comunitária fornece centenas de refeições para refugiados durante o Ramadã, um período sagrado no calendário islâmico. O projeto reúne refugiados sírios e voluntários do Líbano e do exterior para ajudar a preparar, embalar e entregas as refeições.

Nessa região vivem atualmente mais de 370 mil sírios que fugiram da guerra. O Líbano é o país que proporcionalmente mais recebe refugiados em todo o mundo. Confira nesse vídeo da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

Criolo faz show em São Paulo, apresentando seu mais recente trabalho “Espiral de Ilusão”. Fora dos palcos, ação promovida pelo rapper arrecadou 1,7 tonelada de alimentos. Foto: ACNUR/Miguel Pachioni

Show do Criolo em SP arrecada quase 2 toneladas de alimentos para refugiados

Em um show que reverenciou o samba e suas raízes, o rapper brasileiro Criolo reafirmou seu compromisso com a causa humanitária e promoveu a arrecadação de alimentos para refugiados e solicitantes de refúgio, assim como para migrantes e brasileiros em situação de vulnerabilidade que vivem em São Paulo.

Antes do início do espetáculo, enquanto os fãs do músico chegavam com suas doações, o vídeo “Tendências Globais do Deslocamento Forçado em 2016”, produzido pela Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), foi exibido em todas as telas do Citibank Hall.

Imagem: divulgação

Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos abre inscrições

Considerado entre as mais significativas distinções jornalísticas do país, o Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog tem abrangência nacional e reconhece, ano a ano, trabalhos que valorizam a Democracia, a Cidadania e os Direitos Humanos.

Iniciativa tem apoio do Centro de Informação das Nações Unidas no Brasil e de diversas outras organizações. Profissionais podem se inscrever até dia 31 de julho.

Evento de lançamento foi realizado no Rio de Janeiro Foto: Divulgação

Com apoio da ONU Mulheres, Globo promove ciclo de discussões sobre identidade de gênero

Celebrado mundialmente como o Dia do Orgulho LGBT, o 28 de junho foi uma data de reflexão no Rio de Janeiro. Nesta quarta-feira, no Teatro Solar de Botafogo, a Globo realizou o fórum “Corpo: Artigo Indefinido” com o objetivo de discutir as questões de gênero. Para a curadoria de conteúdo, a empresa de comunicação contou com parceria da ONU Mulheres, do Fundo Elas de Investimento Social e do projeto de justiça social SSEX BBOX.

Jovens vão se reunir na Assembleia Geral da ONU na próxima sexta-feira (29). Foto: ONU / Bo Li

Brasileiros vencem concurso de redação da ONU e vão a Nova Iorque para fórum global

Sete universitários brasileiros estão entre os 60 ganhadores de um concurso de redação das Nações Unidas sobre cidadania e multilinguismo. Eles e os demais vencedores visitarão a Assembleia Geral da ONU para participar como delegados do Fórum Global da Juventude.

Organizada pelo Impacto Acadêmico das Nações Unidas, a premiação — denominada “Muitas Línguas, Um Mundo” — recebeu inscrições de mais de 6 mil pessoas de 130 países participaram da fase inicial da disputa. Saiba mais sobre os vencedores.

Foto: Al-Jazeera

Imposição de fechar Al-Jazeera é ‘duro golpe para o pluralismo da mídia’, alerta especialista da ONU

O encerramento da Al-Jazeera está incluído em uma lista de 13 exigências apresentadas ao Catar pelos governos da Arábia Saudita, Barein, Egito e Emirados Árabes Unidos, que atualmente estão impondo um bloqueio econômico ao país.

“Essa exigência representa uma séria ameaça à liberdade de imprensa se os governos, sob pretexto de uma crise diplomática, tomem medidas para forçar o desmantelamento da Al-Jazeera”, disse o relator especial da ONU sobre liberdade de opinião e expressão, David Kaye.

Há mais de dez anos, Efi Latsoudi ajuda nos funerais de muçulmanos na ilha de Lesbos, no norte da Grécia, permitindo que refugiados enterrem seus familiares de acordo com sua religião. Ela lidera uma organização que mantém, junto com outros grupos da sociedade civil, a vila de PIKPA, um abrigo para os refugiados mais vulneráveis em Lesbos. Por seu trabalho humanitário, Efi Latsoudi ganhou o Prêmio Nansen da Agência da ONU para Refugiados, ACNUR. Foto: ACNUR/Gordon Welters

Vencedora de prêmio humanitário da ONU honra refugiados perdidos para o mar

Há mais de dez anos, Efi Latsoudi ajuda nos funerais de muçulmanos na ilha de Lesbos, no norte da Grécia, permitindo que refugiados enterrem seus familiares de acordo com sua religião. Ela lidera uma organização que mantém, junto com outros grupos da sociedade civil, a vila de PIKPA, um abrigo para os refugiados mais vulneráveis em Lesbos.

Por seu trabalho humanitário, Efi Latsoudi ganhou o Prêmio Nansen da Agência da ONU para Refugiados, ACNUR.

Realizada pelo ACNUR, a mostra de filmes “Olhares sobre o Refúgio” trará para os cinemas de cinco capitais brasileiras diferentes perspectivas sobre a vida de vítimas de deslocamento forçado. Foto: ACNUR/Sebastian Rich

São Paulo lembra Dia Mundial do Refugiado com debates e eventos culturais

O lançamento do relatório “Tendências Globais 2016” da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) foi marcado por eventos no Brasil esta semana que colaboraram para reforçar as contribuições que as pessoas refugiadas podem trazer aos países de acolhida.

A capital paulista sediou um evento para apresentar o documento “Tendências Globais – Deslocamentos Forçados em 2016” e a mostra internacional de documentários “Olhares sobre o Refúgio”.

Imagem: Divulgação

Com apoio da ONU, 2º Festival Internacional de Cinema LGBTI começa na quinta-feira (22) em Brasília

De 22 de junho a 2 de julho, o 2º Festival Internacional de Cinema LGBTI levará para as salas do Cine Brasília 13 longas-metragens de diversos países e dez curtas da campanha das Nações Unidas ‘Livres e Iguais’.

A mostra é organizada pelas embaixadas da Austrália, Bélgica, Dinamarca, Estados Unidos, França e Países Baixos no Brasil. A ONU, o governo brasileiro e outras missões diplomáticas na capital também apoiam a iniciativa. A entrada é franca.

Mulheres carregando símbolos religiosos em imagem que faz parte da mostra 'Vidas Deslocadas', em exibição a partir do dia 21 de junho no Museu do Amanhã. Foto: AFP/Philippe Lopez

Seminário e exposição fotográfica marcam Dia Mundial do Refugiado no Museu do Amanhã

Como parte das celebrações do Dia Mundial do Refugiado, lembrado em 20 de junho, o Museu do Amanhã realiza nesta semana, em parceria com a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e a Agence France-Presse (AFP), um seminário na terça-feira um seminário sobre deslocamento forçado causado pelas mudanças climáticas. No dia seguinte (21), tem início uma mostra fotográfica sobre o mesmo tema.

Desde 2008, uma média de 25 milhões de pessoas foram forçadas a se deslocar, a cada ano, por causa de intempéries como inundações, tempestades, incêndios florestais e temperaturas extremas.

ONU realiza concurso universitário de fotografias sobre desenvolvimento sustentável, migração e refúgio

Estão abertas até 30 de agosto as inscrições para um concurso de fotografia da ONU sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e também sobre a aceitação de refugiados e migrantes. Promovido pelo Centro de Informação das Nações Unidas no Japão (UNIC Tóquio) e pela Universidade de Sophia, a iniciativa é destinada a estudantes universitários — graduandos e pós-graduandos — ou de escolas técnicas e/ou profissionalizantes do mundo inteiro.

Relatório da UIT apontou que o percentual de indivíduos utilizando a Internet é de 79,1% na Europa, de 65% nas Américas. Foto: EBC

Relator da ONU critica violação de governos e empresas a direitos na Internet

Ação urgente é necessária para garantir os direitos das pessoas no uso da Internet em face à repressão crescente e sem precedentes por parte dos Estados, alertou um especialista das Nações Unidas em novo relatório divulgado na segunda-feira (12).

Ele advertiu ainda que empresas têm contribuído por iniciativa própria para restringir a liberdade de expressão, por exemplo, interferindo na neutralidade da rede — princípio segundo o qual todos os sites devem ter acesso igualitário às redes das operadoras.

Os filmes “Exodus: de onde eu vim não existe mais” e “Bem-vindo ao Canadá” foram exibidos na primeira noite da mostra internacional de filmes “Olhares sobre o Refúgio” no Rio de Janeiro. Foto: ACNUR/Diogo Félix.

Mostra de cinema ‘Olhares sobre o Refúgio’ é lançada no Rio de Janeiro com casa cheia

Depois de passar com sucesso por Curitiba (PR), a mostra de cinema internacional “Olhares sobre o Refúgio” chegou ao Rio de Janeiro. Cerca de 60 pessoas encheram o pátio do Instituto Oi Futuro, no Flamengo, para assistir aos filmes da noite de abertura: “Bem-vindo ao Canadá” e “Exodus: de onde eu vim não existe mais”.

Evento promovido pela Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e parceiros abre ampla e variada programação cultural em celebração ao Dia Mundial do Refugiado na capital fluminense.

Relatório da UIT ainda vê profundas desigualdade no acesso às tecnologias de informação e comunicação entre os países desenvolvidos e em desenvolvimento. Foto: EBC

Brasil sobe em ranking de acesso às tecnologias da informação em 2015, mas fica na 61ª posição

Novo ranking de uso e acesso às tecnologias da informação e comunicação (TICs) publicado pela União Internacional de Telecomunicações (UIT) coloca a Coreia do Sul em primeiro lugar entre as economias mais avançadas do mundo na esfera das TICs, seguida por Dinamarca, Islândia e Reino Unido. O Brasil ficou em 61º lugar, uma melhora frente ao ranking de 2010, quando estava na 73ª posição.

Cúpula Mundial sobre a Sociedade da Informação – 2017 (WSIS na sigla em inglês) acontecerá de 12 a 16 de junho em Genebra, na Suíça. Foto: ONU

ONU convida imprensa para Cúpula Mundial sobre Sociedade da Informação

Meios de comunicação estão convidados a se credenciar para participar da Cúpula Mundial sobre a Sociedade da Informação – 2017 (WSIS na sigla em inglês), que acontecerá de 12 a 16 de junho em Genebra, na Suíça.

O fórum é organizado por União Internacional de Telecomunicações (UIT), Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD) e Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).