Sudão: ONU busca informações sobre reféns em Darfur

Um representante da União Africana da ONU no Sudão encontrou-se com ministros do Governo esta semana para instaurar esforços para a liberação dos trabalhadores da ONU e voluntários que estão sendo mantidos como reféns na área conflituosa de Darfur, chamada de “crise dos reféns”.

Um representante da ONU no Sudão encontrou-se com ministros do Governo esta semana para instaurar esforços para a liberação dos trabalhadores da ONU e voluntários que estão sendo mantidos como reféns na área conflituosa de Darfur, chamada de “crise dos reféns”.

Henry Anyidoho, Representante Especial da Missão em Darfur (UNAMID), discutiu a publicação e as negociações com o Ministro do Interior do país, Ibrahim Mahmoud Hamid e com o Ministro de Relações Exteriores Al Saman Al Wasila enquanto ia para o Conselho de Segurança e Paz da União Africana em Abuja, na Nigéria.

Na semana passada, um membro franco-britânico do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) Gauthier Lefevre, foi capturado por homens armados quando retornava de El Geneina, capital do estado de Darfur Ocidental, a partir de uma missão de campo para ajudar as comunidades locais a obter água potável. Uma semana antes do ocorrido um grupo armado rebelde no estado de Darfur Norte libertou dois membros da ONG internacional GOAL que estavam três meses em cativeiro.

Kofi Anyidoho discutiu a situação da segurança e as estratégias para reduzir o banditismo e a criminalidade em Darfur com dois ministros, agradecendo-os pela cooperação com a UNAMID. Os dois ministros se comprometeram a melhorar os diálogos com os movimentos rebeldes de Darfur objetivando trazer a paz para uma região onde pelo menos 300 mil pessoas já morreram e outros 2,7 milhões foram afastadas de suas famílias em mais de seis anos de lutas entre o governo, as milícias aliadas e vários grupos armados.