Seminário da CEPAL discutirá no Chile desafios da política fiscal em cenário de baixo crescimento

Em sua 28ª edição, evento discutirá, entre outros temas, os desafios da política fiscal nos países da América Latina e Caribe diante da atual conjuntura de menor crescimento econômico. Também serão avaliados os progressos na região em matéria de reformas tributárias e de distribuição de renda. Durante o seminário, será apresentado o relatório “Estatísticas tributárias na América Latina e Caribe 2016”.

Foto: Carlos Vera/CEPAL

Foto: Carlos Vera/CEPAL

Autoridades e especialistas internacionais se reunirão na sede da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) em 16 e 17 de março durante o 28º Seminário Regional de Política Fiscal, no qual analisarão os desafios da política fiscal em tempos de desaceleração econômica.

O encontro, realizado todos os anos na sede do organismo regional das Nações Unidas em Santiago, no Chile, é organizado pela CEPAL com o apoio do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial, do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Também tem o apoio da Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID), através do programa conjunto CEPAL/AECID “Renovação do Pacto Fiscal na América Latina e Caribe”.

O evento começa na quarta-feira (16) às 9h e será aberto pela secretária-executiva da CEPAL, Alicia Bárcena, e pelo ministro da Fazenda chileno, Rodrigo Valdés, entre outras autoridades.

O seminário tornou-se referência na discussão sobre a atualidade econômica e fiscal da região, e conta com a participação de autoridades da política fiscal, funcionários de organismos internacionais e acadêmicos de diversos países.

Em sua 28ªedição, haverá um painel inaugural que abordará os desafios da política fiscal na atual conjuntura de menor crescimento econômico e serão avaliados os progressos na região em matéria de reformas tributárias e de distribuição de renda.

Durante o seminário, será apresentado o relatório “Estatísticas tributárias na América Latina e Caribe 2016”, publicação anual com informações estatísticas atualizadas e análises relevantes sobre as finanças públicas da região.