Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU

Acesse todas as informações contextuais sobre a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável em nacoesunidas.org/pos2015 e as últimas notícias abaixo.

Jovens participam de cerimônia pelo Dia Internacional da Paz na sede da ONU em Nova Iorque na semana passada (15). Foto: ONU/Kim Haughton

Secretário-geral da ONU pede engajamento da juventude na prevenção de conflitos

Os jovens precisam ser parceiros significativos na prevenção de conflitos e na manutenção da paz, e as Nações Unidas precisam pensar “fora da caixa” sobre como se relacionar com a juventude globalmente, disse o secretário-geral da ONU, António Guterres, durante evento ministerial realizado nesta quinta-feira (21) paralelamente ao debate geral da Assembleia Geral.

Na semana passada (15), a sede das Nações Unidas em Nova Iorque comemorou o Dia Internacional da Paz com com o toque anual do sino da paz, pedindo que combatentes em todo o mundo derrubassem suas armas e cumprissem um dia de cessar-fogo e não violência.

O coordenador-residente do Sistema ONU no Brasil e representante-residente do PNUD no Brasil, Niky Fabiancic, falou sobre o Dia Internacional da Democracia. Foto: TSE/Roberto Jayme

Liberdade e respeito aos direitos humanos são essenciais à democracia, diz ONU no Brasil

A liberdade, o respeito aos direitos humanos e o princípio da organização de eleições honestas e periódicas são valores que constituem elementos essenciais da democracia, afirmou na semana passada (15) durante evento em Foz do Iguaçu (PR) o coordenador-residente da ONU no Brasil, Niky Fabiancic.

“Por sua vez, a democracia proporciona o quadro natural para a proteção e a realização efetiva dos direitos humanos”, disse Fabiancic, durante evento realizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no Dia Internacional da Democracia.

Alicia Bárcena, secretária-executiva da CEPAL ao lado de Juan Somavía, diretor da Academia Diplomática do Chile. Foto: Academia Diplomática do Chile/Ximena Puccio

Metas da ONU são resposta contra as desigualdades e privilégios, defende CEPAL

Em encontro global de institutos de formação de diplomatas, no Chile, a secretária-executiva da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), Alicia Bárcena, defendeu que países incorporem a Agenda 2030 da ONU em seus planos nacionais de desenvolvimento. Objetivos das Nações Unidas, segundo a dirigente, são uma resposta da comunidade internacional para enfrentar disparidades econômicas, sociais e ambientais.

Família vivendo numa favela urbana em Sonagachi, Kolkata, na Índia. ONU/Kibae Park

População mais pobre é a que mais sofre consequências das crises globais, diz especialista

“A população dos países em desenvolvimento está pagando um preço muito alto pelas ações globais que estão foram do seu controle”, disse Said Alfarargi, relator especial da ONU para o direito ao desenvolvimento, em seu relatório ao Conselho de Direitos Humanos. Segundo ele, há uma politização crescente sobre temas relacionados ao direito ao desenvolvimento que tem levado a uma baixa promoção, proteção e cumprimento deste direito.

Secretário-geral da ONU, António Guterres (centro), chega para reunião durante semana de debates da Assembleia Geral. Foto: ONU

Secretário-geral da ONU pede reforma das finanças globais e impulso ao desenvolvimento sustentável

Durante as reuniões da Assembleia Geral que ocorrem esta semana em Nova Iorque, o secretário-geral da ONU, António Guterres, enfatizou nesta segunda-feira (18) o papel das Nações Unidas em ajudar a reformar finanças “improdutivas” e redirecionar os investimentos para a criação de um mundo melhor para todos.

“Podemos optar por reclamar sobre a falta de financiamento para a Agenda 2030 em um mundo inundado por tantas finanças improdutivas e não compensadoras. Ou podemos aproveitar a oportunidade para remodelar as finanças, de acordo com nossas necessidades urgentes e coletivas”, disse o secretário-geral. “A escolha é clara. Vamos investir na Agenda 2030 e no financiamento de um mundo melhor para todos”.

Tânia Cosentino foi reconhecida por seu trabalho focado no gerenciamento de energia e sustentabilidade. Foto: Divulgação/Schneider Electric

Brasileira está entre vencedores de concurso da ONU para executivos que promovem objetivos globais

A executiva brasileira Tânia Cosentino, presidente para a América do Sul da empresa de gestão de energia Schneider Electric, é uma das vencedoras do prêmio SDG Pioneers 2017, que será entregue pelo Pacto Global das Nações Unidas na sede da ONU em Nova Iorque no dia 21 de setembro.

O concurso homenageia lideranças empresariais que mobilizam suas empresas e o ambiente de negócios para a conquista dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

ONU lança concurso de fotografia sobre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) lançou nesta quarta-feira (13) um concurso de fotografias para estimular a divulgação e a implementação dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) no Brasil.

As fotografias serão selecionadas de acordo com critério de linguagem fotográfica, originalidade, criatividade, aderência aos objetivos globais das Nações Unidas e respeito aos direito humanos.

Secretário-geral durante visita a campo de refugiados do Sudão do Sul no norte de Uganda em junho de 2017. Foto: ONU/Mark Garten

ENTREVISTA: ONU precisa liderar ascensão da diplomacia pela paz, diz Guterres

Enquanto os países se preparam para o debate geral e as reuniões de alto nível da Assembleia Geral da ONU, que reúne ministros, chefes de Estado e de governo de praticamente todos os Estados-membros, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, conversou com a UN News sobre o papel da Organização em um mundo que enfrenta cada vez mais desafios.

Guterres, que foi primeiro-ministro de Portugal de 1995 a 2002 e chefiou a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), assumiu o cargo em 1º de janeiro. Ele tem defendido, entre outras coisas, um maior papel da diplomacia em importantes questões globais; uma maior aderência aos objetivos do acordo de Paris; um engajamento mais amplo com a juventude mundial; e dedicados esforços para garantir a paridade de gênero no Sistema ONU.

Videoclipe de "Ninguém Ficará para Trás" será lançado na Internet na terça-feira (12). Foto: Reprodução

Coletivo ‘Baixada Nunca se Rende’ e Centro RIO+ lançam videoclipe ‘Ninguém Ficará Para Trás’

O coletivo aberto de músicos “Baixada Nunca se Rende”, apoiado pelo Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (Centro RIO+) das Nações Unidas, lança na terça-feira (12) na Internet o videoclipe da música “Ninguém Ficará para Trás”.

A canção é parte do EP produzido com o apoio do Centro RIO+ — do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) — e da organização da sociedade civil Agência do Bem. O vídeo será lançado nos canais do Youtube do centro da ONU, do coletivo aberto de músicos e da banda Rota Espiral.

Da esquerda para a direita: João Carlos Jarochinski, da Rede Sul-Americana para as Migrações Ambientais (RESAMA) e Organização Internacional para as Migrações (OIM); Isabel Marquez, representante da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR); Rayne Ferretti, Oficial Nacional da ONU-Habitat; Ana Toni, do Instituto Clima e Sociedade, moderadora do debate. Foto: UNIC Rio/Julia De Cunto

Acordos climáticos ajudarão a conter crise migratória, dizem especialistas em evento da ONU

A crise migratória está atrelada ao comprometimento com os acordos climáticos e a criação de políticas de proteção para populações em maior situação de vulnerabilidade.

É o que defendem os especialistas que discutiram, nesta terça (05), os deslocamentos causados por questões climáticas durante o “Seminário Vidas Deslocadas – diálogos sobre Mudanças Climáticas e Mobilidade Humana”, no Museu do Amanhã. Confira matéria e vídeo sobre o debate.

Laura Thomspon, diretora da OIM - Foto: OIM

OIM e CEPAL realizam primeira consulta regional sobre migração

A Comissão Econômica para América Latina e Caribe (CEPAL), o Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais das Nações Unidas e o Organização Internacional para as Migrações (OIM) realizaram, no fim de agosto, a primeira reunião regional preparatória do pacto mundial para uma migração segura, ordenada e regular.

O encontro, realizado durante dois dias em Santiago, no Chile, é o primeiro de cinco Consultas Regionais que fazem parte das discussões preparatórias para o desenvolvimento do Pacto Mundial, negociação intergovernamental que cobre todas as dimensões da migração internacional.

Expositores apresentaram recursos financeiros voltados a projetos de mitigação dos gases de efeito estufa. Foto: Rede Brasil do Pacto Global

Pacto Global discute financiamento verde de projetos de infraestrutura

O Grupo Temático de Energia e Clima da Rede Brasil do Pacto Global promoveu o 3° Workshop da série “Diálogos de Financiamento Climático”, para discutir diferentes modalidades de financiamento de projetos para enfrentar as mudanças climáticas.

Participaram do evento especialistas e representantes de empresas signatárias e não signatárias do Pacto Global, que procura facilitar o diálogo sobre o acesso a recursos financeiros voltados a projetos de mitigação dos gases de efeito estufa e adaptação às mudanças climáticas.

Para erradicar a pobreza e a fome até 2030, há uma necessidade urgente de canalizar esforços globais para onde os problemas “acontecem mais profundamente no mundo”, disse o presidente do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), Kanayo F. Nwanze. Em outubro, a ONU marcou o Dia Internacional das Mulheres Rurais (15) e o Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza (17). De acordo com Nwanze, o mundo precisa investir na população rural pobre, bem como estimular a agricultura familiar para que ela se torne parte importante do sistema produtivo. Confira neste vídeo

Uma nova aliança para a eliminação da pobreza rural na América Latina

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) constituíram uma aliança para eliminar a pobreza rural na América Latina, onde quase a metade dos habitantes rurais é pobre e cerca de um terço é indigente.

A iniciativa é formada por especialistas de desenvolvimento rural e tem por objetivo mudar o cenário da região. O principal objetivo da aliança é propor soluções inovadoras que tenham um impacto concreto na vida de milhões de pessoas.

Evento com Alicia Bárcena, secretária executiva da CEPAL. Foto: Cepal

CEPAL pede integração regional para garantir inclusão social

A secretária-executiva da Comissão Econômica da ONU para América Latina e Caribe (CEPAL), Alicia Bárcena, afirmou que, para alcançar uma maior coesão e inclusão social, é necessário recuperar a cooperação internacional e o multilateralismo, com um novo e revigorado papel da integração regional.

A alta funcionária das Nações Unidas participou, na semana passada, do seminário internacional “Os novos desafios da coesão social na Ibero-América”, organizado pela Secretaria-Geral Ibero-Americana e o Ministério das Relações Exteriores do Chile.

Acordo promoverá políticas para erradicação da pobreza, redução das desigualdades e compartilhamento de dados e indicadores para o cumprimento dos ODS. Foto: Governo de Goiás.

Governo de Goiás e PNUD firmam parceria com foco na Agenda 2030

O governador de Goiás, Marconi Perillo, e o representante residente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no Brasil, Niky Fabiancic, assinaram na quinta-feira (31) em Alto Paraíso (GO) um memorando de entendimento para fortalecer a implementação da Agenda 2030 no estado.

A parceria favorecerá políticas para a erradicação da pobreza e redução das desigualdades, monitoramento de políticas sociais e a construção de sistemas para acompanhamento de metas e indicadores.

O programa Embaixadores da Juventude é uma iniciativa criada em 2016 para formar jovens e adolescentes brasileiros com capacidade de liderança e impacto social. Foto: UNODC

ONU e Instituto Caixa Seguradora concluem segunda edição do programa Embaixadores da Juventude

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC) e o Instituto Caixa Seguradora concluem no sábado (2) em Brasília (DF) a segunda edição do programa Embaixadores da Juventude.

Pelo segundo ano consecutivo, a iniciativa reuniu jovens de 18 a 25 anos com forte papel de liderança social para discutir a atuação da juventude na implementação e no monitoramento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Funcionária da CEPAL lembrou a importância de se "construir uma visão coletiva, com uma grande participação de todos os setores interessados no desenvolvimento, sobre o tipo de sociedade, país, região e mundo que queremos”. Foto: EBC

CEPAL: planejamento é chave para alcançar desenvolvimento com igualdade e sustentabilidade

Em conversa durante o programa “Horizontes CEPAL”, a diretora do Instituto Latino-Americano e Caribenho de Planejamento Econômico e Social (ILPES), da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), Cielo Morales, lembrou os desafios do planejamento para o desenvolvimento na região, tendo em vista o cumprimento da Agenda 2030.

“Tudo o que nos rodeia, a mudança climática, a volatilidade financeira, as grandes desigualdades e disparidades que vivemos, reclamam um exercício mais responsável de construção desse futuro que todos queremos, que é avançar para um desenvolvimento que promova a igualdade e a sustentabilidade ambiental e que não comprometa de nenhuma maneira o bem-estar das futuras gerações”, afirmou.

Ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, e representante-residente do PNUD Brasil, Niky Fabiancic, assinam protocolo de intenções. Foto: Marcos Corrêa/PR

Com apoio do PNUD, governo brasileiro lança Programa Nacional de Voluntariado

A ambiciosa Agenda 2030 e os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) precisam de um amplo apoio social para serem implementados. Com o objetivo de promover o voluntariado para estimular essa participação social, a Casa Civil do governo brasileiro, em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), lançou nesta segunda-feira (28), em Brasília (DF), o Programa Nacional de Voluntariado — Viva Voluntário.

Foto: Virada Sustentável - SP

Objetivos globais da ONU são tema da Virada Sustentável em São Paulo

A sétima edição da Virada Sustentável será realizada até domingo (27) em São Paulo tendo os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) como tema central. O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) é parceiro do evento.

Ao longo de quatro dias, serão mais de 500 atividades, espalhadas por mais de 100 pontos da capital paulista. A expectativa é de um público de mais de 1 milhão de pessoas. Na programação, há exposições, shows, palestras e atividades que discutirão o desenvolvimento sustentável.

Brasil ocupa a 32ª posição em ranking latino-americano e caribenho de participação de mulheres no parlamento. Foto: Agência Brasil/Fabio Rodrigues Pozzebom

Brasil é ‘lanterna’ em ranking latino-americano sobre paridade de gênero na política

O Brasil ocupa a 32ª posição em um ranking de 33 países latino-americanos e caribenhos sobre participação das mulheres nos parlamentos nacionais. Com 9,9% de parlamentares eleitas, o país só fica à frente de Belize, cujo índice é de 3,1%. O primeiro colocado é a Bolívia, com 53,1% de participação de mulheres no parlamento.

“No Brasil, é urgente reconhecer que as mulheres são fundamentais para a democracia e que elas estão cada vez mais distantes de fazer parte do grupo decisório sobre a política nacional, das possibilidades de exercer a cidadania e da igualdade de maneira plena e concreta”, disse Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres Brasil.

Representantes de agências da ONU e políticos municipais. Ao centro, de roxo, a secretária-executiva da CEPAL, Alicia Bárcena. Foto: CEPAL

Constituição da capital do México é pioneira na promoção das metas da ONU, elogia CEPAL

Na Cidade do México, a nova Constituição municipal prevê direitos que aproximam a legislação local dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS). É a avaliação da secretária-executiva da Comissão Econômica da ONU para a América Latina e o Caribe (CEPAL), Alicia Bárcena. Em seminário de políticos e autoridades do organismo internacional na capital, dirigente elogiou texto por ser pioneiro na apresentação de metas alinhadas à Agenda 2030.

Os símbolos dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Imagem: PNUD Brasil

Brasil é único país latino-americano a ter comissão paritária para os objetivos globais

O Brasil é o único país da América Latina a ter uma Comissão Nacional para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) paritária entre governo e sociedade civil, lembrou o secretário-adjunto da Secretaria Nacional de Articulação Social, Cláudio Ribeiro, durante apresentação às empresas do comitê gestor da Rede Brasil do Pacto Global, no escritório da ONU em São Paulo.

A comissão deve acompanhar a evolução dos ODS no país, elaborar relatórios periódicos, subsidiar discussões sobre o desenvolvimento sustentável em fóruns nacionais e internacionais, além de identificar, sistematizar e divulgar boas práticas.

Premiação uniu-se à ONU para promover os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Imagem: Fundação BB

Fundação Banco do Brasil anuncia finalistas de premiação em parceria com a ONU

O Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social divulgou na terça-feira (15) as 18 iniciativas finalistas das categorias nacionais e três internacionais. Nove das selecionadas para a última fase da competição são do estado de São Paulo. Três são da Bahia, duas do Ceará, duas do Distrito Federal, uma da Paraíba e uma do Rio de Janeiro. Já na categoria internacional, duas tecnologias são da Argentina e uma de El Salvador. Premiação desse ano fez parceria com a ONU para promover o desenvolvimento sustentável.

Exibição do filme "Baixada Nunca se Rende" em Maputo, Moçambique. Foto: Centro RIO+

Documentário ‘Baixada Nunca Se Rende’ é exibido em Moçambique

Em visita a Moçambique, Eddi MC, rapper, jornalista e integrante do coletivo aberto de músicos “Baixada Nunca Se Rende” apresentou o documentário que mostra o lado cultural da Baixada Fluminense, região com baixos índices de desenvolvimento humano (IDH) e geralmente retratada com imagens de pobreza e violência.

O filme é parte de um projeto-piloto do Centro RIO+, do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), com o objetivo de desenvolver novas metodologias de engajamento de cidadãos das periferias com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas. O projeto “Música para Avançar o Desenvolvimento Sustentável” incentiva a replicação desse modelo de engajamento local em outras regiões metropolitanas do mundo.

Ao centro, o diretor de país do PNUD no Brasil, Didier Trebucq.

Instituições brasileiras se unem para definir estatísticas de monitoramento das metas da ONU

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e a Secretaria de Governo da Presidência da República deram início na terça-feira (15) a uma série de oficinas sobre quais estatísticas deverão ser utilizadas para monitorar o cumprimento pelo Brasil dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Iniciativa conta com a participação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IGBE) e do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA).

Cúpula de Soluções de 2016. Foto: Cúpula de Soluções

ONU convida sociedade civil a participar de cúpula sobre soluções sustentáveis na Assembleia Geral

Durante o encontro anual da Assembleia Geral da ONU, que acontece entre os dias 18 e 28 de setembro, um evento paralelo ao debate dos chefes de Estado ocupará as galerias da sede das Nações Unidas — a Cúpula de Soluções. A iniciativa selecionará pessoas de diferentes partes do mundo, que poderão apresentar suas estratégias para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Brasileiros podem participar. Prazo para inscrição foi ampliado para 29 de agosto.

No encontro, representantes de governos, da sociedade civil e do PNUD discutiram a municipalização dos ODS. Foto: Guilherme Larsen/PNUD.

Movimento nacional pelos ODS promove encontro em Brasília

Representantes do Movimento Nacional ODS – Nós Podemos reuniram-se em Brasília para seu quinto encontro. Além de membros do grupo, representantes de governos, da sociedade civil e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) discutiram de que forma os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) e a Agenda 2030 podem colaborar na formulação de políticas públicas locais e regionais para o alcance do desenvolvimento sustentável.

Jovens durante evento da ONU realizado na FIOCRUZ em 2016 para o Dia Internacional da Juventude. Foto: UNIC Rio/Matheus Otanari

UNESCO: desenvolvimento de qualquer sociedade depende do estímulo aos mais jovens

Às vésperas do Dia Internacional da Juventude, lembrado neste sábado (12), a diretora-geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), Irina Bokova, afirmou que o desenvolvimento de qualquer sociedade depende da forma como ela estimula seus jovens.

“O mundo nunca foi tão jovem e está se tornando ainda mais jovem a cada dia que passa. O desenvolvimento de qualquer sociedade depende da forma como ela estimula seus jovens – mulheres e homens, da forma como são apoiados”, disse Irina em comunicado.

A educação é transversal e essencial para o cumprimento de todos os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU. Foto: Govba/Carol Garcia

Educação para o desenvolvimento sustentável é tema de evento em São Paulo

A UNESCO no Brasil e a Secretaria Municipal de Educação de São Paulo uniram-se para a realização de evento sobre Educação para Desenvolvimento Sustentável (EDS). Na ocasião, a Secretaria de Educação apresenta o projeto de EDS no novo currículo da rede municipal de ensino da capital paulista e que deve ser implantado no ano que vem.

O evento de lançamento da iniciativa acontece na terça-feira (15), às 15h30, no Teatro João Caetano (Rua Borges Lagoa, 650, Vila Clementino, São Paulo, SP). A programação começa com a apresentação da publicação Educação para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS): objetivos de aprendizagem e da série de vídeos ODS para Crianças.

Publicações em inglês darão visibilidade internacional para as atividades da Rede Brasil do Pacto Global. Imagem: Rede Brasil do Pacto Global

Pacto Global da ONU no Brasil lança publicações em diferentes idiomas para divulgar boas práticas

Para disseminar internacionalmente as experiências de empresas brasileiras na promoção dos direitos humanos e do desenvolvimento sustentável, a Rede Brasil do Pacto Global lançou neste mês (1º) traduções para o inglês de quatro publicações. Documentos contemplam temas diversos — a integração da Agenda 2030 da ONU a estratégias corporativas, diretrizes para o setor de alimentação, entre outros assuntos.

Publicação sobre imigração e corrupção no mercado internacional ganhou versões em inglês, espanhol, francês, alemão e mandarim.

Indígenas em manifestação em Brasília. Foto: Mídia Ninja

UNESCO lembra contribuição dos povos indígenas para o desenvolvimento sustentável

Às vésperas do Dia Internacional dos Povos Indígenas (9 de agosto), a diretora-geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), Irina Bokova, lembrou a contribuição singular desses povos para o entendimento mútuo, a paz e o desenvolvimento sustentável.

Irina lembrou que apesar de sua diversidade cultural e de seus territórios que se estendem por mais de 90 países, os povos indígenas têm dificuldades comuns, relacionadas à proteção dos seus direitos como povos únicos. Os 370 milhões de indígenas compõem menos de 5% da população mundial, mas, entre os mais pobres, correspondem a 15%.

Foto: PNUD/Brenda Hada

ONU promove objetivos globais em Flip marcada por debates sobre exclusão social

O Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (Centro RIO+) participou na semana passada da 15ª Festa Literária de Paraty (Flip), na qual enfatizou a importância da conquista dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) até 2030. A campanha da ONU encontrou terreno fértil em uma Flip marcada por fortes relatos confessionais e denúncias sobre racismo, discriminação e exclusão social.

“Apresentamos a agenda global aos participantes e autores como uma ferramenta de inclusão necessária e próxima aos anseios do público, e não simplesmente como uma agenda distante das pessoas advinda de um relatório das Nações Unidas”, disse Layla Saad, vice-diretora do Centro RIO+.

Vista de Busan, segunda maior cidade da Coreia do Sul. Foto: ONU/Kibae Park

Secretário-geral recebe propostas para reforma e fortalecimento do ONU-Habitat

Um painel independente propôs a remodelação do Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-Habitat) e a criação de um mecanismo de coordenação para complementar seu trabalho e reunir todas as agências da ONU e parceiros em torno da sustentabilidade urbana.

O painel, nomeado pelo secretário-geral da ONU, António Guterres, recomenda que seja criada a “UN Urban”, um mecanismo de coordenação similar à ONU-Água ou à ONU-Energia, como parte de uma reforma mais ampla do Sistema das Nações Unidas.

A partir deste mês, PNUD e Itaipu percorrerão a região oeste do Paraná para municipalizar a Agenda 2030. Foto: CC/Google.

PNUD inicia projeto de implementação local dos objetivos globais no oeste do Paraná

Entre os dias 2 e 9 de agosto, a Itaipu Binacional, a Fundação Parque Tecnológico Itaipu (FPTI) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) realizam os Seminários Microrregionais sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) no oeste do Paraná.

A expectativa é identificar os principais desafios da região, com base nos ODS e nos indicadores municipais, para conectar cada vez mais o estado à agenda global da ONU rumo a 2030.

Plataforma vai selecionar cinco empreendedores que poderão apresentar suas ideias para investidores em evento em Genebra.

Brasil está entre os finalistas de competição da ONU sobre empreendedorismo sustentável

A empresa brasileira Piipee, que criou uma solução biodegradável para limpar urina e substituir a água das descargas, é uma dos dez finalistas da Accelerate 2030, iniciativa do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) para divulgar e reproduzir em diferentes partes do mundo projetos de empreendedorismo sustentável. Companhia vai a Genebra expor ideias para investidores e especialistas.