Cooperação Sul-Sul

A Cooperação Sul-Sul é um mecanismo de desenvolvimento conjunto entre países emergentes em resposta a desafios comuns. Acesse abaixo todas as informações sobre o tema.

Foto: PMA/Isadora Ferreira

Na Costa Rica, países da América Latina discutem abastecimento alimentar

Centro de Excelência contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos da ONU (PMA) participou da quinta reunião regional da rede de sistemas públicos de abastecimento e comercialização de alimentos da América Latina e Caribe, realizada na Costa Rica.

Representantes de 12 países compartilharam informações e experiências sobre a gestão e as tecnologias da cadeia de alimentos, num esforço conjunto para aprimorar os sistemas de abastecimento alimentar do continente.

Uma mulher vende vegetais na Gâmbia. Foto: FAO/Seyllou Diallo

Gâmbia discute impactos de programa de aquisição de alimentos no país

A Gâmbia realizou no início de maio (9 e 10) uma consulta nacional para discutir os impactos do Programa de Aquisição de Alimentos para a África (PAA África), uma iniciativa do Programa Mundial de Alimentos (PMA), da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), do Brasil e de nações africanas parceiras para conectar a agricultura familiar a ações de compras públicas de comida.

Niky Fabiancic, coordenador-residente do Sistema Nações Unidas no Brasil, durante o encontro de 30 anos da ABC. Foto: Marcelo Guimarães/ABC

Sistema ONU no Brasil participa de comemorações dos 30 anos da Agência Brasileira de Cooperação

Representantes do Sistema ONU no Brasil participam nesta quinta e sexta-feira (25 e 26) de eventos em comemoração aos 30 anos da Agência Brasileira de Cooperação (ABC).

A ABC foi criada para coordenar os programas e projetos brasileiros de cooperação técnica, no âmbito da política externa brasileira. Integrada ao Ministério das Relações Exteriores (MRE), a ABC trabalha no fortalecimento da cooperação do Brasil com o exterior.

Autoridades do Mali e de Madagascar visitaram um centro de educação infantil em Bananeiras. Foto: PMA/Isadora Ferreira

Representantes do Mali e de Madagascar conhecem sistema de alimentação escolar do Brasil

Representantes dos governos do Mali e de Madagascar vieram ao Brasil no início de maio para uma visita de estudos sobre alimentação escolar. Organizada pelo Centro de Excelência contra a Fome, a missão levou autoridades das nações africanos até a Paraíba, onde dirigentes puderam ver de perto como o Estado brasileiro conecta a agricultura familiar a centros de ensino que oferecem refeições para seus alunos.

Políticas de alimentação escolar no Brasil. Foto: PMA/Vinícius Limongi

Organismo da ONU e Centro Universitário de Brasília lançam dossiê sobre combate à fome

Como parte das celebrações dos seus cinco anos de existência, o Centro de Excelência contra a Fome — organismo do Programa Mundial de Alimentos da ONU (PMA) — se uniu ao Centro Universitário de Brasília (UniCEUB) e convidou pesquisadores para a elaboração de um Dossiê sobre a Lutra contra a Fome no Mundo. A publicação é uma edição especial do Brazilian Journal of International Law (Revista de Direito Internacional) e já está disponível em meio virtual.

Um dos objetivos principais do memorando de entendimento é fortalecer os meios de subsistência do meio rural e promover práticas agrícolas sustentáveis. Na imagem, uma mulher colhe piri-piri na sua plantação na Reserva Especial de Maputo. Foto: Banco Mundial/Andrea Borgarello

Banco Mundial apoia parceria entre Brasil e Moçambique para promover gestão sustentável de recursos naturais

Para ajudar Moçambique a explorar seus recursos naturais de forma sustentável, o Brasil firmou neste mês uma nova parceria com a nação africana. Cooperação conta com o apoio do Banco Mundial e contempla iniciativas voltadas para a proteção da biodiversidade, para o combate às mudanças climáticas e para a regulamentação de territórios. Moçambique possui 40 milhões de hectares de florestas naturais, mas por ano, 140 mil hectares são perdidos para o desmatamento.

Foto: Agência Brasil

ONU e Brasil trazem representantes de 12 países para conhecer alimentação escolar no ES

Representantes de 12 países da América Latina e do Caribe estarão em Vitória, dos dias 16 a 18 de maio, para conhecer a experiência capixaba do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e o sistema local de compras da agricultura familiar. Viagem das delegações é organizada pelo Programa de Cooperação entre a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e o governo brasileiro. Esta é a primeira missão internacional ao Espírito Santo promovida pela parceria.

Consulta nacional contou com a participação de especialistas da ONU. Foto: PMA

Níger e ONU debatem como conectar agricultores familiares a mercados e redes de compras públicas

Em abril, o Níger realizou uma consulta para avaliar as conquistas do Programa de Aquisição de Alimentos para a África (PAA África), uma iniciativa do Programa Mundial de Alimentos (PMA), do Brasil e de nações africanas parceiras para conectar a agricultura familiar a iniciativas de compras públicas de comida. Especialistas discutiram como implementar a estratégia nacional de aquisição de produtos vindos de comunidades agrícolas.

O Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), contribui para o crescimento, o desenvolvimento, a aprendizagem, o rendimento escolar dos estudantes e a formação de hábitos alimentares saudáveis, por meio da oferta da alimentação escolar e de ações de educação alimentar e nutricional. Foto: MEC

FAO dá início a curso no Brasil sobre alimentação escolar e proteção social

Cerca de 50 alunos participaram nesta semana (3), em Brasília, do primeiro encontro do curso ‘Alimentação Escolar: desenvolvimento de programas sustentáveis a partir do caso brasileiro’, uma iniciativa da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

Além do Brasil, o curso acontece este ano na Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras, Paraguai e Peru, onde também estão sendo realizadas aulas presenciais. Um dos destaques da formação — que chega à sua sétima edição em 2017 — são os resultados do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) brasileiro. A inciativa atende a quase 42 milhões de estudantes por dia ao longo dos 200 dias letivos.

A missão instaurou o comitê gestor do projeto, que realizou também sua primeira reunião em Dakar, Senegal. Foto: ANSD

IBGE visita Senegal para avançar iniciativa de capacitação de institutos de estatísticas africanos

Dos dias 2 a 5 de maio, em Dakar, representantes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) reuniram-se com especialistas do Senegal e de Cabo Verde para dar prosseguimento à criação dos Centros de Referência em Censos com Coleta Eletrônica de Dados na África. Brasil e ONU vão apoiar capacitação de técnicos dos dois países africanos no uso de tecnologias digitais para recolhimento de informações.

Alicia Bárcena e Enrique Peña Nieto no Fórum dos Países da América Latina e do Caribe sobre Desenvolvimento Sustentável, na Cidade do México. Foto: Presidência do México

CEPAL: América Latina e Caribe precisam superar fragmentação para buscar crescimento sustentável

Ao lado do presidente do México, Enrique Peña Nieto, a secretária-executiva da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), Alicia Bárcena, deu início na quarta-feira (26) às atividades do primeiro Fórum sobre Desenvolvimento Sustentável da região. A dirigente do organismo da ONU defendeu que países revigorem a integração regional como ferramenta “diversificação produtiva”. Multilateralismo foi descrito como necessário para o cumprimento das metas das Nações Unidas.

Marcha das Margaridas de Brasília em 2015. Foto: ONU Mulheres/Isabel Clavelin

Em Moçambique, mulheres reúnem-se pela igualdade de gênero no campo

Trabalhadoras rurais de Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique e Portugal reúnem-se em Maputo, capital moçambicana, para discutir uma agenda internacional de luta pelo empoderamento das mulheres do campo.

“Elas fazem parte de um dos grupos em situação de maior vulnerabilidade que, ao mesmo tempo, são agentes centrais para a erradicação da pobreza e promoção da segurança alimentar e nutricional”, disse Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres Brasil.

Centro da ONU ajuda Zimbábue a reformar sistemas de alimentação escolar. Foto: PMA/Brenda BartonCentro da ONU ajuda Zimbábue a reformar sistemas de alimentação escolar. Foto: PMA/Brenda Barton

Centro da ONU visita Zimbábue para ajudar país a reformar sistemas de alimentação escolar

O Centro de Excelência contra a Fome deu início nesta segunda-feira (17) a uma missão técnica ao Zimbábue. Objetivo é ajudar o país a desenvolver um programa nacional de alimentação escolar. Especialistas do organismo — vinculado ao Programa Mundial de Alimentos (PMA) — ficarão no país até 12 de maio para avançar na concepção de uma iniciativa que vai combinar as demandas dos colégios à oferta da agricultura local.

Países latino-americanos e caribenhos defenderam fortalecimento dos institutos de estatística. Foto: EBC

Cenário econômico é oportunidade de ampliar integração latino-americana, diz CEPAL

A secretária-executiva da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), Alicia Bárcena, afirmou que o atual cenário econômico apresenta a oportunidade de fortalecer a integração regional, e destacou que esta deve ser promovida para além do comércio.

“Propomos que seja fortalecida a integração para além da troca de mercadorias. Devemos avançar na facilitação do comércio, na participação em cadeias de valor, na integração da infraestrutura e da energia, assim como na área tecnológica e digital”, disse Bárcena.

Parceria entre Brasil, Guiné-Bissau e ONU vai melhorar sistema de alimentação escolar do país africano. Foto: PMA/Ramin Rafirasme

Brasil e ONU ajudam Guiné-Bissau a melhorar sistema nacional de alimentação escolar

O objetivo da parceria é garantir melhorias no Projeto Nacional de Cantinas Escolares (PCNE). Com a cooperação, as autoridades guineenses esperam que a lei do PNCE seja devidamente aprovada pelo Congresso. Outra meta é desenvolver um censo escolar para monitorar as instituições de ensino. Também está previsto o mapeamento de produtores locais — associações ou individuais — envolvidos no fornecimento de comida para colégios.

Agricultores do Moçambique viram novos mercados se abrirem com a participação do país no PAA África. Foto: PMA/Arssalan Serra

Brasil, Moçambique e ONU debatem iniciativas de alimentação escolar associadas à agricultura familiar

Representantes do Brasil e da ONU reuniram-se em Moçambique com o governo local para o primeiro seminário nacional sobre o Programa de Aquisição de Alimentos para a África (PAA África) — iniciativa que conecta a produção da agricultura familiar às demandas de escolas que oferecem refeições para seus alunos. Encontro ocorreu nos dias 20 e 21 de março e debateu como os aprendizados do projeto podem orientar o futuro da alimentação escolar no país africano.

Representantes de 23 países da América Latina e do Caribe finalizaram reunião de negociação para acordo regional sobre direitos de acesso à informação, participação e Justiça ambientais. Foto: FAO/L. Dematteis

Negociação para o acordo regional sobre assuntos ambientais continuará na Argentina

Representantes de 23 países da América Latina e do Caribe finalizaram na semana passada em Brasília reunião de cinco dias com a finalidade de negociar um acordo regional sobre os direitos de acesso à informação, participação e Justiça ambientais, com o compromisso de dar sequência às conversações em julho na Argentina.

A 6ª Reunião do Comitê de Negociação do Acordo Regional sobre o Acesso à Informação, à Participação Pública e o Acesso à Justiça em Assuntos Ambientais na América Latina e no Caribe (Princípio 10) foi realizada na capital brasileira e organizada pelo governo do país e pela Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL).

Artistas, criadores, ONGs podem candidatar-se para receber recursos do Fundo Internacional de Diversidade Cultural. Foto: Agência Brasil.

Fundo Internacional para a Diversidade Cultural está com inscrições abertas

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) está com as inscrições abertas para a oitava edição do Fundo Internacional para a Diversidade Cultural (IFCD, na sigla em inglês) até o dia 14 de abril.

Podem se inscrever produções de obras artísticas e culturais e organização de eventos culturais e artísticos de nível nacional, regional e/ou internacional.

O Centro de Excelência contra a Fome apoia países africanos a reproduzir iniciativas brasileiras de alimentação escolar. Na imagem, criança se alimenta em centro do Programa Mundial de Alimentos na Região das Nações, Nacionalidades e Povos do Sul (SNNPRS), na Etiópia. Foto: PMA/Silvanus Okumu

ONU apresenta ao Itamaraty resultados positivos de parceria entre Brasil e África pelo fim da fome

O Centro de Excelência contra a Fome realizou na semana passada (16) uma reunião com o Ministério das Relações Exteriores do Brasil para mostrar os resultados positivos da parceria do organismo internacional com países africanos. O Centro foi criado pelo governo brasileiro e pelo Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (PMA). Atividades não envolvem repasse de recursos às nações parceiras, apenas cooperação técnica e diálogo sobre políticas públicas.

A iniciativa, de inspiração brasileira, tem ajudado a aumentar a produtividade dos pequenos agricultores em alguns países africanos e ligá-los melhor aos mercados, mas falta de recursos ameaça conquistas. Foto: PAA África

Falta de apoio pode pôr em risco projetos de alimentação escolar na África, diz ONU

Em missão ao Brasil para discutir o futuro do Programa de Aquisição de Alimentos para a África — o PAA África —, funcionários de agências da ONU reuniram-se com o governo brasileiro e britânico e com o Centro de Excelência contra a Fome dos dias 7 a 10 de março. Para representante do Programa Mundial de Alimentos (PMA), falta de investimentos e de assistência pode comprometer conquistas da iniciativa.

Exposição sobre o Mais Médicos na Faculdade de Ciências da Saúde da UnB. Foto: Unb

Universidade de Brasília apresenta exposição de fotografias sobre o Mais Médicos

Quem passa pelo campus da Universidade de Brasília (UnB) pode conhecer um pouco mais do trabalho dos profissionais do Mais Médicos. A Faculdade de Ciências da Saúde abriga uma exposição permanente de fotos sobre a iniciativa, com 12 painéis de quatro metros de altura. As imagens mostram o dia a dia dos médicos cubanos selecionados pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) para trabalhar no Brasil.

Luiza Carvalho, diretora regional da ONU Mulheres Américas e Caribe, na consulta regional preparatória da 61ª Sessão da Comissão da ONU sobre a Situação das Mulheres, que acontecerá em março deste ano, em Nova Iorque. Foto: ONU Mulheres Américas e Caribe

ARTIGO: ‘Diante de um ambiente econômico incerto, empoderar as mulheres no trabalho é a chave’

Em artigo de opinião, a brasileira e diretora regional da ONU Mulheres para Américas e Caribe, Luiza Carvalho, pede que países desenvolvam políticas para reduzir as desigualdades de gênero no mercado de trabalho. Na América Latina, homens ganham em média 19% mais do que as mulheres, e 55% dos postos ocupados por elas estão na economia informal. Mulheres realizam de três a cinco vezes mais trabalho doméstico não remunerado do que os homens.

O Centro de Excelência contra a Fome apoia países africanos a reproduzir iniciativas brasileiras de alimentação escolar. Na imagem, criança se alimenta em centro do Programa Mundial de Alimentos na Região das Nações, Nacionalidades e Povos do Sul (SNNPRS), na Etiópia. Foto: PMA/Silvanus Okumu

ONU debate como mensurar conquistas da cooperação entre Brasil e países em desenvolvimento

De 25 a 27 de janeiro, o BRICS Policy Center reuniu especialistas e representantes da ONU em sua sede, no Rio de Janeiro, para debater as iniciativas de cooperação Sul-Sul do Brasil. O evento contou com a participação também de representantes de governos e da sociedade civil. Discussões abordaram métodos de monitoramento e avaliação das parcerias entre o país e outras nações em desenvolvimento.

Para Banco Mundial, países latino-americanos e caribenhos precisam intensificar a integração regional para retomar o crescimento. Foto: APPA

América Latina e Caribe devem ampliar relações econômicas com China, diz CEPAL

Países latino-americanos e caribenhos devem cooperar com a China em áreas-chave como infraestrutura, energia e agricultura, já que o potencial da região em produção agrícola e alimentar permitiria atender as demandas do país asiático.

A afirmação foi feita pela secretária-executiva da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), Alicia Bárcena, durante o Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça.

Parceria entre PNUD, organizações brasileiras e governo haitiano vai capacitar mão de obra do país caribenho. Foto: Banco Mundial / Romel Simon

Brasil e ONU desenvolverão centro de capacitação profissional no Haiti

Para reduzir o déficit de mão de obra qualificada no Haiti e gerar empregos, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), a Agência Brasileira de Cooperação (ABC), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e instituições haitianas vão construir um centro de formação profissional no país.

Licitação para escolher construtoras e fornecedoras de equipamentos começará em 2017. Previsão é de que cursos de capacitação comecem em 2018.