Síria: agência da ONU retoma distribuição de ajuda humanitária para civis deslocados de Yarmouk

“A UNRWA retomou as operações humanitárias aos civis de Yarmouk, após uma pausa de uma semana devido a preocupações de segurança”, declarou porta-voz.

Civis deslocados de Yarmouk esperam para receber refeição em abrigo coletivo em Yalda, na Síria. Foto: UNRWA

Civis deslocados de Yarmouk esperam para receber refeição em abrigo coletivo em Yalda, na Síria. Foto: UNRWA

“A UNRWA retomou as operações humanitárias aos civis de Yarmouk, em áreas próximas de Yalda, Babila e Beit Saham, após uma pausa de uma semana devido a preocupações de segurança”, disse Chris Gunness, acrescentando que a equipe da agência forneceu serviços de saúde essenciais, serviços odontológicos vacinas, suplementos nutricionais e alimentos frescos suficientes para alimentar 600 civis durante uma semana.

“Apesar das questões de segurança das últimas semanas, a UNRWA continua plenamente empenhada e determinada a implementar o seu mandato humanitário para os civis de Yarmouk. Eles sofreram desordenadamente e continuamos a exigir o acesso humanitário aos que estão dentro do próprio acampamento”, acrescentou Guness

A vulnerabilidade dos civis em Yarmouk permanece muito grave. A UNRWA está profundamente preocupado que, sem o acesso, as necessidades humanitárias mais básicas de até 18.000 civis palestinos e sírios, incluindo 3.500 crianças, continuem a ser deixadas de lado. A agência apelou para uma injeção imediata de 30 milhões dólares para a sua chamada urgente de fundos, e apontou que seu Apelo da Crise Síria só recebeu até agora 20% do financiamento necessário para 2015, o que prejudica a capacidade da UNRWA para intervenções humanitárias na Síria.