Seminário internacional da UNESCO encerra hoje com discussão sobre turismo de memória da escravidão

Termina hoje (23) o Seminário internacional “Herança, Identidade, Educação e Cultura: gestão dos sítios históricos ligados ao tráfico negreiro e à escravidão”, que reúne em Brasília, no Hotel San Peter, especialistas e autoridades em cultura negra do Brasil e de outros países, em especial africanos.

Seminário internacional encerra hoje com discussão sobre turismo de memória da escravidão

Termina hoje (23) o Seminário internacional “Herança, Identidade, Educação e Cultura: gestão dos sítios históricos ligados ao tráfico negreiro e à escravidão”, que reúne em Brasília, no Hotel San Peter, especialistas e autoridades em cultura negra do Brasil e de outros países, em especial africanos.

Às 14h, será discutida a implantação de uma “Rede Internacional de especialistas encarregados da gestão dos sítios e lugares de memória ligados ao tráfico negreiro e à escravidão”.

O evento será encerrado com uma discussão sobre as perspectivas para a instalação de itinerários de memória do tráfico negreiro e da escravidão, que contará com a presença de representantes dos ministérios do Turismo e da Educação, da UNESCO e da Fundação Cultural Palmares.

O Seminário, que tem como objetivo incentivar o turismo de memória nos locais ligados ao tráfico negreiro e à escravidão, é resultado de uma parceria entre a Fundação Cultural Palmares (FCP) e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), com o apoio dos Ministérios da Cultura, Educação, Turismo, Relações Exteriores e patrocínio dos Correios.

Contatos para a imprensa

UNESCO no Brasil – Assessoria de Comunicação
Isabel de Paula, (61)2106-3538/98468061, isabel.paula@unesco.org.br
gcomunicacao@unesco.org