Série multimídia divulga experiências internacionais sobre a erradicação da miséria

Coincidindo com o lançamento do Plano Brasil sem Miséria, o Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG) das Nações Unidas apresenta hoje a versão completa da série multimídia “Ideias para Erradicar a Miséria”.

Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (CIP-CI) do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD)Coincidindo com o lançamento do Plano Brasil sem Miséria, o Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG) das Nações Unidas apresenta hoje a versão completa da série multimídia “Ideias para Erradicar a Miséria”. O desafio da erradicação da miséria entrou de vez para a agenda política dos líderes mundiais.

A discussão sobre estratégias para aliar crescimento econômico com inclusão social vem recebendo grande atenção por parte de governos de vários países em desenvolvimento e emergentes, com destaque para o Brasil, Índia, Turquia, China e África do Sul, que intensificam cada vez mais o diálogo político e o intercâmbio de ideias na área social.

Com o objetivo de promover o debate sobre estratégias de redução da pobreza a partir das experiências dos demais países em desenvolvimento, a série consiste em sete capítulos que abordam enfoques e desafios sobre a erradicação da pobreza extrema presentes no debate internacional sobre políticas sociais, incluindo conceitos de proteção social, diferentes abordagens sobre a gestão de programas de transferência de renda, inovações na geração de empregos e agricultura familiar.

Sobre a Série

A iniciativa do Centro Internacional, resultado de uma parceria entre o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e o Governo Federal traz episódios do documentário “Uma Jornada pela Proteção Social no Brasil”, produzido em dezembro de 2010 no âmbito do Programa África-Brasil de Cooperação em Desenvolvimento Social, bem como publicações e materiais de referências do IPC-IG e de sua rede de parceiros, como o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e diversos centros de pesquisa em 106 países.

Para o Assessor de Comunicação do Centro, Francisco Filho, a série “busca tornar as iniciativas de outros países mais conhecidas no Brasil. Buscamos engajar a sociedade civil na discussão sobre políticas sociais; por isso, o lançamento em parceria com várias organizações da sociedade civil no país”. De acordo com Fábio Veras Soares, Coordenador de Proteção Social e Transferências de renda do IPC-IG, “o país só vai conseguir crescer de maneira inclusiva, mais homogênea e equânime, se, ao mesmo tempo em que cresce, conseguir distribuir os frutos do crescimento de uma maneira mais equitativa e se conseguir prioritariamente atender às populações mais pobres e marginalizadas”.

O Brasil, expoente entre as economias emergentes, figura entre as principais referências na área de proteção social, que busca aliar o desenvolvimento econômico à inclusão daqueles que ficaram de fora da distribuição dos frutos desse crescimento. Os resultados alcançados pelo país surpreendem a comunidade internacional. Entre 2003 e 2008, houve redução de 43,03% da pobreza no Brasil, que corresponde à saída de 19,3 milhões de pessoas da miséria ou pobreza extrema (renda per capita abaixo de R$ 137,00 a nível domiciliar). A desigualdade no país, conforme medida pelo coeficiente de Gini, caiu de 0,59 em 2001 para 0,53 em 2007. (Fonte: CPS/FGV e PNUD)

Serviço: Série “Ideias para Erradicar a Miséria”
Endereço eletrônico: http://pressroom.ipc-undp.org/erradicar-a-miseria/?lang=pt-br
Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG)
Assessoria de Imprensa: Mariana Hoffmann/Francisco Filho
Telefone: 61 – 2105 5022 ou 2105 5036
E-mails: mariana.hoffmann@ipc-undp.org / francisco.filho@ipc-undp.org